Leia todos esses passos sobre como administrar as finanças do casal

A gente vai começar a matéria com uma informação que pode ser muito triste para você: saiba que a falta de administração do dinheiro pode acabar com os casamentos. E isso está comprovado em pesquisas. Por isso, aprender como administrar as finanças do casal importa.

E importa especialmente se você se preocupa com a sua relação e quer que ela seja mais duradoura. Curiosamente, esse problema financeiro está entre as 3 principais causas do divórcio no país, sendo que, muitas vezes, pode ser solucionado de forma simples.

O que trouxemos abaixo não é um guia sobre como se comportar no casamento. Longe disso, a ideia é mostrar como algumas mudanças de hábitos ou detalhes do dia a dia podem ser importantes para a relação do casal, do ponto de vista do dinheiro, claro.

Assim, você verá que falar sobre o tema é o primeiro passo e que pensar em conjunto pode ser o grande aliado do casal para uma vida mais rica.

O diálogo

Conversar sobre dinheiro, de fato, é um dos fatores determinantes que respondem a dúvida sobre como administrar as finanças do casal. Muitas pesquisas mostram que quanto menos se fala de dinheiro em casa, então, mais chances de as brigas acontecerem.

Assim, essa conversa pode ser sobre tudo, tudo mesmo. Por exemplo, a conversa na hora de pensar em objetivos juntos, sobre separar as contas de conta e tudo mais o que envolver o dinheiro. Até mesmo porque o casamento envolve dividir e compartilhar opiniões, não é?

As contas

Uma das maiores dúvidas das pessoas é sobre a conta do casal. Será que ela deve ser em conjunto, separada, compartilhada? Saiba que aqui não há uma resposta única ou certa para todo mundo. No entanto, há sim maneiras de conseguir encontrar tal resposta.

Como? Seguindo as dicas abaixo, que falam da organização, planejamento e muito mais.

A organização

Agora, falaremos da organização do casal para o pagamento das contas. Inclusive, você pode até achar isso injusto demais. Porém, saiba que o ideal é que apenas uma pessoa fique responsável por pagar as contas em dia, mesmo que o dinheiro venha de ambos.

Obviamente, o motivo é um só: a organização. E temos que concordar que quase sempre vai ter alguém do casal que vai ser mais organizado com isso. Assim, a ideia é justamente evitar os atrasos e concentrar os pagamentos. De todo modo, ambos devem participar do orçamento.

O planejamento

E já que falamos do planejamento, considere que ele também é importante. Nesse caso, porém, ambos devem participar de forma ativa dele. Afinal, o planejamento não é apenas sobre criar sonhos ou algo parecido com isso.

Mas, também envolve se planejar para pagar as contas, criar as metas, pensar no futuro. Ou seja, se estamos falando de um casal, ainda que seja formado por indivíduos diferentes, saiba que é sempre preciso ter um consenso entre ambos. Isso inclui o planejamento financeiro.

As prioridades

A partir do planejamento, agora vem outra boa dica para quem quer saber como administrar as finanças do casal: sobre as prioridades. É legal o casal falar disso porque muitas vezes um pode achar que é melhor viajar e o outro pensa em quitar as dívidas.

Saiba que não estamos falando que tem um certo e outro errado. No entanto, é sempre que isso fique claro para ambos: afinal, o que o casal tem como prioridade na vida financeira? Nesse caso, dá para pensar além de metas, mas estudar o que tem que fazer primeiro.

Os gastos

Uma das prioridades pode ser a de pagar as contas atrasadas e as dívidas. Outra pode ser sobre viajar no fim do ano. Pode existir ainda a festa de casamento, a troca do carro e assim por diante. No entanto, para que tudo isso aconteça, vocês vão precisar de controlar gastos.

Ou seja, esse também é um ponto importante na vida do casal. Até mesmo porque quando a gente fala sobre economizar dinheiro ou reduzir gastos, muita gente fica com o cabelo em pé. “Não dá para cortar nada”. No entanto, essa é a saída mais viável para realizar prioridades.

Os investimentos

Essa administração do dinheiro também envolve os investimentos. Curiosamente, para quem não sabe ou não estudou isso ainda, considere que estamos falando de “meios” para se chegar até os objetivos. Inclusive, são meios bastante interessantes porque rendem juros.

O legal é que dá para criar investimentos para vários fins, como para viagens, reserva, carro, casa, casamento, etc. No fim das contas, o investimento tem que ser condizente com o objetivo. Inclusive, ele pode impulsionar e agilizar o acúmulo de patrimônio do casal.

A educação financeira

E para finalizar tudo o que falamos até aqui sobre como administrar as finanças do casal, a gente não pode deixar de lado a educação financeira. Ou seja, ainda que um dos dois seja mais interessado pelo assunto, saiba que ambos deveriam buscar o conhecimento.

Logo, pense em fazer cursos online gratuitos ou até mesmo ver as lives do Instagram, ler livros e participar de palestras com esse tema. Assim, quanto mais conhecimento, maior será a facilidade de realizar sonhos em conjunto.

Referências

como administrar as finanças do casal
Happy young couple paying bills together and managing budget, sitting on the sofa and using calculator and laptop

Por curiosidade, saiba que esse texto sobre como administrar as finanças do casal foi baseado em outras matérias que fizemos há algum tempo. Entre elas, “como organizar as finanças do casal com salários diferentes” e “3 passos para um casamento feliz”.

Uma matéria é de 2018 e a outra é de 2020. Assim, o que nós fizemos foi justamente unir os conceitos, os ensinamentos e atualizar tudo para essa matéria, que ficou bem mais recheada.