Economizar Dinheiro comprando pela Internet – 10 Dicas

ANÚNCIO

A maior parte dos consumidores brasileiros (43%) acredita que a internet é a melhor forma de adquirir produtos. Para outra parte (38%), o volume de compras feita é a mesma do ano passado, enquanto que a menor parcela (18%) diz ter comprado menos pela internet. Os números são do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas.

A percepção é a de que os produtos da internet são mais baratos do que aqueles postados em lojas físicas. Mas, será verdade? É sobre isso que vamos falar nas próximas linhas.

ANÚNCIO

1 – A história do Comércio

Há algum tempo, o comércio era considerado uma verdadeira epopeia – animais eram submetidos ao transporte de cargas pesadas e mercadorias, soldados e mercenários eram contratados para fazer a escolta dos mercantes e todo tipo de recurso financeiro era investido para que as viagens chegassem ao destino.

Na Grécia Antiga, o deus Hermes era homenageado em cada comércio próspero que realizava.

Hoje, tudo é diferente – com um clique, o consumidor movimenta uma grande quantia de dinheiro, paga o frete e recebe a mercadoria nos prazos estipulados. A tecnologia andou a favor da otimização do tempo, da qualidade da entrega e da facilidade do consumo, independente do lugar no mundo que você está.

ANÚNCIO

2 – A Compra Online

Comprar pela Internet é uma prática que está no DNA da nova geração, como gostam de dizer os especialistas da educação e do comércio. O conforto é oferecido pela tecnologia e a prova está em dados coletados pela ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), que mostrou que o e-commerce vai faturar 59,9 bilhões em 2017, alta de 12%.

Esse comércio virtual está a favor das pessoas que gostam de pesquisar os bens antes de comprar – estudam não apenas preços, como qualidade, informações técnicas, usos. Em pouco tempo, o usuário já sabe todos os benefícios do produto e, a partir daí, nota se a compra é válida ou não. A entrega do produto e as formas de pagamento também contam.

3 – Preço Mais Barato

Com todo esse conforto, resta saber: a compra online vale a pena?

Para quem gosta de economizar dinheiro, o negócio é vantajoso. Conforme informações do Zoom, 78% dos consumidores encontram melhores preços na internet do que nas lojas físicas. O motivo se explica pelo fato de que os gastos dessas lojas online são menores, principalmente com funcionários, espaço, contas de luz, energia, água.

Quanto à variação do valor, os eletrodomésticos são os mais acentuados, seguidos dos produtos de informática e eletroeletrônicos. Mas, essas categorias se embaralham de período em período. Um computador, para ter uma ideia, pode custar metade do preço no e-commerce.

Porém, especialistas afirmam que não é sempre que essas lojas virtuais vão oferecer os melhores negócios. Existem feiras e exposições que podem bater o “melhor preço”, com descontos inimagináveis. Afinal, quem nunca ouviu falar da Queima de Estoque?

O segredo é pesquisar, sempre!

Economizar Dinheiro comprando pela Internet – 10 Dicas
Reprodução: Google

4 – O Preço do Frete

Também não é raro que os preços dos fretes representem boa parcela da compra. Logo, existem técnicas para fazer o consumidor comprar mais, quer ver? “Frete Gratuito para Compras acima de 100 reais” ou “Frete Grátis na compra de 3 ou mais Unidades”.

Mas, aliás, comprar uma caneca de 40 reais e pagar 15 de frete é sacanagem, não é?

Oras, é preciso pesquisar porque, talvez, na loja física você encontre uma caneca de 50, o que seria mais barato. Mas aí tem o custo do deslocamento, estacionamento, combustível… Enfim, vale a pena ou não vale? Faça as contas e saiba a resposta.

Também é preciso ter muita atenção para a compra de produtos grandes, como móveis ou equipamentos de ginástica, por exemplo. Os fretes costumam ser bem caros.

5 – Custos Ocultos

Como o nome diz, custos ocultos são aqueles que você não vê, mas que existem. Um deles é o do frete, como falamos. As vezes, o produto está barato demais, mas o frente deixa o preço final bastante acima da média praticada no mercado.

Outro exemplo é sobre a conversão de moedas que é necessária para concretizar a compra. Normalmente, são porcentagens adicionadas ao que você comprará e não são muito caras, mas na soma representa um bom valor.

6 – Compras à Vista são mais baratas

É muito comum que sites deem 10% de desconto para compras pagas no boleto (ou à vista).

A explicação é simples – o varejista recebe o dinheiro no mesmo instante que o boleto é pago. Além disso, o custo de ter um boleto bancário é em torno de 1 real ou menos. Já quando usa o cartão de crédito, o comerciante precisa pagar taxas sobre a compra e as parcelas. Isso sem contar que pode demorar até 60 dias para receber o valor.

Os débitos em conta também são mais baratos pelos mesmos motivos.

7 – Qualidade Inferior

Tem quem diz que a qualidade dos produtos vendidos pela internet são inferiores. E isso, definitivamente, vai depender muito. E depende da loja, do produto, da fabricante, da entrega e de muitas outras coisas.

O importante é que o consumidor sempre esteja atento aos possíveis contratempos, considerando inicialmente o risco dos atrasados. Além de deter a ansiedade, é preciso ficar atento as fraudes online, principalmente com os cartões de crédito.

Conforme pesquisa da ACI Worldwide, 33% dos brasileiros já foram vítimas de fraudes em cartões de crédito e débito. A internet é um dos principais meios de atuação de hackers e pessoas mal intencionadas.

A dica é ficar atento aos sites mais visitados e ter sempre boas ferramentas que combatem os vírus.

Outro problema que pode ser apresentado é quanto às características do produto, aliás, não é raro casos de devolução do produto, principalmente quando há incompatibilidade do que estava descrito e do que foi entregue.

8 – O que Comprar pela Internet?

É essa a pergunta que deve ser feita antes de fechar ou iniciar uma compra no e-commerce. O mais importante é fazer o mesmo que se faz nas lojas físicas – ponderar os interesses e as prioridades. Aliás, você vai comprar aquele ventilador por que está com calor ou por que ele está barato demais?

As vendas online têm formas diferentes de persuadir os clientes, mas elas existem. Do outro lado, porém, o consumidor se sente ineficiente na hora de pechinchar um valor.

9 – Foco na Hora de Comprar

Se você tem na sua lista de prioridades um item para ser comprado, então, precisará pesquisar. Além disso, o foco é fundamental. Precisa de uma cadeira para? Foque na cadeira e esqueça a mesa, os bancos, os pufes, a televisão. A compra por impulso está também no meio virtual, atente-se.

10 – Comprar pela Internet é Seguro?

Uma dica é acessar o site do Reclame Aqui e ver as reclamações sobre a loja. Mas, no geral, não há formas concretas de saber se a loja e a compra online será confiável ou não.

O jeito é se atentar à detalhes pequenos, como esse citado no começo deste paragrafo.

Além disso, o Procon de São Paulo divulgou uma lista com os websites que não são confiáveis. Outra opção é tentar identificar aqueles sites mais usuais e tentar evitar os desconhecidos. Notifique ainda a página, se tem o “https”. E prefira boletos ao invés de cartões de crédito.

Com informações do organize, comprasonline, abril e creditooudebito

ANÚNCIO