Aprenda como controlar o impulso de comprar analisando esses 5 sentimentos

ANÚNCIO

Você sabia que a compra por impulso é um dos principais motivos que levam muitos brasileiros a terem problemas financeiros? Mais do que isso, esse fato pode estar de inibindo de ficar rico, viu. Então, vamos ver como controlar o impulso de comprar.

Para isso, nós encontramos em livros focados na psicologia e no estudo das compras e do consumo os 5 sentimentos que mais fazem com que as pessoas gastem dinheiro sem precisar. Ou seja, comprando por impulso e não por necessidade. Isso acontece involuntariamente.

ANÚNCIO

Então, se você acha que está comprando demais aquela blusinha, aquele álbum de figurinhas ou qualquer coisa que não tenha tanta urgência assim, continue lendo. Inclusive, as dicas aqui são valiosas até mesmo para os períodos de isolamento, onde ficamos com mais tempo hábil.

Os gatilhos de consumismo

E apenas para você se inteirar do que estamos falando, se um dia você quiser estudar mais afundo esse assunto, saiba que pode procurar por “gatilhos de consumismo”, que tem tudo a ver com esses 5 sentimentos que trouxemos aqui.

1 – TÉDIO

Essa pandemia do coronavirus tem apresentado esse sentimento como maior incentivador das compras por impulso. Afinal, em casa, isolados, só vendo TV, muita gente tem optado por comprar mais coisas, pelos aplicativos. Mesmo que isso não seja algo tão necessário assim.

ANÚNCIO

As compras por tédio acontecem mesmo com as lojas fechadas. Afinal de contas, nada como pegar o celular, baixar os aplicativos das lojas e ver que você tem lá um montão de promoções imperdíveis, né? Com descontos incríveis, frete grátis e tudo mais. Isso é bem atrativo.

Então, para sair do tédio, muita gente tem optado por inserir o número do cartão de crédito em sites e apps de lojas para receber em casa aquela blusinha, aquele short, aquele boné que não são tão importantes assim.

2 – FOME

A fome é outro sentimento que pode nos fazer como controlar o impulso de comprar. Logo, também usando esse momento da pandemia, que tal começarmos a comer mais corretamente, de tempos em tempos? É uma boa ideia para evitar a fome.

Em caso contrário, a gente vai querer baixar o iFood ou Uber Eats, o Rappi ou qualquer outro aplicativo que entrega comida em casa. Inclusive, a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos apontou que as pessoas têm impulso consumistas pela fome, isso em 2015.

Logo, o estômago vazio pode ser um fator que esteja fazendo você gastar mais do que deve. Ah, e tem um detalhe: além das comidas, muita gente acaba comprando também outros produtos, desde roupas até itens para casa.

3 – TRISTEZA

A tristeza também é um dos fatores que mais incentivam as compras sem necessidade. Logo, ela pode levar muita gente a gastar todo dinheiro que ganha e até mesmo o que do cartão de crédito com bobagens ou itens pouco importantes.

A gente sabe que a tristeza tem dominado muita gente nesses dias. Mas, saiba que nada vai substituir aquela conversa amigável com um parente, um amigo, um psicólogo. Nem mesmo as compras nos sites do exterior ou no Magazine Luiza.

Inclusive, esse é um assunto que sempre está sendo publicado na internet, por especialistas em finanças, que ensinam métodos para evitar gastar dinheiro por conta da tristeza. Afinal, isso pode te deixar mais triste ainda no fim do mês. Há um vídeo muito bom que fala disso:

4 – DOR DE COTOVELO

A gente usou essa expressão mais popular para falar de um sentimento que você conhece bem. O fato é que todo mundo já ficou com dor de cotovelo ao ver uma imagem no Instagram ou no Facebook. E para compensar isso, o que fazemos? Compramos! O que é um erro grande.

Por isso, saiba que nas redes sociais estão apenas o lado bom das coisas e da vida. Por isso, você não tem que ficar com dor de cotovelo. Além do mais, comprar isso ou aquilo não vai te fazer ficar mais alegre – só na hora da compra, quando vem a conta não.

Sendo assim, se você ainda não notou que está comprando por dor de cotovelo, faz o seguinte: se pergunte sobre a necessidade da compra antes de colocar o produto no carrinho. Se ver que ela não é necessária, então, é porque você não tem que comprar, ok?

5 – AUTOESTIMA

O próximo dos sentimentos que também foi incentivado pela crise mundial tem a ver com a autoestima. Sendo assim, tem muita gente que está triste com o relacionamento, com o próprio corpo, com a família e por isso acaba comprando mais e mais.

A gente nem precisar que isso é bem ruim, né? Então, como controlar o impulso de comprar? Nesse caso, uma boa dica é você entender que esse momento exige atitudes diferentes. Realmente pode ser que não estamos na melhor fase.

Porém, comprar não vai resolver isso. A gente precisa se manter firme e evitar o consumismo para que não tenhamos problemas financeiros para quando toda essa fase ruim passar. Deixe de lado o cartão de crédito e aproveite um bom livro, um game, uma série.

O que fazer na quarentena

Agora, se você quer deixar de ser alguém consumista nessa quarentena, que tal você aprender a fazer coisas diferentes e mais produtivas? A gente já fez alguns conteúdos sobre isso. Por exemplo: 5 livros para empreendedores para ler na quarentena.

como controlar o impulso de comprar

E também já citamos alguns audiobooks, que são aqueles livros que podem ser escutados. Incrível, né? Saiba onde encontrar esses 7 audiobooks de finanças pessoais. E falamos sobre como “organizar metas financeiras pessoais em 6 passos durante o isolamento”.

ANÚNCIO