Magazine Luiza ensina como se livrar das dívidas ainda em 2019

PROPAGANDA

A Magazine Luiza tem vários serviços e produtos financeiros. Um deles é o Consórcio, que pode ser usado para quem quer juntar dinheiro. Agora, a novidade é que a empresa está publicando matérias de educação financeira e uma delas foi sobre como se livrar das dívidas.

Na matéria, a Magazine Luiza afirma que as dicas listadas são para quem ainda não começou aquele “plano para sair do vermelho”. E aí vem a boa notícia, que é justamente o fato de que ainda dá para fazer isso, mesmo que já passamos da metade do ano.

PROPAGANDA

Magazine Luiza ensina como se livrar das dívidas ainda em 2019

“Calma que essa realidade atinge a maioria das pessoas e tem solução”, diz a empresa em seu blog. E ainda complementa dizendo que a educação financeira é um tema que está em alta no nosso país, apesar de ser um assunto polêmico.

Abaixo, trouxemos todos os tópicos que foram listados pela empresa. Sendo que, como ela mesmo diz, “vão te ajudar a se livrar das dívidas e começar 2020 no azul”.

PROPAGANDA

1 – A identificação do problema financeiro

O primeiro passo, conforme o Consórcio Luiza, para quem quer aprender como se livrar das dívidas é pensar no problema. Aliás, na identificação do problema financeiro.

Assim sendo, é preciso saber quais são as dívidas. Mas, tão importante quanto isso é conseguir identificar os problemas que te levaram até essas dívidas. O que te fez entrar nessa situação tão ruim?

“Muitas vezes, entramos em dívidas por conta de fatores externos, como gastos extras ou consertos do carro”, diz na notícia. Mas, a resposta se completa: “mas, existem também os endividados que não tem controle financeiro”.

Então, aqui, a dica é saber qual tipo de endividado você é. De qualquer modo, para todos os casos, o “importante é você ter consciência do seu limite mensal de gastos”.

Esse comentário do Magazine Luiza vale para todo mundo que ainda não sabe quanto que ganha no mês e quanto que gasta no mesmo período. Isso é o controle financeiro. E quem não tem, com certeza, acaba entrando em dívidas.

2 – A definição dos prazos para quitar a dívida

A outra dica do Magazine vem sobre a definição dos prazos. “O próximo passo é definir os prazos para quitar a dívida”. E, nessa parte do texto, a empresa fala sobre conversar com o orçamento mensal.

Como assim? Basicamente, você precisa criar metas e estipular prazos para pagamento. A dica é “não ultrapassar os 20% do rendimento mensal”.

Logo, a indicação, na prática, que pode ser usada é sobre a regra dos 50-30-20. Você sabe como isso funciona? É simples. 50% de tudo o que você recebe vai para as “necessidades”. E aqui entram custos de moradia, de transporte e alimentos.

Aí, 30% vai para o lazer. E o que tem no lazer? Cinema, viagens, comer fora, etc. E, por último, temos os 20%, que são muito importantes para serem usados justamente para quitar dívidas. Se você não tem dúvidas, use esse valor para investimentos.

Descubra qual é a ordem das dívidas a serem pagas

3 – A renegociação da dívida financeira

Agora, o passo 3 para quem está estudando como se livrar das dívidas, com base no que diz o Consórcio Luiza. A renegociação da dívida tem que ser focada naqueles 20% que citamos no tópico anterior, ok?

Então, assim fica mais fácil você saber qual é o valor da parcela da dívida que pode pagar. E isso vai ser importante na hora de falar com o seu credor, que pode ser o banco ou empresas. “Empresas de cobrança oferecem condições melhores quando a proposta vem do devedor”.

Agora, apesar disso, é preciso ficar atento aos juros que são cobrados nessa nova dívida, que virá da renegociação. Isso porque juros muito altos costumam prejudicar demais o devedor. Se isso acontecer com você, a dica é verificar outras opções, como empréstimos mais baratos.

4 – O aprendizado sobre o controle financeiro

Agora que você renegociou a sua dívida com o seu credor, o que tem que fazer? Obviamente, pagar as parcelas das dívidas que você tem. E para isso vai ser preciso ter controle financeiro para sempre separar aqueles 20% das dívidas, lembra-se?

Isso é muito importante para não cair no vermelho novamente. “Anote tudo e organize”. Essa é a dica do Consórcio Luiza. Assim sendo, você pode usar caderno de anotações ou planilhas do excel ou mesmo aplicativos de celular. Mas, desde que faça as anotações.

A notícia ainda avalia que existem assistentes financeiros que são ótimos para identificar os gastos excessivos. Eles “ajudam lembrar do vencimento de contas e oferece soluções sobre juros e rendimentos”. Por isso, vale a pena pensar na tecnologia como aliada.

5 – A criação de metas financeiras

Magazine Luiza ensina como se livrar das dívidas ainda em 2019

A última dica para quem está aprendendo como se livrar das dívidas é sobre metas financeiras. Isso já foi mencionado no texto, mas não antes sem tanta ênfase. Então, para fechar a nossa lista de dicas do Magazine Luiza, vamos lá

“Quanto você tem para investir”. A Magazine faz essa pergunta e ainda diz que é preciso pensar no longo prazo. Assim sendo, essa é a melhor coisa a se fazer por quem está sem dívidas. E essa vai ser a sua situação daqui alguns dias ou meses.

“Pensar a longo prazo é uma ótima solução para quem está com a saúde financeira em dia e não quer passar perrengues no futuro”. Por isso, se você seguir os passos acima, vai conseguir evitar perrengues ao longo da vida.

Para acessar a matéria integral do Consórcio Luiza, que foi base para este nosso conteúdo, acesse a página do blog do Consórcio Luiza.

PROPAGANDA