Veja como usar o ciclo PDCA na solução de problemas financeiros

ANÚNCIO

PDCA nada mais é do que a sigla para Plan (plano), Do (fazer), Check (checar) e Act (ação). Assim, o ciclo PDCA é muito usado em várias áreas. Inclusive, na financeira. Hoje, vamos estudar como dá para usar o ciclo PDCA na solução de problemas dessa área.

Por exemplo, vamos supor que você seja alguém que tem um bom controle de finanças. Ou seja, você faz a gestão do seu dinheiro corretamente. Ainda assim, saiba que o método PDCA pode ajudar você a melhorar tudo isso, tornando-o mais prático.

ANÚNCIO

Para isso e antes mesmo que você decida por usar ou não usar o ciclo, nós vamos detalhar aqui os tópicos, que têm a ver com cada etapa importante dessa metodologia. Lembrando que as dicas valem para todas as áreas da vida – também para a financeira.

As etapas do ciclo PDCA

Antes, vai uma curiosidade: o PDCA foi criado ainda na década de 20 por Walter A. Shewart. No entanto, foi William Edward Deming quem disseminou a ideia no mundo todo. Então, a partir da década de 50, ele ficou chamado também de “ciclo Deming”.

Plan

Não se pode falar em finanças sem falar em planejamento. Justamente por que a falta desse item é que gera o maior número de problemas financeiros na vida de pessoas e empresas. Então, tenha um plano.

ANÚNCIO

Trazendo isso para a prática, o que a gente vê é que esse é o momento que você pode traçar um plano. Esse plano deve respeitar o seu momento atual de vida assim como responder a uma expectativa futura. É como pensar em um objetivo para se atingir. É o seu alvo.

Do

Saindo da teoria, agora vem a prática. Por isso, Do é Fazer. Logo, a gente pode traduzir também como a boa e velha expressão de “pôr a mão na massa”. Então, nessa hora, você deve pensar em praticar os planos que foram criados anteriormente.

Sendo assim, o que você deve considerar de importante é que nem sempre o plano vai sair como o que foi planejado. Mas, o seu poder de adaptação deve ser suficiente para dar volta nessa situação. O importante é não desanimar e desistir do plano, ok?

Check

Aliás, para que o plano aconteça, a checagem é importantíssima. Nesse caso, não temos muito segredo, o que você pode fazer é analisar todos os resultados que foram alcançados – do plano até o que foi feito.

Para tanto, recomenda-se um acompanhamento bem fiel e diário ou semanal das ações. Trazendo o assunto do dinheiro, a gente pode pensar em um plano de juntar R$ 500 por mês e uma prática que conseguiu apenas R$ 350 em cada mês. Então, analise o que deu de errado.

Act

Para fechar as nossas siglas do ciclo PDCA na solução de problema, temos de fato a ação. Só que se você parar e pensar vai ver que a ação já começou lá em cima, no Do. Então, aqui é a chance nova que você tem que consertar os erros que foram cometidos e analisados.

É onde você vai conseguir melhorar todo o seu processo, podendo chegar até o 100% de sucesso. Na prática, o que temos é uma falta de R$ 150 do plano inicial, correto? Se você descobre o motivo disso, agora dá para consertar.

O processo é repetitivo

O mais legal é considerar que esse é um processo repetitivo e muito usado em grandes empresas. Até mesmo porque não tem segredos. Lembre-se da ordem e você verá como faz todo sentido na sua vida:

  • Plano > Fazer > Verificar > Ação

Sendo assim, você sempre deve ter um plano. Depois, começar a executar. Mas, tem que ter um intervalo para acompanhar os resultados. E, então, você tira o que deu de errado e mantém o que deu certo para se chegar ao sucesso.

como usar o ciclo PDCA na solução de problemas

O mais legal também é que isso pode ser usado na sua vida financeira pessoal. E abaixo, a gente vai explicar, com exemplos, como usar o ciclo PDCA na solução de problema. Bora lá?

O PDCA na vida financeira pessoal

Acima, em um dos tópicos citados, a gente deu um exemplo. A meta é juntar R$ 500 por mês para se aposentar bem daqui há alguns anos. Então, o problema foi que a pessoa só conseguiu poupar R$ 350. Ainda assim, é um bom começo. Mas, ela não atingiu a meta.

Logo, na checagem, a gente pode ter entendido o motivo: ela perdeu o emprego, ela teve redução de salário, ela gastou demais com as contas domésticas, ela precisa arrumar o carro que quebrou ou qualquer motivo como esse, que é comum de acontecer.

Então, o 4º passo vem para ajustar esses problemas. Se ela gastou demais nas contas domésticas, agora ela tem a chance de rever isso para conseguir atingir a meta dos R$ 500. Se ela perdeu o emprego, talvez seja a hora de buscar uma nova fonte de renda.

Leia também – Saiba como juntar dinheiro através do método co-saving

Se ela teve o salário reduzido, então, talvez seja possível também rever o plano. Afinal, como já falamos acima, nenhum plano para sempre e ele pode ser adaptado ou mudado.

Para empreendedores!

Para finalizar de como usar o ciclo PDCA na solução de problemas, se você é empreendedor, saiba que o Sebrae também recomenda o uso do método para a gestão de processos da sua empresa. Inclusive, há uma página online onde ele explica exatamente como usar tal ciclo.

ANÚNCIO