Entenda tudo sobre como refinanciar casa e carro

ANÚNCIO

Você fez o financiamento para realizar o sonho de conquistar a casa própria ou o carro zero quilômetro achando que iria conseguir pagar todas as parcelas? Porém, a situação complicou e agora você quer saber como refinanciar casa e carro. Fique tranquilo, a gente explica.

O fato é que os imprevistos aconteceram e a sua situação financeira pode virar de ponta cabeça. Isso é bem comum de acontecer, ainda mais com as crises políticas, econômicas e sociais do país.

ANÚNCIO

No entanto, as prestações do financiamento parecem que ficam cada vez mais caras, já que seu dinheiro não está sendo suficiente para arcar com todas as despesas da casa. O que pode estar acontecendo, para piorar tudo, é que isso está lhe deixando no vermelho, né.

Nesse caso, a não ser que consiga ganhar na mega sena, uma herança ou conseguir uma promoção bem significativa no seu emprego, a solução mais comum é tentar um refinanciamento. Você sabe o que é isso e como funciona? Vamos explicar.

Inclusive, essa solução pode ser sua única saída em um momento tão complicado – e lembre-se que se não pagar as parcelas atrasadas você pode perder o seu bem, seja o carro ou a casa.

ANÚNCIO

Identificando uma dívida

A palavra dívida gera um arrepio em qualquer pessoa. Ninguém gosta de dever nada para outra pessoa, banco ou empresa. No entanto, saiba que nem sempre estar endividado é algo ruim – afinal, tudo bem o lado bom, não é mesmo?

Existem aquelas que realmente são péssimas. Entre elas, destacam-se aquelas que te fazem refém do cartão de crédito. Todo mês elas ficam mais caras e se tornam uma bola de neve que chega um momento que é impossível pagar. O cartão é um dos juros mais altos do mundo.

Além disso, os juros do cheque especial também se encaixam nessa modalidade de dívidas que devem ser evitadas.

Usamos esses exemplos para lhe mostrar que sua dívida adquirida ao financiar uma casa ou carro não são ruins, pois você está usufruindo de algo enquanto paga. Bom, pelo menos deveria. Mas, como refinanciar casa ou carro? Calma aí.

Recorrendo ao refinanciamento

Você sabe como é feito um refinanciamento? Talvez não, pois quando fez o seu financiamento nem imaginou que isso poderia acontecer. Então, vamos explicar de forma bem simples como refinanciar casa e carro ou um dos dois.

Bem, a forma mais barata para fazer isso é oferecer o seu carro ou a sua casa como garantia que vai conseguir cumprir com seu acordo. Contudo, isso é uma faca de dois gumes, que pode te fazer perder o seu bem também, né.

Vamos falar primeiro da parte boa. A grande vantagem é que os juros são muito menores que os praticados normalmente em empréstimos convencionais, podendo chegar a 2% de juros por mês. Para você ter uma ideia, os juros de alguns bancos chegam a 5% mensais.

Agora vem a parte ruim. E você já deve imaginar qual é: caso não consiga cumprir com seu compromisso, seu bem será tomado pelo banco. Então, você pode perder o carro ou pode ficar sem a sua casa.

Por isso, é muito importante estar ciente e consciente de que dessa vez será possível pagar todas as prestações até o final.

Considerando o valor da prestação

Não adianta você simplesmente dar seu carro de garantia para conseguir refinanciar sua casa. Se fizer isso sem critério ou estudos, acabará perdendo seus dois bens, o que vai te deixar bem pobre. Mas, agora você sabe como refinanciar casa e carro, então, fique mais esperto.

Por isso, a primeira atitude que você precisará tomar é organizar sua vida financeira. Logo, você precisa ter calma, sentar e calcular qual será o valor dessas novas prestações e quais são suas reais condições para conseguir pagar aquilo.

como refinanciar casa

Você agora já sabe o quanto precisará pagar por mês. Mas, já definiu como vai conseguir esse dinheiro?

Muitas vezes, as pessoas teriam dinheiro suficiente, antes mesmo de precisar fazer o refinanciamento. O problema é que gastou com coisas não tão importantes por tanto tempo e criou pequenas dividas que acabaram se tornando grandes problemas.

Estudando a organização financeira

Tendo o valor das prestações em vista, agora é hora de ver se sua situação financeira comporta isso. Para isso, você precisa anotar todos os gastos mensais e nada pode faltar. Um fardo de cerveja que não anotar porque pode ser o diferencial para o seu controle.

Você pode fazer essas anotações em algum caderninho, planilha do Excel. Mas, o mais utilizado e que recomendamos é utilizar algum aplicativo de finanças, pois, ele sempre estará no seu bolso para anotar na hora, não correndo risco de esquecer daquele gasto.

No final do mês, você deverá somar os seus gastos e tirar de todos os vencimentos que tenha na sua casa. Muitos gastos supérfluos irão aparecer e você vai acabar notando que apenas em extinguir alguns deles já sentirá uma economia.

Além disso, nesse momento é hora de usar a criatividade para gastar menos ou mesmo aquelas contas fixas você pode cortar gastos. Por exemplo, a sua conta no celular pode ser diminuída, com certeza.

Depois de tudo isso, se o valor que sobra entre os seus gastos e os seus ganhos for suficiente para pagar o refinanciamento, você está seguro para fazer. Mas, continue anotando tudo, para não cometer o mesmo erro novamente.

Bônus – cuidado com os juros abusivos

Infelizmente, muitas empresas esperam as pessoas atrasar uma parcela ou outra para praticar os juros abusivos. Mas, isso é crime e não pode acontecer. Afinal de contas, tudo tem limite. A gente já explicou sobre isso recentemente. Relembre a matéria que fala sobre essas taxas.

ANÚNCIO