Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais

Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais

 

Hoje nós vamos conversar sobre o que é Independência Financeira. Mas, antes de explicar como alcançá-la, precisamos passar pelo conceito e pela compreensão sobre o que é, de fato, a Independência Financeira. Já de cara, então, acreditamos que muitos de vocês já devem estar se perguntando: “Eu não sei bem, ao certo, o que é isso, Trovó, mas, suspeito ser algo muito bom”.

E você tem razão! Com certeza, é. E, basicamente, ser independente financeiramente significa você receber dinheiro suficiente para pagar as suas despesas e sobrar dinheiro ao final do mês, sem precisar trabalhar ou mesmo sempre precisar estar no ambiente de trabalho onde a receita financeira é gerada.

Um exemplo para vocês entenderem bem esse conceito, pessoal: imagina uma pessoa, ou melhor, uma família que tem um gasto ao redor de 4 mil reais todo mês e recebe de aluguel 5 mil reais, de imóveis que ela adquiriu durante a sua vida. Ela não precisa estar lá no ambiente para receber o aluguel desse imóvel, certo? Ele pode estar viajando, passeando… Que, mesmo assim, todo mês o dinheiro pinga na conta dele, desde que o inquilino, é claro, não dê dor de cabeça.

Informação Extra! Já que tocamos no assunto da Casa Própria, o que vocês acham que compensa mais: Financiar a Casa Própria ou Alugar uma Casa? Para que você possa ter essa resposta, você vai precisar entender algumas coisas. Vou colocar algumas vantagens e desvantagens de ter a casa própria financiada e morar de aluguel. E, em cima disso, a gente vai criar uma linha de pensamento… A resposta, você encontra nesse link! 

Outro exemplo de independência financeira é: você criar um negócio online, de vendas de produto pela internet, que mesmo você estando dormindo, esse dinheiro cai na sua conta. Aliás, Quer ganhar dinheiro em casa, dormindo ou com uma franquia? Veja essas dicas de negócios… Foi essa a matéria que publicamos recentemente nos últimos dias e que gerou muitos comentários. Leia!

Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais
Reprodução: PixaBay

Então , ser independente financeiramente não significa, obrigatoriamente, ter que parar de trabalhar, mas, na verdade, você até pode continuar trabalhando, mas é porque você quer e não porque você precisa. E essa é uma grande diferença de quem é independente financeiramente.

Agora, vamos citar, rapidamente, algumas formas de chegar ao primeiro 1 milhão. Temos certeza de que a maioria você já conhece, mas nem todas…

  1. Casar Bem: Achar alguém que te sustente e te paparique, principalmente para os homens de plantão, né? Apesar de que ter uma mulher que tenha dinheiro, que seja milionária, não é para qualquer um, você tem que ter o dom da conquista. Para mim, esse caminho não serviu, eu não nasci com esse dom de conquista, tá? Se pra você também não, esse tópico não te interessa, vamos para a outra alternativa.
  2. Ter uma boa herança: Só que aí é o seguinte: tem que ser suficiente para durar enquanto você torra tudo. É isso mesmo que, provavelmente, vai acontecer. Como o dinheiro veio fácil, provavelmente, vai fácil também e você não tem preparo para conseguir administrar esse dinheiro. “Oh Trovó, eu não tenho parente rico”. Perfeito, sem problema nenhum. Outra alternativa.
  3. Ter a sorte grande e ganhar na loteria: “Nossa Trovó, ganhar na loteria está muito difícil. Eu não ganho nem frango em bingo”. Bom, eu parti do mesmo grupo que você. Também não tenho muita sorte com isso. E agora? Bom, agora tem mais uma alternativa, que é a quarta. E que é a que eu acredito e a que eu vou prepará-lo para que você também consiga atingir seu primeiro 1 milhão. Qual a alternativa 4?
  4. Ter um planejamento e estudar! Muito, não é pouco não. Tem que estudar muito e aplicar o seu dinheiro para receber juros. O objetivo é parar de pagar juros e começar a receber.

O que fazem os Ricos e o que fazem os Pobres?

Tem uma pesquisa que foi feita nos Estados Unidos com 2 pesquisadores: o Thomas Stanley e William Danko. Por 20 anos eles estudaram a fundo algumas pessoas que se tornaram independentes financeiramente. E descobriram comportamentos e pensamentos muito parecidos com quem já se enquadrava nesse grupo.

Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais
Reprodução: PixaBay

Dentre os pontos de maior destaque da pesquisa do Stanley e do William, selecionamos esse: 82% das pessoas que atingiram um milhão de dólares começaram do zero, do zero. Ou seja, não eram ricos, não casaram com mulheres ricas, não ganharam na “sena” e nem herdaram fortunas.

Portanto, há uma luz no fim do túnel. Só para vocês terem uma ideia, aqui no Brasil, aproximadamente, 20 pessoas por dia atingem 1 milhão de reais, segundo a revista “Exame”. Não parece ser muito esse número né, mas isso dá aproximadamente 7 mil pessoas por ano. Se a gente considerar uma população aproximadamente 230 milhões de pessoas, vai levar em média 300 anos para que apenas 1% da população atinja 1 milhão de reais.

E então, o Stanley e o Danko, dentro da pesquisa deles, classificaram as pessoas em 2 grupos. O que eles perceberam na pesquisa? Que o que diferenciava um grupo de outro é a forma com que eles pensavam e agiam! Esses 2 grupos eram: o das pessoas que agem e pensam como ricos e o das que agem e pensam como pobres.

Eu vou deixar bem claro que agir e pensar como rico e agir e pensar como pobre não tem nada a ver com a pessoa ser rica, pobre ou paupérrima. A pessoa pode ter nascido em um lugar extremamente humilde, ela não teve culpa, mas a forma de pensar dela é que pode fazer ela crescer, tá? Então vamos lá.

Grupo 1, das pessoas que pensam e agem como ricos! 

O primeiro ponto importante que vocês tem que saber do grupo 1 é que é nesse grupo que vocês tem que estar, tá? A forma de pensar, pessoal, é o 1º passo para se chegar no primeiro 1 milhão. Selecionamos alguns pontos que são comuns entre essas pessoas! Confira!

1 – Elas não ostentam. Ou seja, gastam menos do que recebem e sempre poupam, no mínimo 10%, do que ganham. “Trovó, eu não consigo guardar dinheiro”. Tá, esse é o primeiro passo: e você vai precisar guardar, tá?

Como é que faz para guardar 10% do salário? Veja no link abaixo!

Aprenda a Poupar 10% do seu Salario… É a hora de receber juros!

Isso é crucial, pessoal! Poupar 10% do salário, a partir de agora, é condição fundamental para que vocês consigam crescer.

“Você falou que o pessoal não ostenta, Trovó”. Sim, não ostentam. “Ah, mas está cheio de rico aí com carrão, com casão”. Essas pessoas não pensam como milionários, apesar delas serem milionárias. Então qual a diferença? A diferença é que, via de regra, são pessoas que tem um talento, fora de série, tá? Pode ser um artista, um jogador de futebol, etc.

E tem a sorte grande de achar um empresário que consiga alavancar a carreira dessa pessoa. Aí, o que acontece? A carreira é curta e ela ganha muito dinheiro por um período muito curto de tempo. E quando a carreira termina, ela não tem preparo para conseguir se manter, para conseguir sustentar esse padrão de vida que ela conseguiu, tá? Então quando tem ostentação, via de regra, você está rasgando dinheiro.

2 – Essas pessoas procuram por estudos sobre finanças, já que isso não é ensinado na escola, infelizmente. Eu sou da opinião que isso deveria ser dado desde do ginásio, a partir da 5º série, tá? Inclusive, falo um pouco disso na matéria descrita abaixo:

4 Coisas Sobre o Dinheiro que Deveriam ser Ensinadas na Escola

Então, o que eu aconselho à vocês, pessoal, é que encham o baú de conhecimento. Saber sobre finanças é primordial. “É muito chato esse assunto, Trovó”. Concordo, mas eu vou tentar, de uma forma bem humorada e com linguagem bem simples, despertar esse interesse em vocês, tá? Continue nos acompanhando aqui no blog e aprenda um pouco a mais, a cada dia!

3 – Esse grupo odeia pagar juros, eles odeiam. O que eles fazem, então, para suprir isso? Começam a receber juros. Então, ao invés deles emprestarem dinheiro do banco, eles emprestam dinheiro para o banco, tá? Ou emprestam dinheiro para o governo. “Ah Trovó, tem que ter muito dinheiro pra fazer isso, como é que eu vou emprestar dinheiro para o banco, como é que eu vou emprestar dinheiro para o governo?”.

O Tesouro Direto é o melhor exemplo para responder essa dúvida, afinal de contas, com apenas 30 reais você se torna um investidor e empresta dinheiro para o governo! Aqui no blog, muito já falamos dessa opção de investimento que, inclusive, está sendo chamada de a Nova Poupança, porque ele tem a mesma garantia (ou mais), além de ter maior rentabilidade! Confira algumas notícias sobre o Tesouro Direto!

Pessoal, isso é muito simples de fazer. Tem técnicas para isso, estratégias para isso, que você não precisa ter muito dinheiro, tá? Basta ver as dicas das notícias acima e comprovar!

4 – Essas Pessoas compram imóveis, até mesmo financiados, tá? Até aí, sem problema. A questão é que o imóvel que elas adquirem é, no máximo, 3 vezes o valor da receita anual do salário, tá? Acima disso é ostentação.

Então, ó, vou dar um exemplo numérico para vocês entenderem: Se o sujeito ganha uma salário líquido de aproximadamente 3 mil reais por mês… [Por que eu falo líquido? Porque vai ter imposto de renda, etc, etc, etc, tá?] Então, se ele ganha 3 mil, a gente multiplicar isso por 12 (ano). Nesse ano, ele teria recebido 36 mil reais, portanto, o valor máximo da casa que ele poderia adquirir seria 36 vezes 3. Então, seria um imóvel de 108 mil reais.

Então, para quem ganha 3 mil reais líquido, o valor máximo do imóvel que ele poderia financiar seria de 108 mil reais. No entanto, esse valor é o que você deve ter em mente, porque, na verdade, os bancos e financiadores aumentam um pouco mais esse limite, confira aqui: Saiba qual deve ser a Renda Mínima para Financiar um Imóvel!

5 – Pessoas ricas (ou com pensamentos ricos) investem em ações! Pessoal, esse é o famoso “pulo do gato”, afinal, 99% dessas pessoas investem em ações. E aqui não tem chororô: ou você aprende a fazer esse tipo de aplicação ou jamais vai conseguir chegar lá, tá?

Risco não se evita, se administra.

Lembrando gente, que essas atitudes não aparecem apenas depois que essas pessoas alcançaram a independência financeira. Elas chegaram à riqueza porque pensaram assim, mesmo antes de terem esse dinheiro. Se você ainda tem dúvidas de como fazer para investir no mercado acionário com segurança, e sem correr risco, acesse nosso curso, que é GRATUITO:

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

E agora, a gente vai falar do outro grupo, do grupo 2: pessoas que agem e pensam como pobres, tá? Lembrando que essa pesquisa do Danko e do Stanley levou mais de 20 anos. Vamos ver, vamos conhecer um pouquinho então do grupo 2.

Grupo 2, das pessoas que pensam e agem como pobres! 

1 – Esse tipo de pessoal gosta de ostentar muito! Elas compram imóveis muito acima dos 3 vezes a receita anual. Querem um exemplo? A pessoa ganha 5 mil reais por mês, tá? Então, no ano ela teria ganho 60 mil reais, aí ela vai lá e financia uma casa de 600 mil reais. É 10 vezes mais o que ela ganha no ano. Isso é ostentação, tá? Não precisa disso.

