Saiba como funciona o fundo de investimentos em multimercado

ANÚNCIO

As opções de investimento são múltiplas e provocativas. Inclusive, nos dias atuais muito tem se falado sobre elas. A grande dica para os iniciantes é começar a pensar em alternativas à renda fixa. Por isso, vamos ver como funciona o fundo de investimentos em multimercado.

Aliás, esse é um tipo de fundo que mistura renda fixa com variável com debentures. Por isso, o nome de multimercado. No entanto, nem todo mundo sabe se é uma boa ideia. Até mesmo porque é um fundo, quase sempre, bem mais arriscado do que a maioria dos outros.

ANÚNCIO

O mercado financeiro nos dias atuais

A cada pesquisa na internet, a busca incessante de novas plataformas, ações e mercados a investir ganham grande importância. Especialmente, para aqueles que querem investir e multiplicar o patrimônio.

Inclusive, as opções são vastas. Dessa forma, há quem prefira apenas manter seu dinheiro nas poupanças de seus bancos. Mas, fazem isso sem notar que a taxa de juros que o mesmo aplica sobre o seu capital é inferior às taxas dos fundos de investimentos.

Aliás, a caderneta da poupança está tão ruim que perde para outros ativos. Por exemplo, o Tesouro Direto, Bolsa de Valores e até mesmo algumas Previdências Privadas.

ANÚNCIO

Em contrapartida, todas essas opções citadas anteriormente valem mais apena. Ou melhor, são mais eficazes para aqueles que possuem uma renda fixa a ser aplicada. Mas, e sobre os fundos multimercados, o que a gente pode falar deles? Vamos ao que interessa.

O fundo de investimentos em multimercado

Para falar desse assunto, nada melhor do que começar explicando como funciona o fundo de investimentos em multimercado, não é mesmo?

Portanto, saiba que ele surge visando uma variedade de opções para investimentos em um mesmo “pacote” ou em uma mesma “carteira”. Aliás, podemos dizer que são vários ativos, diversificados, em um mesmo fundo.

Dessa forma, o fundo de investimentos no multimercado possibilita ao investidor políticas diferenciadas com cada tipo de investimento.

Uma vez que existem várias categorias de investimento, as pessoas têm buscado o multimercado graças às suas particularidades e vantagens. Ademais, maiores rentabilidades têm apresentado menores riscos em comparação ao mercado de ações, que sempre é instável.

O bê-á-bá do fundo multimercado para iniciantes

Já para quem não conhece nada desse tipo de fundo, fizemos aqui uma espécie de bê-á-bá. Isto é, uma explica mais simples de como como funciona o fundo de investimentos em multimercado. Vamos conhece-lo.

Os usos ativos que compõem uma carteira apresentam liberdade para seus gestores. Portanto, quase sempre são fundos mais arriscados do que os da renda fixa comum. Assim sendo, não existe limitações quanto ao uso dos diversos recursos.

Aliás, a gestão do fundo multimercado seleciona os investimentos que melhor se encaixam com as necessidades do grupo. Por isso, não prevalece a identidade exclusiva de um único investidor.

Tão logo, existem algumas distintas estratégias. Abaixo, vamos falar sobre elas. E também vamos explicar, com mais detalhe, sobre a segurança de se investir nesse tipo de aplicação.

As estratégias dos fundos multimercados

Agora, você entende como como funciona o fundo de investimentos em multimercado, mas não sabe ainda como os recursos dele são aplicados. Este tópico é para falar disso. Veja algumas das estratégias que podem ser usadas.

O trading visa oportunidades a curto prazo no mercado. Já o macro permite operações em ativos de todas as rendas, fixa, variável, cambio e outras. Nesse caso, a ideia é buscar um plano de investimento de médio a longo prazo.

Tem também o long and short ou equity hedge. Com essa operação, os gestores trabalham com a análise da comparação entre as ações compradas e vendidas. Dá para escolher fundos que apliquem em moedas. Tendo assim a variância a dos juros e dos índices de preços.

Por último, tem o fundo multimercado livre. Esse fundo tem a liberdade de se adequar às necessidades particulares dos gestores para, assim, se enquadrar na melhor estratégia.

Saiba mais sobre os fundos multimercados:

A segurança dos fundos multimercados

Depois de conhecer as estratégias, vamos falar da segurança desse tipo de aplicação. Afinal, a gente sempre ouve falar que elas são arriscadas demais, não é mesmo?

Por isso, saiba que para investidores que buscam novos meios de investir e, sobretudo, acreditam no mercado, o multimercado é uma boa ideia.

Porém, para aqueles que são mais conservadores, o multimercado pode parecer instável. De certa forma, arriscado, pois não há como garantir que o investidor terá uma renda fixa. Por exemplo, é diferente do que acontece com quem prefere apostar no tesouro direto.

Outro ponto importante a ser lembrado é que, para investimentos nos fundos multimercados, não há a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Essa é uma instituição que salvaguarda o dinheiro do investidor, tanto nos fundos como nos próprios bancos.

Os rendimentos dos fundos multimercados

A volatilidade do risco pode assustar os investidores. Porém, a segurança de investir no multimercado que tem, como principal característica, as livres negociações. Inclusive, é justamente isso que atrai, a cada dia, novos investidores para as empresas.

Em consequência, um investidor pode aplicar o seu capital nas mais diversas naturezas. Dessa forma, ele garante que seu dinheiro não seja tão afetado caso alguma atividade do país, seja por ações políticas ou econômicas afetem seu investimento.

Tão logo, essa variedade de investimentos será bem-vindo para a carteira do investidor.

Quando existe uma tendência que possa prejudicar o seu dinheiro, o mercado faz de tudo para proteger seu investimento, transferindo seu capital para outras ações ou outros tipos de investimentos.

As vantagens do fundo multimercado

A gente já até citou alguns benefícios desse tipo de aplicação no tópico acima. Mas, para terminar o conteúdo sobre como funciona o fundo de investimento em multimercado, vamos às vantagens. Assim, você saberá se vale pena para você ou não.

Em quase todo prospecto desse tipo de fundo, vamos encontrar vantagens como: a escolha da liquidez, podendo ser alta ou baixa. Também dá para considerar o recebimento pelo gestor de acordo com o interesse e diversas estratégias disponíveis.

Outras vantagens são: administração especializada do capital, rentabilidade a médio prazo e a simplicidade, praticidade e diversidade de investimentos.

Por último, saiba que com a diversidade de ações, nacionais ou internacionais, o investidor tem a possibilidade de se aventurar nos mais diferentes investimentos, seja com renda fixa, moedas, ações, commodities etc.

ANÚNCIO