Como subir na vida financeiramente? Comece por esse passo a passo rápido

Saber como subir na vida financeiramente é uma coisa que todo mundo quer. Tanto é que toda virada de ano a gente encontra expressões como “enriquecer”, “melhorar de vida”, “pagar as dívidas” e “começar a investir”.

Porém, a grande maioria das pessoas querem isso, mas sem fazer esforço. Logo, o resultado não vai ser tão promissor. Afinal, como tudo na vida, a gente tem que se dedicar ou, pelo menos, levar o assunto à sério.

Por isso, se você quer mesmo subir na vida, leve o assunto à sério. Mas, considerando que você acessou essa matéria, vamos pensar que você vá levar a sério a partir de hoje. Sendo assim, temos um passo a passo rápido (mas, nunca falamos que seria fácil) para isso.

O conhecimento

A primeira que achamos que é importante, e vem antes mesmo do seu planejamento, é sobre o conhecimento. Oras, é preciso ser doutor em finanças? Claro que não. Nesse caso, o que queremos dizer é que você pode adquirir conhecimento para entender mais do assunto.

Por exemplo, ao fazer isso, em cursos grátis e online, por exemplo, você vai aprender coisas como os juros compostos. Mas, não é só isso: você também fica sabendo sobre a importância de ter um controle de gastos, também. Tudo isso importa para subir na vida.

O planejamento

A partir desse conhecimento, automaticamente, você vai começar a fazer planos para o seu dinheiro. Inclusive, isso é ótimo. Logo, indica que você começou a entender que é preciso dar destinos para o seu dinheiro. No entanto, essa tarefa não vai ser fácil.

O principal motivo é que, em quase todas as vezes, você vai achar que o seu salário é pouco demais para custear a sua vida. Afinal, temos contas de casa, do aluguel, do carro, escola das crianças, viagens de fim de ano e fora os imprevistos, né. Aí entra o controle.

O controle

Esse controle de gastos talvez seja o grande “pulo do gato” para quem quer entender como subir na vida financeiramente. Afinal, você vai ter que encontrar um jeito ou vários jeitos de colocar o seu planejamento em prática. Ou seja, o seu salário dentro do seu estilo de vida.

Para isso, pode ser que você tenha que cortar alguns serviços ou diminuir outros. Também pode ser que você tenha que fazer um esforço para vender coisas que não usa mais ou até mesmo encontrar um jeito de ganhar um salário extra, nem que seja por um tempo.

A emoção

A emoção, ou controle emocional, é importante para vários fins e em várias etapas. Tem gente que acha que é preciso apenas quando a pessoa começar a investir em ações. Mas, não é verdade. Desde quando a gente começa a repensar as compras, já falamos dessa emoção.

Inclusive, a compulsão por compras pode se dar por vários motivos. Sendo que isso atrapalha demais esse seu processo de enriquecimento. Por isso, tente sempre se lembrar de estar com a razão, a emoção, a saúde, a cabeça em dia. Isso fará muita diferença no fim.

As dívidas

Ah, só para considerar uma coisa: desde o seu planejamento, lembre-se das dívidas. Porque até dá para começar a investir mesmo com dívidas. Porém, se elas ocuparem um grande espaço do seu orçamento, então, você tem um problema, viu.

Uma boa dica é reservar parte do salário para quitar elas o mais rápido possível. Nem que você tenha que aguardar alguns anos para começar a praticar os seus objetivos de vida, como viagens, troca do carro, etc.

A poupança

Aliás, sobre como subir na vida financeiramente, saiba que você tem que ter uma poupança mensal. E não estamos falando da caderneta da poupança, mas sim do hábito de poupar. Afinal, só assim você vai conseguir quitas as dívidas, por exemplo.

Isso faz parte do seu controle de gastos. Porém, além de controlar, você tem que poupar e investir. Aliás, o próximo passo é justamente sobre investimentos, que vem depois das dívidas. Com certeza, esse é o trio que vai trazer felicidade para você.

A Renda Fixa

A renda fixa sempre é o ponto de partida para os novos investidores. Por isso, evite o erro grotesco de querer ir direto para as ações ou o mercado variável. A renda fixa é um grande mercado que tem muitos outros ativos além de poupança, ok?

-> A fórmula dos juros compostos com aporte mensal funciona? Depende de 3 coisas

Sendo assim, comece a pensar em títulos de bancos ou mesmo do governo. Eles podem ser seguros e rentáveis para você. No entanto, lembre-se sempre de se planejar para isso, conforme os seus objetivos. Cada ativo é bom para um objetivo, um prazo, um valor.

A diversificação

E se você achou que agora viria a questão das ações, saiba que não. Ou, pelo menos, ainda não. Após pagar as dívidas, uma boa ideia é começar a investir. Só que mais do que isso, você tem que buscar conhecimento para fazer boas escolhas.

Como falamos, comece pela renda fixa, que tem muitos ativos. Porém, conforme for se sentindo seguro não deixe de aportar em outros mercados também. Eles podem impulsionar o seu patrimônio e fazer você chegar no objetivo mais rapidamente. Mas, estude antes, hein.

A independência

Como subir na vida financeiramente

O último ponto sobre como subir na vida financeiramente tem a ver com a sua independência. É muito importante pensar sobre ela. Afinal, para que você quer ter muito dinheiro na conta? É preciso ter isso em mente para que você não gaste tudo de uma vez.

Afinal, a ideia é que você consiga aumentar ou manter o seu patrimônio, mesmo realizando sonhos e objetivos. E isso é totalmente possível. Mas, somente quando se tem planejamento, controle e tudo o que falamos acima. Bora fazer acontecer?