É o mesmo de quando a gente fala de carro, a gente tem que comprar por etapas. Você não sai comprando uma Ferrari logo que você começa a ganhar seu primeiro dinheiro. Comigo foi assim: meu primeiro veículo foi uma bicicleta, depois o segundo veículo foi uma mobilete, depois foi uma saveiro e foi crescendo aos poucos.

E já que o assunto é carro, nas últimas semanas, publicamos uma notícia muito (mas muito mesmo) interessante. Ela foi respondida em um vídeo do Trovó, que respondeu à um grande questionamento dos leitores: “O que compensa mais – Andar de Carro, de Uber ou de Táxi“? E você, sabe a resposta? Já parou para pensar nisso? Confira a resposta no link abaixo:

Carro Próprio, Uber ou Aluguel de Carro: O que Compensa Mais?

O imóvel deveria ser da mesma forma, mas as pessoas quando falam de imóvel acham que aquele imóvel é para vida toda e dão um passo maior do que a perna e financiam um imóvel que está muito além da sua finança, tá?

E agora a pergunta: “Para que você quer comprar um imóvel luxuoso?” É para você morar bem ou para mostrar paras as pessoas que você mora bem? Isso é um ponto que vocês têm que prestar bastante atenção e refletirem, tá?

2 – Essas pessoas odeiam estudar finanças. Aqui, nesse grupo, os programas assistidos são todos aqueles sensacionalistas e as novelas. E, vamos combinar, até aí tá tudo certo, está bem? O humor faz parte da nossa vida, desde que isso não se torne rotina porque qualquer tipo de rotina, pessoal, atrapalha o raciocínio, tá? Então, literalmente, use com moderação!

3 – As pessoas com pensamentos pobres não emprestam dinheiro para o banco, eles emprestam dinheiro do banco. Então estão sempre devendo, sempre com dívidas, aumentando cada vez mais, tá? Essa é uma diferença muito básica: uma coisa é você receber juros e outra, bem distante, é pagar juros!

Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais
Reprodução: PixaBay

Tá, vamos exemplificar as coisas! Pense no cartão de crédito… Já ouviu dizer que o Brasil é o país que tem o maior valor de juros dessa opção de compra? É absurdamente alto. (Leia Isso: Cartão de Crédito já tem juros altos e agora ainda terá o preço diferenciado… Entenda essa história)!

E o cheque especial, então… Você já parou para pensar que de Especial ele não tem nadica de nada? Confirme: Cheque Especial é a 2ª linha de crédito mais cara do país!

4 – Essas pessoas querem resultados imediatos. Elas não têm paciência e nem constância de propósito. O que é constância de propósito? Começa uma coisa e primeira dificuldade, para, desiste. Pula para a próxima: começa um negócio, dificuldade, para e desiste. Isso é um ciclo vicioso porquê quer resultado de imediato.

Na verdade, é a mesma coisa que acontece no futebol. Pensa aqui ó: você é diretor de um clube de futebol, então você contrata um bom técnico e seleciona os melhores jogadores, na sua visão, para compor o elenco. Daí que, mesmo tendo os melhores jogadores, dificilmente você vai conseguir ganhar todos os primeiros jogos. Por que? Porque é preciso entrosamento!

Apesar de você conhecer as características de cada jogador, você precisa saber como eles vão se comportar em equipe. E mais do que isso, né, você precisa ver o quanto eles vão render dentro de campo. E, mais ainda disso, eles precisam se conhecer dentro das 4 linhas, combinar as jogadas. Então, mesmo tendo uma boa estratégia, você vai precisar de um pouco de tempo para que seu time comece a gerar bons resultados, até chegar ao título.

Essa é apenas uma das lições que o Futebol pode nos ensinar sobre o Mercado Financeiro! Veja as outras 6:

7 lições que o futebol pode nos ensinar sobre finanças

Conclusão: Para chegar no primeiro milhão não é de uma hora para a outra, tá?

Para Saber Mais – Trading Esportivo: O que é e o que isso tem a ver com a Bolsa de Valores?

5 – As pessoas que deixam o pensamento pobre sobrais, são, normalmente, mesquinhas e costumam ter um comportamento egoísta. Quando aprendem algo, por exemplo, elas guardam à sete chaves e não compartilham isso com as pessoas que estão ao seu redor.

Gente, conhecimento foi feito para ser compartilhado, tá? Tem que passar conhecimento.

6 – E a grande desvantagem dessas pessoas é que estão sempre pagando parcelas de coisas que não geram receita nenhuma, tá? Então, a pessoa paga uma parcela de algo que vai depreciar ao longo do tempo, ou seja, vai perder valor e depois vai vender por um preço muito mais barato. Então, compra muito mais caro e vende muito mais barato.

Um exemplo é financiar um carro. O carro tem essa característica: quando você compra, você já perde dinheiro. Se você comprou financiado, você pagou juros absurdos. E daqui 4 ou 5 anos, quando você for vender esse carro, o preço do carro despencou por causa da depreciação.

É triste, né pessoal, saber que a grande parte da população mundial, infelizmente, se encaixa no grupo 2. Mas, a boa notícia é que agora vocês podem identificar em qual grupo vocês pertencem e querem pertencer. E ainda dá tempo de chegar lá, só precisa mudar de atitude.

Não desanimem, lembrem-se que 82% das pessoas que atingiram seu primeiro 1 milhão começaram do zero. A seguir, então, eu quero mostrar para vocês um resuminho das etapas que vocês terão que ultrapassar para poder chegar no seu primeiro 1 milhão.

7 Passos Para Atingir a Independência Financeira

Aqui, pessoal, tem uma sequência de barreiras que vocês vão ter que passar, tá? É o que a gente chama de muros para conquistar a independência financeira. Vocês precisam observar em qual muro vocês se encontram. E é importante que vocês percebam aonde que vocês vão ter que chegar, tá?

1 – Dívidas totalmente descontroladas

Essa é a situação mais crítica e, por isso, é também o primeiro passo. Se você tiver aqui, vai ter que tomar uma atitude urgente! Dívidas totalmente descontroladas. Esse é o nível mais baixo. Sem problemas nenhum em ter dívida, mas, a partir de agora, tem que se disciplinar para poder pagar a dívida, tá?

“O que é uma dívida sem controle, Trovó?” Vamos colocar números para vocês entenderem. Vamos supor que você ganham 2 mil reais por mês e tem um dívida de 20 mil reais, ou seja, a dívida é 10 vezes maior do que o seu salário mensal.

Eu não vou considerar aqui financiamento nem de carro, nem de automóvel, tá? A dívida que eu falo é dívida de cartão de crédito, dívida com cheque especial.

O primeiro ponto é quitar essa dívida. No nosso site – Trovó Academy.com – tem dicas de como quitar dívida, depois vocês acessem, tá? Aliás, vamos ser práticos! Selecionamos as principais notícias sobre “Como Sair das Dívidas“, acompanhe:

“Pô, Trovó, não estou nesse nível de muro. Eu tenho dívidas, mas eu tenho controle sobre minhas dívidas”. Tá, então você está no segundo passo.

2 – Você tem dívidas, mas são dividias controladas

Aqui entra financiamento de carro, financiamento de casa. “Trovó eu ganho meus 3 mil reais por mês, uma boa parte desse salário vai para financiar a casa e o carro, mais sobra dinheiro. Eu não fecho o mês no vermelho”. Tá. Perfeito. Então você já passou de uma fase mais complicada, mais ainda se mantém em um nível que tem dívida.

A pergunta é: será que o financiamento desse carro e dessa casa estavam dentro do seu orçamento? Será que você seguiu a regrinha dos 3 vezes o salário anual?

“O Trovó eu não tenho dívida nenhuma”. Ponto. Já passou mais um muro. Qual é o próximo muro? Você ganha razoavelmente bem e gasta muito, mas você não tem dívida, mas também não consegue guardar dinheiro todo mês.

Como Pensa Quem Alcançou o 1º Milhão de Reais
Reprodução: PixaBay

3 – Você não tem dívida, mas também não consegue guardar dinheiro todo mês

Aqui também tem uma técnica, lembra o que eu falei pra vocês? Poupar 10% do salário é primordial. Tem que aprender a poupar. “Ah mais não dá Trovó, eu gasto muito”. Lógico que dá. Com certeza, isso é coisas que vocês estão esbanjando.

Então, dá para conseguir poupar tranquilamente. Aprendeu a poupar 10% do salário? Sim. Não tenho dívidas? Perfeito. Qual é o próximo passo, agora? Conhecer indicadores econômicos.

4 – Conhecer indicadores econômicos

“Nossa isso aí é muito chato, eu não quero aprender isso”. Concordo, eu também tinha a mesma dificuldade quando eu comecei, odiava matemática, tá? Só que não precisa entender a fundo indicadores econômicos. Você tem que saber inflação, tem que saber SELIC, tem que saber poupança, coisas básicas.

Vamos fazer um teste: leia essas 3 manchetes abaixo e tente imaginar o quanto você conhece sobre cada tema central do assunto!

  1. A Taxa Selic Despencou! O Que Acontece Com A Renda Fixa?
  2. Você tem dinheiro na poupança? Descubra como investir melhor
  3. Investindo em Renda Fixa – Na prática

E aí, já sabe qual é o “papel” da Taxa Selic? Conhece tudo sobre a poupança, incluindo a rentabilidade anual dela? E as Rendas Fixas, já ouviu falar? Pois é, sinto-lhes informar que… Esses são assuntos básicos do mercado de investimentos, então, você precisa ficar por dentro o mais breve possível!

E, a partir daí, aprender a comparar os investimentos, tá? Isso também é muito tranquilo de fazer. A gente também tem e-book sobre isso, ensinando de forma simples e bem humorada toda essa parte de indicadores econômicos. Domina isso aí? Perfeito.

5 – Começar a Investir

Agora sim você vai começar a investir. Então, olha o perigo: geralmente as pessoas começam a investir para querer pagar dívida e aí é onde desmorona o patrimônio, tá? Porque vai gerar desespero. Você precisa conseguir arrecadar dinheiro de algum lugar para poder pagar a dívida. Sabe o que que acontece? Vai pra falência rapidinho.

Então, mercado financeiro não tem nada a ver com dívida, tá?

Para você fazer o patrimônio crescer, primeiro, você tem que estar com a sua saúde financeira toda quitada. Então, se não tem divida, poupa 10% do salário, entende o mínimo de indicador, a partir de agora você vai investir.

Qual é o próximo muro então? Renda fixa, tá?

6 – Renda Fixa

O que é a renda fixa: é emprestar dinheiro para o governo ou emprestar dinheiro para o banco. Tem várias estratégias, vários artigos que a gente pode fazer isso, tá? Eu não vou entrar em detalhes, mas isso é um ponto que vocês vão precisar ter, tá?

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

6 – Renda Variável

E a partir daqui, renda variável. O que é renda variável? Ações. Percebam onde estão as ações, ó, está lá na frente. Eu tenho que passar por todos esses muros para que eu consiga chegar lá, tá? Nessa fase aqui, o que o pessoal pensa? Vou aprender uma estratégia através de um livro ou DVD e vou começar a investir. Vocês vão ver que isso é totalmente errado. Dependendo do capital que você tem, é um tipo de estratégia, tá?

Depois que você dominou, o seu patrimônio começou a crescer, aí aparece um outro muro que é que a gente chama de grande tacada. O que é a grande tacada? É uma estratégia específica que você vai usar para alavancar seu patrimônio.

7 – Estratégia específica

Mas, para fazer isso, você vai ter que estar dominando bastante o mercado financeiro. E, após você ultrapassar esse muro, você consegue ser independente financeiramente e muito provavelmente já alcançou seu primeiro 1 milhão.

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

Mas ó, antes de vocês irem embora, tem algo importante que eu quero dizer a você. Se você estiver fazendo qualquer coisa agora, além de assistir essa palestra, pare por 2 minutos porque isso aqui realmente é importante.

Nós temos um treinamento destinado para algumas pessoas que querem trilhar o mesmo caminho que eu trilhei. Não é simplesmente um curso, tá? Porque eu acredito que é necessário um acompanhamento mais próximo.

Se você ainda tem medo de investir na Bolsa de Valores, precisa conhecer o nosso Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos! Antes de mais nada, fique sabendo que ele é gratuito e não vai te tomar muito tempo, aliás, os vídeos são curtos e muito dinâmicos. Faça-o:

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

Um forte abraço gente, valeu.

Universidade Do Investidor: Novidade No Canal

Universidade Do Investidor: Novidade No Canal

Hoje temos um mega convite para você e para toda a sua família. O Trovó sumiu por uns tempos aqui do blog, mas foi por um bom motivo: dia 15 de março vai estrear um mega projeto de educação financeira! Anote aí na sua agenda É A PARTIR DO DIA 15 DE MARÇO!

Nós contamos com a sua colaboração!

É a partir do dia 15 de março, todos os dias, de segunda a sexta, às 20 horas, vai acontecer um mega projeto de educação financeira.  Vai ser um mega curso, que vai desde o básico, até o avançado.

Então, para você que tem vontade de investir dinheiro e só encontras as informações jogadas, fazendo com que parece que nada faz sentido… A Universidade do Investidor vai ser o seu primeiro passo, para você poder saber por onde começar! O foco é fazer com que você consiga atingir a sua independência financeira e comece a crescer em uma sequência lógica, tá bom?

Porque, como já vimos aqui no Blog, e com informações da S&P Ratings Services Global Financial Literacy Survey, mais de 3,4 bilhões de pessoas, do mundo todo, tem o que é considerado um nível baixo de educação financeira, sendo que o Brasil ocupa a 74ª posição do ranking global.

E, mais do que isso, uma pesquisa da PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), mostrou que mais de 60% das famílias brasileiras estão endividadas. Sendo, inclusive, que o cheque especial e o cartão de crédito são os principais causadores desse transtorno. Leia a notícia!

E daí, vale comentar ainda outra matéria que publicamos recentemente! “Problemas com Dinheiro é a principal causa dos divórcios”! No entanto, o que pouco se fala é que é possível ter uma noite de sono tranquila (e quente) com apenas algumas mudanças SIMPLES de hábito. Selecionamos 3 passos para você manter o seu relacionamento amigável, veja! 

Então, está feito o convite. Dia 15 de março, se inscreva! Convide os seus amigos, compartilhe esse vídeo e vamos fazer juntos um dos maiores projetos de educação financeira desse Brasil, tá bom?

Até o dia 15 de março.

Agora, antes de chegar o dia 15 de março… Se você já quiser ir aquecendo os motores, pode ler e ficar por dentro do assunto do dinheiro. Para isso, selecionamos 3 matérias super bacanas e que tiveram muitas visualizações no nosso canal. Confira aí e veja um pequeno resumo sobre elas!

  1. As 10 Melhores Maneiras de Ensinar Educação Financeira para os seus filhos! O seu filho já aprendeu a contar? Então, já está mais que na hora de falar para ele sobre o dinheiro também. Você, como responsável, não deve deixar isso se tornar um tabu. Ensinar o valor das coisas e o preço dos produtos é tão importante quanto mostrar o significado das moedas e de poupá-las. Ah, você ainda não sabe muito bem o que fazer, é isso? Continue Lendo…
  2. Falar em dinheiro ainda é um tabu para as mulheres? 5 Lições de Educação Financeira para elas! “Em âmbito internacional, a Revolução Industrial* tirou a mulher de baixa renda de casa e a levou para dentro das fábricas. Nesse novo ambiente ela passou a enfrentar as críticas da sociedade. Acusava-se o fim da família, com o aumento da promiscuidade, da infidelidade, entre outras questões”, afirma Lilian Rosa, historiadora e vice-presidente do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais. Continue Lendo…
  3. 7 Passos Para Atingir Sua Independência Financeira! “Trovó, você foi uma das pouquíssimas pessoas que conseguiu, praticamente do nada, ganhar dinheiro no mercado financeiro. Como é que você conseguiu chegar a um milhão de reais? Qual foi a sua trajetória? Cite quais são os 7 passos para conseguir atingir a independência financeira”. Continue Lendo…

Conteúdo Gratuito

Para ir além, você também pode ler o nosso e-book, que é todo gratuito e muito didático, na qual falamos sobre as opções e comparações entre as Rendas Fixas. Para quem não sabe, as Rendas Fixas são as melhores alternativas de investimentos migratórios à poupança. Assim, como você já deve ter notado, a poupança não está mais capitalizando o seu dinheiro, então, saiba que existam outras formas, como as Rendas Fixas.

Elas são conservadoras também e não tem riscos. Tem a cobrança de impostos e taxas, porém, mesmo assim, a rentabilidade é maior do que a da poupança! A questão é a que a Renda Fixa é para todo mundo, seja para o investidor profissional (que investe nela também, além das ações) ou seja para o trabalhador que busca, todos os meses, pagar as contas com muito empenho.

E, sem falar ainda, da objetividade dessas rendas que podem ser determinadas pelo seu perfil. Por exemplo, se você quer viajar daqui há 1 ano, ou comprar um carro em 2 anos, ou pagar a faculdade do filho daqui há 10 anos, ou comprar uma casa… Tudo isso, pode ser feito, e você só vai precisar investir um pouquinho por mês. E quando falamos “pouquinho” é pouquinho mesmo, a partir de 30 reais!

Largue de preguiça, conheça os benefícios da Renda Fixa! O ebook é gratuito, mas as informações são extremamente valiosas: Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo!

Da Redação

Investindo em Renda Fixa – Na prática

Investindo em Renda Fixa – Na prática

 

O pessoal pediu que eu mostrasse uma simulação de como investir em uma Renda Fixa na prática. Bom, a primeira dica, e como vocês sabem que eu bato muito na tecla é que vocês evitem investir em Renda Fixa através do banco de vocês.

Porque no banco… Primeiro, vocês só vão saber a taxa que o seu banco está pagando e nunca o do banco concorrente. Porque o seu gerente jamais vai falar: “Olha, a Renda Fixa minha está pior do que a do banco A, B ou C”. Não vai falar isso. E, segundo: tem uma comissão, que o gerente vai receber.

Leia Também: Serviços, Taxas, Pacotes, Contas Grátis, Gerentes… Veja um Guia Completo de como se comportar com o seu banco!

Então, é importante que vocês tenham conta em alguma corretora, pode ser qualquer corretora, tá? Temos várias hoje. Na verdade, o que essa corretora faz? Aqui eu vou usar a XP Investimentos como exemplo. Primeiro que hoje ela é o maior shopping financeiro que existe.

Então, ela consegue, vamos dizer assim, ter um leque onde mostra todos os tipos de Renda Fixa que existe. (Descubra quais são os tipos de Renda Fixa). Então, a gente consegue comparar diversos bancos, mesmo que eu não seja correntista de nenhum desses bancos.

Eu, tendo conta na XP, consigo Investir em Renda Fixa de qualquer banco.

Então, é super tranquilo, super fácil. Basta eu abrir uma conta na corretora, vou enviar a documentação, comprovante de endereço, comprovante de CNH. Tudo isso pode ser feito online, tá? E, uma vez que o cadastro for aprovado, super rápido, em 2 ou 3 dias você já tem a conta aprovada.

Corretora de Investimentos – Como Escolher a Melhor para Você: Eu falo por experiência, se colocar um capital mais alto lá e a corretora trava ou dá um problema na hora de executar uma ordem, você dança. Por isso eu digo que o barato sai caro. O preço de uma corretora não é critério e tem que ser qualidade de serviço, confiabilidade do assessor e uma corretora que tenha lastro, isso é o mais importante. Leia Mais!

Vocês vão receber login e senha pra entrar no site. Vão entrar no site. Aqui eu estou usando a XP como exemplo porque é a que tem mais oportunidades. Mas vocês podem estar usando qualquer corretora, mas, de preferência, não invistam via banco, conversando com o gerente tête-à-tête. Porque vocês vão tá limitado a rentabilidades muito pequenininhas, tá?

Antes de a gente ir pra Renda Fixa: Nós estamos em Janeiro de… Fevereiro já! Nós estamos em Fevereiro de 2017. Hoje, quais são as melhores Rendas Fixas que têm?

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

Se você for investir em um CDB com a intenção de sacar qualquer momento, que é chamado CDB liquidez diária, o ideal é que essa rentabilidade do CDB seja acima de 101% do CDI. Então o CDB acima de 101% do CDI eu posso estar aplicando. Rende mais do que a poupança, mesmo pagando imposto de renda. Isso se o objetivo for você ficar pouco tempo investido.

Se o objetivo for ficar mais de 1 ano investido, aí a gente tem o CDB, LCI ou LCA. O CDB é ideal para quem vai ficar mais de 1 ano, tá? O ideal é, no máximo, você fique 3 anos investido. Nunca mais do que 3 anos. Porque, a nossa economia muda muito, né, as taxas mudam muito. Então, 3 anos eu acho que é um período limite.

Então, pra quem vai investir em um prazo maior, para o CDB é ideal que consiga acima de 115% do CDI para prazos longos. 115% do CDI. Abaixo disso não é legal. LCI ou LCA o ideal é que você consiga acima de 94% do CDI. Se não tiver isso aí. Aguarde. Tá bom?

“É toda corretora que oferece isso?”

Não. Por isso tem que tomar cuidado. Eu estou aqui na XP porque ela que oferece o maior número de oportunidades. Ela compara diversos bancos. Primeiro, eu vou olhar aqui o CDB. Então eu já sei que se for para um prazo longo tem que ser acima de 115% do CDI. Então, eu venho aqui nas opções que tem e vou colocar CDB. Cliquei no CDB. Vamos procurar, agora, a Taxa.

Primeiro eu vou na taxa. 111. IPCA. Ó, pra quem vai utilizar a inflação como referência. “Pode ser utilizado?” Pode. O ideal é IPCA+ 7,5%. IPCA+ 7,5% é legal. Não tem IPCA+ 7,5. Tem IPCA+ 7.1, IPCA 6,95. Opa. 116% do CDI. Show de bola. Vencimento 2019. 2 anos. Valor mínimo: 1 real. Pô, tranquilaço.

Basta eu transferir dinheiro para a corretora.

Vocês vão receber no cadastro como faz isso e apertar aplicar. Pronto. Simples assim. Em 2019 no dia 21 de julho, o dinheiro volta pra minha conta. Quando tem vencimento longo, vocês dificilmente vão conseguir sacar antes do vencimento. Então só pode fazer isso se for certeza que você sabe que você não vai precisar do dinheiro. Lembrando que o CDB paga Imposto de Renda. O Imposto de Renda vai caindo conforme… Vai passando o tempo.

Neste prazo que está aqui, que está com 2 anos e pouquinho, você vai pagar 15%, tá, de imposto de renda. Ao final do contrato, então, 116% do CDI é um excelente CDB.

Tem algumas porcarias aqui, você está vendo, ó. 103%, 101%, 117,5. Opa. Fantástico. Só que o vencimento é pra 2021. 4 anos. Já não acho legal. Muito tempo. Valor mínimo seria 1.000. Então, por enquanto, aqui. Esse de 116% do CDI tá top, tá?

Vamos ver se a gente acha outro aqui. 101… 101… 99… Tudo isso aqui é porcaria, ó. Não vale a pena, tá? 106… 108… 106… 114… 117. Vencimento 2020. 3 anos. Tá legal. Mais a gente viu lá, é, por enquanto esse aqui acho que é o melhor. É, valor mínimo 1 real. Tranquilo, ó. Posso aplicar, só que eu tenho que ficar com o dinheiro preso até julho de 2020. Rende bastante. 117% mesmo que o CDI caia, mesmo que o CDI caia próximo de 10%. A SELIC caia próximo de 10%, ainda vai ser mais lucrativo que a poupança, tá.

Investindo em Renda Fixa – Na prática

Reprodução: GoogleAinda não sabe quais os tipos de Renda Fixa disponíveis no Mercado Financeiro? Não conseguiu notar a vantagem dela sobre a poupança? E também não conseguiu definir qual a melhor aplicação para o seu perfil: se é a longo ou curto prazo? Saiba tudo sobre isso, disponível no Guia Definitivo: Como Investir em Renda Fixa.

Antes que me perguntem: “Ah, mais vai cair a taxa”. Não tem problema nenhum. Por isso que a gente tem que pegar a Taxa alta. Se a SELIC cair, o CDI cai, só que a rentabilidade tá alta.

Leitura Complementar: A Taxa Selic Despencou! O Que Acontece Com A Renda Fixa? A perguntinha da semana, aliás, acho que essa foi a pergunta mais feita entre os alunos e os participantes do canal nos últimos tempos: “Trovó, ainda está valendo a pena investir em Renda Fixa com essa queda da Selic”? A resposta é: SIM. Quer saber os motivos? Continue Lendo…

108. 106. 118. 2021, poxa a taxa está excelente, mas o prazo tá muito longo. Eu já acho muito. 2020 seria o máximo que a gente estaria investindo. E estou olhando ó, IPCA+ 7.3, quase. Se fosse 7,5 já valeria a pena. O prazo tá bom 2020.

Vamos ver se tem mais algum interessante aqui. 110, 108, 106, 103, 117. 2020, top. Mínimo de 1.000, tá. Aparentemente esse aqui é o melhor. 116, 104. Se tivesse que investir no CDB agora seria esse de 117, tá? Para 2020. Esse aqui ó. Banco Fibra. Estão vendo? Mínimo: 1000 reais. Se eu tivesse dinheiro na conta eu venho aqui aplicar e bala, isso para um CDB de longo prazo.

Então, aquela conversa, “Aí não acho CDB acima de 110%”. Não acha no seu banco, né? Mais existe ó, está aqui. E LCI, LCA: no mínimo, 94. “Ah, no meu banco só acha 80, 85.” Vamos ver, então. Vou vim aqui, então. Vou ver primeiro LCA. 91,5… 96… Uau, sensacional. Já achei aqui uma fantástica, ó. Vencimento 2020, mínimo 1.000 reais. Pronto. Já seria essa aqui de cara. Top, 96% do CDI.

Lembrando que LCI e LCA não paga imposto de renda. Então uma LCI de 96% equivale a um CDB de 117. Dá elas por elas porque o CDB apesar de pagar mais, você vai pagar imposto de renda. Então, 96% numa LCI, LCA equivale a 117% no CDB.

Conheça um pouco mais sobre a LCI e a LCA

Então é essa que vale, tá? Então essa LCI, essa LCA aqui estaria perfeita. 96%. Vencimento 2020, top. Isso aqui no banco dificilmente vocês vão conseguir. O gerente do banco, no máximo, vai oferecer para vocês é 82, 83 uma LCI. Bem difícil 96. Existe, tá? Tá aqui.

Vamos ver se tem mais alguma… Não. O resto é porcaria.

Vamos ver LCI. Tem uma de 94 aqui para 2019. Então, se eu tivesse que escolher uma que eu não pagasse imposto de renda não ia ser LCI, nesse exemplo aqui. Ia ser a LCA de 96%, com vencimento em 2020. Transferiria o dinheiro para a corretora e apertaria aplicar. Simples assim.

Na descrição do vídeo, eu vou deixar um link para quem quiser abrir conta na corretora, é super facinho, tá? Bem simples. Show de bola, então, pessoal? Está aqui, mostrando como faz para investir em renda fixa. Simples.

Na verdade, a XP é como se fosse um banco, só que ela compara taxas entre os bancos e você. Por exemplo, esse Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais… Eu não tenho conta nele. Num tem problema nenhum, eu posso investir. Isso que é o legal. Eu não preciso ter conta nesse banco da renda fixa para investir, tá? Eu tendo conta na XP, eu posso investir em qualquer banco.

Já conhece os Certificados de Recebíveis (CRA e CRI)? “Eles viraram as novas LCAs e LCIs”

Os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) e os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) começaram 2017 com tudo. E isso não é à toa: essas opções de investimentos de Renda Fixa foram as que mais cresceram em emissões para pessoas físicas no ano passado. Para se ter uma ideia, em dezembro a emissões de CRAs era 10 vezes maior do que em 2015 e atingiu 4,8 bilhões de reais. Já os CRIs era 4 vezes maior e chegou á 8,6 bilhões de reais. Os dois bateram um recorde histórico! Leia Mais!

Da Redação

 

Extrato Aluno – Transformando 20 Dólares Em R$ 30 Mil Reais

Extrato Aluno – Transformando 20 Dólares Em R$ 30 Mil Reais

Hoje a gente tem um vídeo comemorativo: mais de 20 mil inscritos no canal. Poxa, vocês sabem que quando acontece isso, a gente tem que comemorar. Significa o que? Que, direta ou indiretamente, são mais de 80 mil pessoas impactadas pela Educação Financeira. É aquilo que eu sempre falo na maioria dos vídeos aqui do canal: O Brasil está carente da educação financeira. Então, se de alguma forma, eu estou contribuindo para melhorar isso no nosso país, eu fico super feliz.

E obrigadão à todos vocês por estarem nos acompanhando. E continuem ajudando o canal a crescer, dê um joinha, compartilhe, se inscreva. Transmitir educação financeira é super importante. E viva os 20 mil inscritos. E eu espero que o canal continue crescendo e que até o final do ano a gente consiga atingir a marca de 100 mil inscritos aqui no canal.

E hoje, para comemorar, eu quero homenagear um aluno que é nota mil, não é nem nota dez, é nota mil. O nome dele é Douglas. E olha só a história do Douglas: quando ele começou aqui no curso, aproximadamente 40 dias atrás, ele não sabia praticamente nada sobre o mercado do investimento. E ele falou: “Trovó, vou focar. Vou estudar. Eu quero ver se eu consigo pegar o jeitão do negócio e ir bem no mercado financeiro”.

E ele estudou, focou! Está sendo um aluno super participativo. Assisti todas as aulas. Um cara 10 e olha só a façanha que ele fez: ele conseguiu transformar 20 dólares em praticamente 32 mil reais. Lembrando que o Douglas liberou esse extrato da conta real para a gente mostrar aqui, tá bom? Nada é feito sem a liberação do aluno.

Está aparecendo aqui, na tela, a página de depósito dele na conta dele real. Um de 48 dólares, outro de 20 dólares. Praticamente aí 70 dólares. E aí, ele se inscreveu em um torneio e esse torneio tinha mais de mil pessoas inscritas. Ele ficou em décimo terceiro, então o custo do torneio foi de 20 dólares, ele ganhou de premiação mil, mais de mil dólares como vocês podem ver aqui.

Ficou em décimo terceiro lugar e a partir daí, desses mil dólares ele começou a aplicar as técnicas que a gente ensina aqui na Trovó Academy e esses mil ele transformou em 10 mil dólares.

E aí ele já solicitou o resgate na corretora, já tá ok. Vai colocar 90% na renda fixa, vai proteger o lucro como eu ensinei aqui na escola e 10% ele vai continuar para alavancar os investimentos.

Assim como o Douglas pessoal, todo mundo tem potencial para conseguir se dar bem no mercado financeiro. Então, eu peço para vocês disciplina! Assistam todas as aulas. Sejam focados, participem, perguntem para o professor. Eu estou sempre aqui pra poder ajudar.

“Mas Trovó, e o Reclame Aqui”?

Reclame aqui! Todo vídeo aqui a gente comenta do Reclame Aqui. Sim, existem reclamações do Reclame Aqui, claro que tem. A gente não consegue agradar todo mundo. Hoje tem 17 reclamações, mas de um total de 3 mil alunos. E sabe que que significa 17 reclamações em 3 mil? 0,5% ou seja, tem 99,5% de alunos super contentes que estão aqui de mãos unidas para procurar levar a educação financeira para vocês.

Como vocês sabem, minha mãe é professora. Ela sempre fala: em uma classe de 145 alunos, tem alunos nota 10, alunos nota 5, alunos nota 2. E, geralmente, os alunos que reclamam são os alunos que não estudam, que não consegue ir bem. Isso é direito deles. Mas, eu quero te dar essa oportunidade para você conhecer a escola, vir aqui participar e ser um exemplo igual ao Douglas, que mesmo com o Brasil estando carente de educação financeira, você pode ser tão bem sucedido quanto ele.

E nada melhor do que o Douglas para relatar essa experiência que ele passou aqui na escola, tá? Então, com vocês, vou deixar a palavra com o Douglas para ele comentar um pouquinho como foi essa trajetória dele até aqui. E não se esqueçam de curtir, compartilhar e se inscrever no nosso canal.

Douglas é com você.

Meu nome é Douglas Morais. Eu conheci a escola através de uma pesquisa na internet. Fiz o curso gratuito, depois me inscrevi para o curso no qual eu estou fazendo. Iniciei no dia 29 de dezembro de 2016. Estudei muito, foquei muito. Muita determinação e também muita disciplina.

Enfim, segui todas as orientações do Trovó, nosso professor. E aí, no dia 13, eu consegui ganhar um torneio em décimo terceiro lugar. 1.109 dólares com um investimento de 68 dólares, porém foram usados 20 dólares, porque eu fiz 5 recompras e nem cheguei a usar o segundo depósito que eu tinha feito na “Options” que o primeiro foi de 20 dólares e o segundo tinha sido de 48.

Peguei esses 1.109 dólares, usei a estratégia da formiguinha, cooperando papéis que pagavam mais da forma que o professor orientou e foram aí 157 operações com 63% de acerto. Estou muito contente, muito feliz mesmo. Cheguei a transformar 20 dólares em 32 mil reais, aproximadamente.

Legal né, pessoal? Eu fico super emocionado quando isso acontece. É, é claro que nem todo aluno vai conseguir essa façanha e nem é esse o objetivo aqui da escola. O objetivo é que vocês consigam aumentar o patrimônio, visando a independência financeira.

Isso costumar ser rápido? Não. Via de regra, que eu falo pros alunos, o primeiro ano é o ano de aprendizado, é ano de vocês treinarem. Pegarem todo o conteúdo e treinar no dinheiro fictício, tá?

A partir do segundo, terceiro ano, a coisa começa a embalar e com 5,6,7 anos, via de regra, você consegue atingir sua independência financeira, assim como foi o meu caso, tá? Então, não precisa ser rápido.

É que quando acontece uma situação dessa, quando surge um Neymar, vamos dizer assim, no mercado financeiro é legal a gente compartilhar. Então parabéns Douglas, parabéns a todos os alunos que se dedicam.

Da Redação

Você É Otário Ou Quer Ficar Rico? – PARTE 2

Você É Otário Ou Quer Ficar Rico? – PARTE 2

Essa aqui é a parte 2 do vídeo “Você É Otário Ou Quer Ficar Rico?”. É uma continuação do vídeo que eu fiz, onde eu explico alguns mitos e verdades sobre o mercado de ações. E hoje a gente vai ver um exemplo prático. Muita gente falou: “Trovó, mostra algumas ações reais para a gente, exemplos práticos”. Eu vou mostrar para vocês, tá? Inclusive, tem sites gratuitos que vocês podem estar pesquisando isso.

Só para recapitular, se você não viu a parte 1 ainda, por gentileza clique nesse link que está aparecendo aqui agora! E veja a parte 1 primeiro, tá bom? Basicamente, a gente viu que quando você vai investir em ações você tem um preço, né? E, e em cima desse preço, você determina o comportamento da ação.

Então, a ação começou com 5 reais e você percebe que ela está valorizando. O preço está 20, então, é uma empresa que vale a pena no longo prazo. Se ela tiver se valorizando, preço está aumentando. Você está investindo. Você sempre compra algo que tem potencial de valorizar.

Expliquei também na parte 1: o problema da desvalorização, que é exatamente o inverso né, que o barato acaba saindo caro. Isso aqui é uma empresa que é furada você investir porque a cada ano que passa ela só vai perdendo valor. “Nossa Trovó, ela custava 20, hoje custa 5. Está barato”.

É, aí passa o ano que vem custa 4. Está barato! Aí passa o ano que vem, mais 1 ano, 2 e meio.. Está barato. E vai, vai! Daqui a pouco está custando centavos. Sempre está barato. Até 1 centavo é barato. Então, é como se você tivesse jogando uma faca e colocando a mão embaixo. Pegando a faca, é, colocando a mão com a faca caindo. Não tem, não tem como dar certo isso. Você vai decepar o dedo.

Você tem que comprar algo que está valorizando e quando o preço fica desse jeito aqui “ó”, se você não consegue “vê” uma tendência clara, você fala: “Poxa, não está nem valorizando e nem desvalorizando, né”? O preço está oscilando numa região de preço: você fica de fora.

Porque eu estou falando isso? Nos exemplos reais de hoje vocês vão ver algumas sacadas com relação a isso, tá bom? Vamos lá.

Aqui, eu estou no site do advfn.com Vocês podem ir lá ao Google, digitar gráficos IBOV Cotação Tempo Real ou ADFN.com. O site é gratuito. Aí você vai vim aqui. É, tem que saber o código das ações, o código das empresas, “tá”?

Então para isso, eu recomendo vocês darem uma pesquisada. Na parte do conteúdo do curso, a gente ensina a regra dos 10%. Como investir os 10% do seu salário, os 10% do seu patrimônio. No Risco Zero mostra tudo como conseguir isso aqui.

Mas, o objetivo de hoje não é ensinar vocês quanto à isso. É ensinar vocês da onde vem o mito de que investir ações em longo prazo é um bom negócio. Aqui eu coloquei o gráfico do IBOV.

Para quem não sabe o que é IBOV... IBOV é um índice.

Às vezes, vocês escutam no Jornal Nacional que a Bolsa subiu 3%, a Bolsa caiu 4%. A bolsa subiu 0,5%, a Bolsa caiu 0,8%. O que é isso, a Bolsa? É esse índice IBOV. Que é um índice que leva em consideração a média de preço das principais ações negociadas na nossa Bolsa de Valores. Uma média. Quando eu falo que o IBOV caiu 4%, significa que algumas empresas subiram naquele dia. Algumas não oscilaram nada e a grande maioria caiu.

Então, é a média entre uma empresa e outra. É claro que cada empresa tem um peso. Petrobrás e Vale, os bancos… Têm um peso maior no índice, tá? Mas, é na média.

“Ah, o mercado caiu 4%”. É como se cada empresa, se cada ação de cada empresa tivesse caído 4%, mas não é assim! Cada empresa tem um comportamento diferente. Cada preço de uma ação tem um comportamento diferente. Então, o IBOV é uma média. Serve para você ver no geral como estão as ações.

Aqui dá para ver claramente que de 93 até 2007, mais ou menos, o mercado estava em euforia, valorizando, certo? Então, daí que veio o mito que ação é bom para longo prazo. Então, da onde veio isso? Quem estava em 93 e participou até 2007 viu que as empresas só valorizaram e aí veio aquele mito: “Pô, ações para longo prazo é um bom negócio”.

Legal. Se você comprou ação, por exemplo, em 2008, dá um baita prejuízo.

Hoje, na média, se a gente puxar aqui “ó”, o preço está exatamente o mesmo que estava em 2007. Estamos entrando em 2017, 10 anos depois e, na média, o preço das ações não saiu do lugar. Isso, o preço de ação.

Agora, se considerar a inflação que teve nesses 10 anos, você tomou uma fumada enorme porque a cada ano você perdeu em média 5% do seu patrimônio.

Apesar do preço da ação, nos 10 anos não ter saído do lugar, a inflação dançou. Então, como é que a ação é para longo prazo, né? Que longo prazo que é esse? Quanto que é o longo prazo? Então, não existe isso!

Existe o seguinte: a ação está valorizando ou desvalorizando com o passar dos anos. Na média, aqui, você pode ver que está indefinido “ó”, desde 2008 que o nosso mercado não sai do lugar. Vai descer para longo prazo? Nem ferrando. Na média, está horrível, está horrível.

Vamos pegar algumas ações específicas agora! Essa aqui é o geral. O IBOV é um índice que mostra a média.

Vamos pegar algumas conhecidas. Vamos pegar, por exemplo, a Petrobrás. Acredito ser a mais conhecida entre vocês, tá. O código é PETR4! Vamos dar uma olhadinha na Petrobrás: se para o longo prazo ela é boa ou ela é ruim. Ou o que está acontecendo aqui. Vem aqui, coloco 3 meses para ver todos os… Desde os anos 90. Então, vamos ver a Petrobrás, agora.

Vamos analisar a Petrobrás. Olha que bonito o gráfico da Petrobrás. Vamos analisar por período, de 92 a 96, 4 anos… Não saiu do lugar. Ficou aí alguns centavos. Depois, de 96… 97 foi o ano que o governo liberou parte do fundo de garantia para comprar ações. Muita gente aproveitou disso. E aí de 97 a 2007, “boom”, explodiu o preço da ação “né”!

Foi aqui de 2,50 para 44! Uau, fantástico! 2.000%. É isso que aconteceu. E aí criou o mito: “Pô, a ação da Petrobrás em longo prazo vale a pena”.

Se você comprou essa ação em 97 e vendesse em 2007, teria tudo lucro. Quem que fez isso? Profissional só. O amador, ele não vendeu em 2007, porque na cabeça dele assim, a ação hoje vale 44 reais, 41, 42, vai chegar a 100! Por que da mesma forma que ele não entendeu porque que ele comprou a ação, ele também não sabe a hora certa de vender.

E aí o mercado começa a cair. Aí ele pega e compra mais. O imposto está barato. Aí começa a cair, ele pega e compra mais. “Está barato”, diz o amador. Lembre-se, ele não vendeu lá em cima porque ele não sabe. Na cabeça dele, a ação é chegar a 100 reais.

“Pô, se foi de 2 para 40, daqui a pouquinho chega a 100”.

Por isso, que ele não vendeu (risos). Aí começa a cair, cair, cair, cair, cair … Se você investiu em 2008 está tomando uma fumada enorme.  Já se passaram aí praticamente 10 anos e cadê que o longo prazo dá lucro? O preço que está hoje é exatamente o mesmo preço que estava em julho de 2005, 12 anos depois praticamente. Aí, 11 anos depois, o preço da Petrobrás permanece o mesmo.

Se você comprou em 2005 e você não vendeu foi provavelmente porque se você comprou em 2005, você não sabia o motivo que você comprou então você também não sabe o motivo de você vender.

Algumas pessoas, por sorte, compraram sem querer aqui, em 2007. E acabaram vendendo, sem querer também, e tiveram lucro. Mas, isso é a minoria. A grande maioria acredita que a ação só sobe ao longo do tempo, só sobe. Que a empresa sempre vai valorizar, que o preço da ação subiu ou caiu, não tem nada a ver se a empresa é boa ou ruim.

Isso é um assunto para o próximo vídeo, tá? A empresa pode ser excelente e o preço da ação continuar caindo. Então se você comprou em 2008, você tomou uma fumada. Está só caindo até agora. Se você comprou em 2005, está no 0 a 0. E aí a inflação média é de 5% ao ano. Baita fumada, mais uma baita fumada mesmo, enorme. Está perdendo dinheiro!

Vocês conseguem ver claramente aqui, que já desde 2008 que mudou o comportamento? “Ó”, o comportamento que está agora não é esse, o comportamento que está agora é esse. “Ó”, “ó”, comparem isso aqui “ó”, com o que está aqui, estão vendo? Está caindo! Você nunca pode comprar uma empresa que está desvalorizando porque é mais provável que pros próximos 10 anos ela continue caindo e a gente não pode ter bola de cristal e acreditar que vai haver um negócio, que nossa, que vai voltar para 45.

Para voltar para 45 reais, a ação da Petrobrás, a partir de hoje, tem que valorizar 300%. Esquece. Isso é o menos provável. Vai ficar no 0 a 0 se você comprou lá em 2008. Isso não vai acontecer. Por que eu estou passando essa aula para vocês aqui, vamos pegar a Vale.

Outra, a segunda mais conhecida aqui. Antigamente era Vale do Rio Doce, hoje ficou só Vale. O código é VALE5. Pegando só as mais conhecidas, tá? Só para vocês terem uma ideia, que não é bem assim, vou comprar a ação e vou largar. Vocês estão vendo, vamos ver a Vale. Puxar aqui, 3 meses para pegar desde os anos 90. Vamos ver o que aconteceu com a Vale, a segunda empresa mais conhecida.

Bom, pode ver claramente aqui que 97 a 2007, euforia. O mercado só subiu. Quem aproveitou, aproveitou, quem não aproveitou, já era. Já passou, já estamos em outra época, outra economia, outra realidade. Estamos em 2017, praticamente. Quem comprou em 2008, baita fumada, baita fumada. Está perdendo 50% de dinheiro, fora a inflação. Média 5% ao ano. “Game Over”. O preço que está hoje é o mesmo preço que estava em 2006. 10 anos se passaram. Se você comprou ação em 2006, 10 anos se passaram e nada. Está no mesmo preço que está agora, fora a inflação… Baita fumada.

Ah, mais quem comprou em 97 desde 2007… Isso. É isso, exatamente isso. Já foi, já passou. Se você conseguiu fazer essa façanha, você foi um profissional porque se você estava comprando aqui você achou que a ação ia bater lá nos 100 reais também.

Você não vende! Você não vende porque você tem ganância, você não tem preparo, você não tem técnica para isso. Então, você vai acreditar que a ação vai bater 100 reais e você não vende. Aí a ação cai, o que é que você faz? Você compra mais, faz o preço médio e vai se “estrubicando” e devolve tudo que você comprou.

Então, a grande maioria da população infelizmente não consegue ganhar dinheiro com ações por causa disso. Vai comprar caro e vender barato, vai comprar caro e vender barato, vai comprar caro e vender barato. Aí passa 10 anos, vende no prejuízo.

Claro, ruim para caramba, baita empresa ruim. Agora que que eu estou olhando aqui, vou comprar. Vou comprar a Vale agora para o longo prazo. Estou vendo que não está valorizando. O gráfico está mostrando para mim “ó”, se está assim também. Só que agora está assim a Vale, “ó”: parou de cair, mas não começou a subir ainda. Está indefinida, está enroscada, certo?

Está enroscada, ó, começou a enroscar. Então, o que eu faço? Fico de fora, fico de fora. Na hora que começar a valorizar, pegar força de novo, eu entro para o longo prazo. Por isso, que eu falo “Comprar ações para o longo prazo” é um mito.

Se você der certo de comprar uma empresa que naquele momento está valorizando e você não viu, aí é diferente. O Bradesco, por exemplo. O Bradesco foi diferente: quem comprou o Bradesco na mesma época, 98 por aí, ganhou dinheiro. O Bradesco só valorizou, mas você deu sorte de comprar o Bradesco, será?

Vamos ver aqui: o Bradesco hoje está no mesmo preço que estava em 2008! Não desvalorizou! Mas também a inflação te ferrou, né. Vamos ver aqui ó, vamos ver a diferença de gráfico. Ó, desde 98 está subindo. Mas, vamos analisar alguns períodos aqui ó: de 2007 até 2012 não saiu do lugar e de 2015 a 2016 também não saiu do lugar, mas ela está subindo no longo prazo.

Se você comprou, por exemplo, 2008, “ó”, lucro. Se comprou ano passado, 0 a 0. Agora, você comprou essa empresa? Pô, são mais de 500 empresas, qual é a chance de justo essa você ter comprado lá embaixo? Aí você concorda que está com um pouco mais de força do que a Petrobrás e a Vale, vai subir eternamente? Não, está enroscada ainda. Está indefinida. Ela está assim ó, o Bradesco está assim ó, subiu por um tempo, certo?

E agora começou a enroscar ó. Parou de subir, está assim, ó o gráfico. Está indefinido. Está travado em uma faixa de preço. Está oscilando aqui, entre 18 e 28 reais. Está travado, ó, hora que superar essa região, aí pode ser que fique interessante para o longo prazo.

Perfeito, pessoal.

Então, isso aqui é um assunto que se a gente pegar ação por ação, a gente vai ficar até amanhã porque são muitas empresas. No geral, ações para longo prazo foram boas entre 97 e 2007. Já passou, economia mudou, isso já foi. Se você não estava nessa época aí, esquece! A economia já mudou, é outra realidade. Nesse momento aqui, a grande maioria está indefinida ou desvalorizando.

Então, tomem cuidado para investir ações para longo prazo. Tem que investir em algo que está valorizando. Pesquisem, procurem! Procurem empresas que estão fortes.

Vamos pegar a Hering aqui. Mais um, último exemplo.

H, G, T, X, 3! Só para gente matar aqui ó, a gravação. Pegar a Hering aqui para vocês terem uma ideia, tá. Carregando… Ó, a Hering ó, eu aproveitei essa alta da Hering aqui. De 2008 a 2012. Mas por quê? Por que eu dei sorte? Por que eu estou olhando, eu estou analisando. Estou no mercado faz tempo já. Quando começou a chegar em 2013, por aqui, que eu vi que indefiniu “ó”, caí fora!

Eu falei, não adianta ficar aí dentro mais, já parou de subir. E o que aconteceu, começou a cair. Ah, mais a Hering é boa para o longo prazo. Já foi, já acabou. Agora ela está em queda forte, está em queda livre. Está barata a Hering? Não! Está desvalorizada, desvalori…

Estava barato aqui ó em 2011. Aqui estava barata. Quando ela subiu, deu uma caidinha, aí você tem que aproveitar isso, aqui para comprar. Agora não, agora está desvalorizada. Está caindo o preço, a cada ano que passa só cai. Certo? Então está no mesmo preço que estava lá em 2010. Já voltou 6 anos para trás e agora está só perdendo valor. Certo?

Então, para ganhar ações em longo prazo tem que estar estudando, tem que está acompanhando. Não é assim: vou comprar e vou largar. É mais provável você perder dinheiro. Perfeito gente, 98% das pessoas que investem em ações perdem dinheiro, perdem em média 10 mil reais por CPF. Então, se você não quiser fazer parte dessa estatística de perdedores, após esse vídeo aqui, acompanhe nosso curso gratuito: Como investir com Risco Zero.

Já vai dar uma baita ideia do que não fazer no mercado, que é o que a grande maioria faz.

Leia Também: A Taxa Selic Despencou! O Que Acontece Com A Renda Fixa?

Sempre a Renda Fixa vai valer a pena, ainda mais se comparar com a poupança. Por quê? Funciona assim pessoal, para vocês entenderem a dinâmica: a Selic é uma taxa que é a… Vamos dizer assim: que é a taxa de juros de base. Lembra lá do comecinho do canal? É praticado onde? Quando um banco empresta dinheiro para outro banco, esse é o juros mínimo que pode ser cobrado pelo mercado. Isso é chamado Taxa Selic.

Quando você vai investir numa aplicação financeira, numa Renda Fixa, por exemplo, tem outra taxa que é chamado de CDI, que acompanha a Selic. Então toda vez que a Selic sobe o CDI também sobe, né? E, geralmente, quando a Selic sobe é porque a inflação também está subindo.

Por que a sobe? Porque é uma forma. Quando a inflação está subindo, o governo aumenta os juros. É uma forma de conter o consumismo. Quando os juros sobem, tudo sobe! A taxa de financiamento sobe, a taxa de parcelamento sobe, a do comércio sobe, tudo sobe. Então o que acontece? Para o governo conter a inflação, ele precisa subir os juros.

Continue Lendo…

Da Redação

Carro Próprio, Uber ou Aluguel de Carro: O que Compensa Mais?

Carro Próprio, Uber ou Aluguel de Carro: O que Compensa Mais?

 

Mais um vídeo, mais uma solicitação. Tem alguns assuntos aí que estão “bombando” na internet e o pessoal fica: “Trovó, passe a sua visão sobre esse assunto”. E hoje o assunto é: Compensa andar de Carro, andar de Uber, alugar um Carro, Pegar um táxi, Andar de bicicleta… Em que momento vale a pena ter um carro?

A gente vai começar primeiro comparando algumas hipóteses: Transporte público, ter um Carro Próprio, Uber (se você mora numa capital) e Alugar um Carro.

O primeiro ponto aqui é o Aluguel de Carro! Vou considerar aqui que o aluguel é, via de regra, de 8 horas por dia. Então, você não consegue alugar o carro por alguns períodos somente. Você só consegue alugar 8 horas por dia, com uma média, mais ou menos, de 4 reais por hora. Ou seja, uma mensalidade de 50 reais por mês com um custo aproximado de 90 centavos por quilômetro rodado.

No caso do Uber, parte de 3 reais. É claro que depende muito do horário de pico. Se vocês não sabem, dependendo do horário de pico, o preço do Uber pode subir, principalmente nas grandes capitais. Então, a gente vai partir de um preço base de 3 reais, aproximadamente, do Uber. Por minuto, é cobrado 35 centavos, aproximadamente. E o quilômetro rodado fica por volta de 1,43.

Agora, no caso de um Carro Próprio, a gente vai considerar um carro com um valor aproximado de uns 30 mil reais. Mais ou menos, o IPVA deve ficar na casa dos 1.700,00. Um seguro de, mais ou menos, 1.400,00. A manutenção é por volta de 100 reais por mês e uns 350 reais de estacionamento. Porque se você trabalha, vai pagar área azul ou se vai ter que deixar o carro em algum lugar.  E tem uma depreciação, já que todo ano seu carro perde 10% ao ano.

Se você não viu esse vídeo onde eu falo da desvantagem de financiar um carro, Vale a pena! Tem o link abaixo desses vídeos aqui, onde você pode estar revendo esse vídeo que eu estou falando da parte de financiamento.

3 Motivos para “Pixar Fora” de Financiamento de Carro

Então assim ó, a premissa é a seguinte: quanto menos você usa o carro, menos compensa ter.

Vou passar aqui alguns “macetinhos” que eu tomo pela minha experiência. Se o seu trabalho for menos de 4 quilômetros da sua casa e você tiver condição de você tomar um banho na empresa… (Você não vai chegar fedidão lá, né?) A melhor opção seria uma bicicleta.

Porque você faz exercício e economiza para a academia. Você pedala, chega ao serviço com antecedência ao seu trabalho, toma o banho e vai trabalhar. Isso aí você vai economizar um monte de coisa. E vou supor, vou além, se você precisasse comprar todo ano uma bicicleta nova seu custo seria aproximadamente de 2 mil reais por ano. Esse é o meio mais barato que existe.

“Ah, mais e o dia que chove Trovó, que que eu faço”?

O dia que chove, aí sim, você pode pegar uma carona ou um transporte público. Um ônibus, um metrô ou até mesmo um táxi, mas vai ser esporádico.

Se o seu trabalho fica acima de 5 quilômetros da sua casa e você mora em uma capital, aí compensa um Uber.  Até, mais ou menos, 20 quilômetros de distância, o Uber é mais vantajoso. Por ano, você vai gastar por volta de 16 mil reais.

Se você tiver um carro e tiver que andar menos de 20 km (por isso que eu falo que se for pertinho não compensa carro), vai te custar, mais ou menos, 19 mil reais por ano, considerando os valores do IPVA, Seguro, Depreciação do carro, etc, etc, etc.

Nessa conta aí eu considerei mais ou menos 10 km por litro, que é o que um carro gasta com combustível. Você vai gastar, mais ou menos, 19 mil reais por ano.

Se no Uber você gasta 16 mil, então, se a casa for perto, compensa mais o Uber.

  • Abaixo de 5 quilômetros, bicicleta. Desde que você tenha lugar para tomar banho no seu trabalho.
  • Entre 5 e 20 quilômetros compensa o Uber. Uber você vai gastar 16 mil, um carro 19 mil.
  • Se você tiver que andar mais que 20 km, aproximadamente 40 km por dia, aí o carro fica mais vantajoso. No Uber você vai gastar por volta de 23 mil e o carro por volta de 21 mil.

E alugar o carro?

O aluguel não compensa, nunca. Porque mesmo que a distância seja pequenininha, você vai gastar por ano, aproximadamente, 23 mil reais se a distância for curta. Se a distancia for longa, acima de 10 quilômetros, você vai gastar por volta de 30 mil. Então das 3 opções, o aluguel de carro é o mais caro, depois pode ser Uber ou Carro. Depende da distância.

Se for menor que 20 quilômetros de distância da casa ao trabalho, o Uber compensa. Não é o Uber Black, não. Larga a mão de ser metido. Uber normal, tá?

Se a distância for curtinha, aproveita para fazer exercício e investe numa bicicleta. Economiza com a academia e você vai poder chegar ao seu trabalho, tomar um banho relaxado. Fez o exercício e manda bala. São custos muito menores e o dinheiro que você gastaria com automóvel, você pode estar investindo. Esse que é o macete.

Então se você vai usar Uber ou vai usar Carro, depende de quanto você anda por dia. Basicamente, se for acima de 40 km por dia o carro vale a pena, se for entre 5 e 20 km por dia o Uber vale a pena, desde que não tenha uma cidade que não tenha Uber. Se for abaixo de 5 quilômetro, compensa pedalar.

Da Redação

Vixe! Ferveu Lá Em São Paulo No Evento Ao Vivo: 100 graus, Ebulição Instantânea

Vixe! Ferveu Lá Em São Paulo No Evento Ao Vivo: 100 graus, Ebulição Instantânea

 

Estávamos em são Paulo e olha, primeiramente, quero parabenizar. Houve 3 momentos sensacionais lá no evento, no 100 graus, Ebulição Instantânea. Eu quero compartilhar com vocês.

1 – O primeiro foi o jantar! As pessoas que foram para o jantar eram, basicamente, os alunos e o pessoal que acompanha a gente aqui no Youtube. Tinha muita gente do Youtube que foi participar do evento para poder me prestigiar. Foi assim: algo mágico! Muita risada, muitos brindes, muitas fotos. Foi algo incrível, algo incrível.

2 – O segundo momento foi o de subir no palco! Vocês sabem: eu dividi o evento com palestrantes incríveis do mundo todo. Caras feras. E dá só uma olhadinha como foi a minha chamada para subir no palco. Sente só a emoção que foi e a energia que foi nesse dia.

“Vou contar a história desse cara. Esse cara, gente, vendeu uma ‘Saveiro’ por 14 mil reais e o cara conseguiu um patrimônio de mais de 8 dígitos na bolsa de valores. É um dos caras mais feras que tem para falar sobre Independência Financeira. Ele vai dar uma aula aqui e o nome dele, acho que todo mundo já conhece, né. É conhecido, é o Trovó”.

Então vamos entrar em ebulição. Bora lá. Todo mundo em pé já pra gente receber. Nosso grito de guerra: 100 GRAUS! 100 GRAUS! 100 GRAUS EBULIÇÃO! EBULIÇÃO! EBULIÇÃO! Com vocês, Trovó

“Quem quer o primeiro milhão, grita eu. EU! Tá todo mundo com um baita sono? Quem quer o primeiro milhão, grita eu. EU!”

Aí sim. Foi bacana para caramba né. Chega a arrepiar.

3 – E o momento mais mágico de todos foi a hora que eu saí do palco e as pessoas do Youtube, que acompanham a gente aqui no canal com o maior carinho, pedindo para tirar foto, para deixar alguma mensagem de inspiração.

Foi uma loucura. Os organizadores do evento falaram: “Trovó, vai pra lá que o pessoal vai começar a subir no palco. Tumultuou”.

Pra mim, isso aí me deixa super orgulhoso, super feliz. Espero que a gente possa ser convidado a participar de outros eventos como esse. O objetivo, como eu sempre falei, é levar a educação financeira para o Brasil todo, tá? Isso é o que me motiva.

Pra vocês sentirem só um pouquinho de como foi a sensação de estar lá, segue aqui alguns depoimentos de algumas pessoas que estavam lá, pessoas do Youtube que acompanham a gente aqui e que pôde acompanhar o evento ao vivo, tá bom? Sente a emoção!

Oi gente. Eu sou o Felipe, de Uberlândia. Eu tive no encontro com o Trovó. Eu queria dizer que ele é de carne e osso. Muito tranquilo e muito gente boa. Um cara sensacional. Acredito que estamos em ótimas mãos, estamos com um mestre. Ele dividiu o palco com pessoas sensacionais. Ele arrasou. Ele foi muito perfeito em todo o propósito que ele defende, em todo, em toda teoria que ele defende. Isso serviu de alegria pra mim em saber que a gente, essa turma, está no caminho certo. O que a gente tem que fazer agora é proliferar isso porque.. compartilhar, porque ninguém cresce sozinho. Obrigado Trovó, valeu, desejo sucesso a toda turma do Risco Zero. Abraço”.

Fala galera, esse cara… O Trovó é sensacional. O homem é fenomenal, fora de série mesmo. Pude, neste final de semana, ter a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. Fantástico, como é um de nós. É, estou extremamente satisfeito com ele. Com o curso da Trovó Academy. E os outros colegas que pude conhecer e conversar neste evento. Foi maravilhoso. São pessoas do bem, pessoas realmente interessadas em conquistar sua independência financeira. Ele, ah.. Estava lá junto. Levou a noiva, estava com a gente conversando o tempo todo. Mas o cara é bom, o cara é legal. Parabéns, Trovó. Obrigado por essa oportunidade que você está dando a todos que se interessam. Obrigado mesmo. Valeu”.

Olá pessoal, meu nome é Youssef e eu sou aluno da Trovó Academy. E gostaria de compartilhar um pouquinho do que foi o evento 100 graus, Ebulição Instantânea. Eu participei do evento através do convite do Trovó e para confessar, eu só participei para colocar em ação um pouquinho do São Tomé que cada um de nós temos. Para ver se ele era aquele cara do Youtube: sempre disponível, despojado, super simples, simpático, enfim. Eu saio desse evento super feliz porque eu vi que o Trovó é muito mais do que ele mostra no Youtube. Super ser humano. Antes dele ser esse excelente coach financeiro, ele é um cara incrível. De quebra, participei desse evento e ainda ganhei excelentes palestras sobre empreendedorismo, entretenimento com conteúdo, né. Agradeço imensamente ao Trovó primeiramente, e ao Tiago, e aos novos amigos que eu conquistei durante esse evento. Então, muito obrigado a todos também e um forte abraço”.

Olá, eu gostaria de informar, inicialmente, que eu sou aluna do Trovó Academy desde Agosto de 2016, quando, por acaso, eu vi pelo “face”, pela internet e me interessei bastante por conhecer algo que nunca na minha vida eu tive a oportunidade de vivenciar. Achei interessante: ele informava bastante coisa sobre como a gente pode conseguir nossa independência financeira. E agora, em janeiro, no dia, nos dias 20.. 21 do 2, tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. O cara é fenomenal. Amei. Já imaginava que ele era uma figura. Que era uma pessoa legal demais, muito simpático e de carne e osso. Bem, do bem. De carne e osso. Porque até agora eu só o conhecia pelo Youtube, pelas aulas online e tem uma outra coisa muito, muito interessante do Trovó: é um cara focado, muito responsável também. Assim, bom, muito bom. Ele conhece os alunos, falta só pegar na mão para ensinar a gente. Mas é também bastante criterioso e responsável assim como requer da gente a responsabilidade e daí surgiu então uma confiança fenomenal nesta criatura. Que é uma pessoa ainda muito jovem. Mas muito jovem: vive dizendo que ele não é mais aqueles de 28 anos, mais ainda é muito jovem. Quando a gente liga pra ele ou telefona ou manda mensagem, no máximo em 24 horas, ele responde. Ou seja, é um professor online, que está presente. Amei te conhecer, Trovó”.

Olá pessoal, eu sou o Eduardo . Eu faço parte da Trovó Academy e posso dizer para vocês que o Trovó é um cara sensacional. É um cara espirituoso, um cara muito inteligente e que desenvolveu essa metodologia do investimento aí, do Risco Zero. Então, eu aconselho vocês né, quem tiver interesse em participar da Trovó Academy e também chegar no seu primeiro milhão, e na sua independência financeira, se inscreva o quanto antes. Um abraço, valeu Trovó”.

Da Redação

A Taxa Selic Despencou! O Que Acontece Com A Renda Fixa?

A Taxa Selic Despencou! O Que Acontece Com A Renda Fixa?

 

Oi pessoal, aqui é o Trovó e a perguntinha da semana, aliás, acho que essa foi a pergunta mais feita entre os alunos e os participantes do canal nos últimos tempos: “Trovó, ainda está valendo a pena investir em Renda Fixa com essa queda da Selic”? A resposta é: SIM.

Sempre a Renda Fixa vai valer a pena, ainda mais se comparar com a poupança. Por quê? Funciona assim pessoal, para vocês entenderem a dinâmica: a Selic é uma taxa que é a… Vamos dizer assim: que é a taxa de juros de base. Lembra lá do comecinho do canal? É praticado onde? Quando um banco empresta dinheiro para outro banco, esse é o juros mínimo que pode ser cobrado pelo mercado. Isso é chamado Taxa Selic.

Quando você vai investir numa aplicação financeira, numa Renda Fixa, por exemplo, tem outra taxa que é chamado de CDI, que acompanha a Selic. Então toda vez que a Selic sobe o CDI também sobe, né? E, geralmente, quando a Selic sobe é porque a inflação também está subindo.

Por que a sobe? Porque é uma forma. Quando a inflação está subindo, o governo aumenta os juros. É uma forma de conter o consumismo. Quando os juros sobem, tudo sobe! A taxa de financiamento sobe, a taxa de parcelamento sobe, a do comércio sobe, tudo sobe. Então o que acontece? Para o governo conter a inflação, ele precisa subir os juros.

Então o que acontece: para a gente o que manda são os juros reais, está? O que são os juros reais? É quanto o meu dinheiro vai render quando eu comparo com a inflação.

Então não adianta nada! Não adianta nada a taxa Selic, por exemplo, chegar a sei lá, 15% e aí o CDI ficar aí por volta de 14,75, por exemplo, e a inflação 10% ao ano.

“Nossa, a Renda Fixa está pagando bem, Trovó”.

15% é 14,75 a CDI, só que a inflação tá 10. Então se eu pegar uma Renda Fixa com 100% de CDI, por exemplo, meu capital está aumentando 4,75 de juros reais ao ano nesse exemplo aqui.

Guia Definitivo de Como Investir Em Renda Fixa!

É isso que meu capital está crescendo. Eu estou aumentando poder aquisitivo, perfeito? Então a Renda Fixa está alta, mas em contrapartida a inflação também está alta.

Vocês nunca vão ver a taxa Selic em 15 e a inflação em 4, isso não existe.

Por que o que começa a acontecer: quando a inflação começa a ser controlada, que tem tudo a ver com uma diminuição do consumismo, o governo começa a reduzir a taxa Selic porque a inflação está caindo.

Isso é um bom sinal pra economia do país, está? Aí o CDI cai também e a inflação caí também. Então, hoje, ela está por volta aqui de 13% ao ano e o CDI por volta de 12,88. A meta para a inflação para esse ano de 2017, sendo que estamos em fevereiro de 2017, é por volta de 5% ao ano.

Então se a gente for considerar aqui, é juros reais. 12,88. Estou considerando um rendimen… Uma Renda Fixa de 100% do CDI, está? Juros Reais 7,88.

É muito melhor do que no ano passado para investir em Renda Fixa, mesmo com a Selic caindo! Por quê? Porque a inflação vai cair muito mais, muito mais em relação à queda da Selic.

Isso é bom pra economia e outro ponto: vamos supor que a Selic despenque, tá, vai despencar, vai despencar e vai chegar a 8% ao ano. Se acontecer isso aí, o CDI vai ficar por volta de 7 e alguma coisa ao ano, tá? E a inflação vai ficar por volta de uns 3% ao ano.

“Mas aí não vale mais a pena Trovó, está pagando pouco”.

Só que a poupança pessoal, segundo a nova regra, toda vez que a Selic fica abaixo de 8 e meio, a poupança vai pagar 70% disso, tá?

Então vamos fazer a continha aqui: 8 vezes 0,7. 5,6! É isso que a poupança vai pagar ao ano de rentabilidade. 5,6 vou até circular aqui, ó. Isso é o que a poupança vai pagar. Se eu pegar. por exemplo. um CDB que paga 100% do CDI, ele vai pagar 7,88. Ou seja, mais que a poupança.

Vamos dividir pra ver quantos por cento a mais. 7,88 dividido por 5,6. 40% a mais.

A diferença é que você não vai investir num CDB, num CDB que paga 100% do CDI. Eu já falei isso no outro vídeo. CDB acima de 1 ano e meio. O ideal é 115, 118% do CDI. Então sempre vai ganhar da poupança, mesmo que despenque tudo. Porque o que manda para gente é o poder aquisitivo. São juros reais. Isso aqui é o que manda. Então mesmo a taxa Selic caindo, caindo o CDI num tem problema nenhum porque a inflação também cai. Então seu poder aquisitivo, ele vai tender a aumentar.

E a poupança compensa? Não! Porque, conforme a taxa Selic caindo, caindo, caindo vai chegar uma hora que vai estabilizar. Ela vai pagar 70% da Selic, abaixo de 8 e meio. Então não tem jeito, a Renda Fixa sempre, sempre, sempre, sempre, sempre, vai pagar mais do que a poupança. Independente se vai subir a Selic ou vai cair a Selic, ai a comparação que vocês têm que ter é com relação aos CDB’s, para os prazos maiores. CDB sempre acima de 115% que o CDI e LCI, LCA sempre acima de 93% do CDI. Lembrando que LCI e LCA são isentos de Imposto de Renda.

Você tem dinheiro na poupança? Descubra como investir melhor, mais fácil para obter mais resultados

Show de bola? Então, agora acabou aquele problema de ficar preocupado quando a taxa Selic cai. Se cair é porque a inflação também vai cair. Nunca a taxa Selic vai cair e a inflação disparar ou a inflação despencar e a taxa Selic disparar. Isso não existe, os dois caminham juntos.

Eu sei que você acompanha o nosso conteúdo e pensando nisso eu resolvi criar um curso. 4 vídeos gratuitos ou mini curso como você queira chamar. Sobre 5 segredos que a maioria dos vencedores não sabem como aplicar no mercado financeiro. Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui, cadastrar seu e-mail e fazer parte desse mini curso, está bom?

Da Redação

As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

 

Antes da gente começar, eu queria convidá-los a conhecer o nosso blog! Muitas pessoas ainda não sabem que a gente tem esse blog. E esse blog é muito bacana. Eu vou passar aqui para vocês terem uma ideia da carinha do blog, de forma geral.

Diariamente, são publicados conteúdos muitos bons, tá? Vocês conseguem acessar também o nosso curso gratuito! E ficar por dentro dos melhores eventos do setor, como o 100 Graus Ebulição Instantânea, do qual o Trovó será um dos palestrantes.

Tem matérias sobre tudo, praticamente. Sobre Renda Fixa e Variável. Tem muita informação aqui dentro! Eu vou deixar, na descrição do vídeo, o endereço do blog. Basicamente é: trovoacademy.com/dinheiro!

Esse vai ser o endereço oficial do blog! Eu vou deixar abaixo, na descrição do vídeo para que vocês possam olhar e aprender mais.  Lá tem muita coisa bacana, principalmente para quem está iniciando e quer conhecer um pouquinho mais sobre mercado financeiro.

Tudo está em uma linguagem bem simples e bem tranquila, com diversos exemplos. Então, assim, vocês conseguem ver muitas coisas. Todo mundo está convidado a conhecer o nosso blog! Vale a pena vocês passarem aqui e começar a acompanhar diariamente!

Algumas pessoas mandaram e-mails para mim perguntando: “Trovó, como eu pego o código das ações para eu poder ver o termômetro do mercado”?

Se você está chegando agora no nosso canal, dá uma voltadinha nos vídeos anteriores principalmente no “Você e otário ou quer Ficar Rico – parte 1 e 2” onde eu explico o que é esse termômetro.

“Trovó, qual é a melhor ação para eu investir em 2017? Qual é a melhor oportunidade de investimento”.

Então, para isso, é importante que vocês saibam primeiramente quais são as principais ações que a gente costuma trabalhar. Se vocês forem ao Google, vocês vão colocar esse link e ele vai mostrar para vocês uma composição de carteiras chamada IBRX 50.

O que significa isso? É o código das 50 ações de maior liquidez!

O que é que é maior liquidez? São aquelas companhias que têm maior movimentação de compra e venda.

O tempo todo você não vai ter dificuldade para comprar a ação e nem dificuldade de vender a ação! Quanto tempo leva para comprar uma ação? Essas 50 aqui, via de regra, levará menos do que 5 segundos, ou seja, é rápido mesmo!

E como se você tivesse uma loja e você falasse assim ó “Estou vendendo isso” e em 5 segundos o seu produto conseguisse ser vendido! Por isso, é um mercado fantástico esse de renda variável!

Ele é bom por causa disso: você não precisa ter uma loja, você pode ser dono de diversos produtos. Então, hoje você pode ser o dono de uma petrolífera e amanhã o dono de uma empresa de siderurgia, depois de amanhã ser dono de uma empresa de papel e celulose e assim vai ser de muitos ramos, dos quais você pode ser acionista.

Além disso, você não precisa ficar preso a essa empresa. Se essa empresa deu lucro, eu contínuo com ela; se deu prejuízo, eu corto e troco de ramo. Afinal, são mais de 500 empresas que vocês podem escolher e dentre essas 500 existem 50 que vocês não vão passar apertado.

Conhecendo do Mercado de Ações

Geralmente, o código das companhia é composto de 4 letras e 1 número no final, que pode ser 1 ou 2. Aprenda a comprar ações em 3 passos e saiba tudo sobre a Bovespa.

Nosso primeiro exemplo é a ABEV3 e para os bebedores de cerveja, vocês sabem do que eu estou falando, certo. E o código para você estar negociando essa ação é ABEV3, da empresa Ambev.

Embaixo tem o BBAS3, que é o código da empresa Banco do Brasil. Todo mundo conhece e aqui vão ter as 50 empresas de maior liquidez. Então, é dessa forma que vocês nunca vão errar em saber se aquela empresa é segura para investir ou não!

Mas, não é porque é segura que você vai ganhar dinheiro. Você precisa ver se essas empresas estão a favor daquilo que você quer fazer.

“Trovó, eu quero comprar uma ação em 2017, qual eu devo comprar”? Você precisa ver no termômetro se essa ação está valorizando. Se ela estiver desvalorizando, aí é certeza que você vai ficar de fora, então, se aqui tem 50 empresas e 50 códigos, você pode analisar o termômetro.

Todas as empresas estão aqui, desde empresas varejistas à empresas de aviação, empresas de petróleo, empresas de siderurgia, tem muita coisa conhecida aqui.

Drogasil subiu 350% em 3 anos. Veja!

Essa carteira muda, tá? De vez em quando sai uma empresa e entra outra no lugar, mas 90% da IBRX 50 são as 50 empresas com maior liquidez. Só para repetir: o que é liquidez mesmo? É você comprar e vender uma ação num prazo rápido. Quando eu falo rápido é menos de 5 segundos! É rápido mesmo, tá!

Temos aqui algumas conhecidas, como a Vale, Banco do Brasil, Bradesco, Pão de Açúcar, Sabesp, Lojas Americanas, Lojas Renner, Itaú, Embraer… Tudo que é conhecido! Aqui estão as grandes marcas e vocês podem ser acionistas.

Precisa ficar muito tempo com a ação? Não! “Qual é o tempo mínimo para ficar com uma ação, Trovó”? Não existe isso! Você pode ficar com uma ação agora e daqui à 3 minutos já vender no lucro. Então, ao contrário do que as pessoas pensam, você não precisa ficar um tempo mínimo com a ação. Isso é um mito, tá pessoal. Nem um tempo máximo.

Então, como eu falei, você pode ficar com uma ação tanto por alguns minutos – essa operação é chamada de Day Trade. É quando você compra uma ação e vende no mesmo dia, ou seja, dentro do mesmo dia.

A minha filosofia é a de que não dá para você ficar muito tempo preso em uma ação porque você está perdendo o custo de oportunidade. O tempo que você fica amarrado nessa ação, você poderia estar investindo em outra, a não ser que essa ação esteja mostrando para mim que, realmente, em longo prazo estará tudo ok.

Vamos pegar algumas da IBRX 50 e vamos analisar o termômetro para ver se tem alguma que se encaixe, tá?

Aqui está o nosso termômetro! Eu vou gravar um vídeo só sobre o MT5! O MT5 é essa plataforma aqui. Ela é gratuita, então, no próximo vídeo, eu vou explicar para vocês como funciona essa plataforma. Inclusive, aqui tem capital científico: vocês conseguem treinar com 100 mil reais fictícios. Isso é muito bacana: vocês podem colocar o código das principais ações e podem treinar, tá bom?

Reprodução: Google
Reprodução: Google

As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

1 – Banco do Brasil (BBAS3)

Vamos pegar aqui o código. Vamos ver, aqui, vou pegar o código aqui e ver o que tem de interessante. BBAS3! Vou pegar o Banco do Brasil, tá. Para o longo prazo ela está legal. Vou colocar a linha aqui para facilitar para vocês.

Se você viu o vídeo 1 e 2 (Você e otário ou quer Ficar Rico) sabe que nele eu explico que esse tipo de comportamento é um comportamento de indefinição. Está travada a ação.

Então, não é o tipo de ação que você quer investir para longo prazo. Por quê? Porque ela não está valorizando. Ela sempre ficou assim? Não! Ela está assim desde 2009, mas em algum momento lá atrás ela chegou a dar uma subidinha.

Não é o melhor exemplo! Essa aqui, por exemplo, para o longo prazo não está legal. Então, é um bom exemplo de ação para você investir em 2017? Para comprar e largar não, não.

2 – Gerdau (GGBR4)

E vamos pegar aqui a Gerdau – GGBR4. “Poxa Trovó, a Gerdau está exatamente o oposto: ela está caindo. Olha só, desde 2008 que ela só cai e eu vou comprar para 2017”?

Não. Está desvalorizando o preço, tá? Vou puxar uma linha para vocês enxergarem isso aqui. Estão vendo a linha branca: está apontando para baixo. Isso significa o que? Que o preço está caindo. Essa ação da Gerdau, apesar dela ser uma das 50 com maior liquidez para comprar por longo prazo, não está legal.

É uma empresa forte, você consegue comprar e vender com muita facilidade, mas para 2017 não está boa.

3 – Hypermarcas (HYPE3)

Também está enroscada. “Poxa Trovó, está tudo uma porcaria. E para longo prazo não está legal. Sempre foi ruim assim”? Não. Mas, desde 2008 ela não sai do lugar. Está terrível!

4 – Petrobras (PETR3 e PETR4)

A Petrobrás, comentei no vídeo passado, para 2017 está boa para comprar. Vamos colocar uma linha para que vocês possam ter uma ideia de para onde está indo o preço.

Para onde está indo o preço? Para baixo, então está caindo. A ação da Petrobrás, com o passar dos anos, e desde 2008, está desvalorizando. “Trovó, mas na semana passada subiu”. A ação subiu, mas você não vai ficar comprado por uma semana, estamos falando aqui de ações para longo prazo, tá!

5 – Kroton (KROT3)

KROT3 é outra empresa. Nós vamos dar uma analisada aqui. Também está enroscada. De 2008 a 2014 ela subiu muito. Vamos aumentar o zoom para vocês enxergarem. Isso aqui é o tipo de ação que você quer investir. Vocês estão vendo? Está valorizando. Olha a linha branca aqui, está apontando para cima. O preço está valorizando, então de 2011 a 2014, uma baita empresa.

Só que agora isso acabou, né. Essa alta aí terminou e agora o mercado enroscou. Está enroscado aqui nessa região. Então, enquanto estiver nessa região aqui, a gente não vai fazer nada entre a linha branca e a linha azul clara. Desde 2013 que ela está enroscada.

6 – Embraer (EMBR3)

Embraer – EMBR3. Nossa! Essa está ridícula! O que aconteceu com ela de 2011 a 2015? “Poxa Trovó, subiu pra caramba”. Foi muito boa para ganhar com a alta. A linha branca lá, apontando para cima, está vendo? Eu estou mostrando aqui o preço. E para onde o preço está indo, continua assim?

Não! Esse é o tipo de empresa que vocês podem investir por um longo prazo, só que nesse momento, ela não está assim. Ela está assim. Já está apontando para baixo. Olha o preço! Então, desde 2015 que ela está só caindo.

“Mas está barata a ação, Trovó”. Não. Nesse momento está desvalorizada. Barato estava aqui. Aqui que está barato ó. Deixa eu colocar outra cor aqui que fica mais fácil de enxergar. Onde está a setinha azul, está vendo, aqui está barato. Aqui está barato, setinha azul. Está barato o preço. Desconto. Agora aqui, não. Agora está desvalorizando.

Falaremos mais sobre isso aqui nos próximos vídeos do canal. É um assunto super complexo, então, eu quero que vocês vão se familiarizando com o mercado de ações.

Basicamente, para resumir hoje: o convite para vocês estarem conhecendo nosso blog está abaixo na descrição desse vídeo, vale a pena estar acompanhado. Está muito bacana o blog.

Aguardem os próximos vídeos!

Minicurso Gratuito

Oi, aqui é o Trovó! E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse banner aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir este vídeo e compartilhar com os amigos!

Um abraço e até o minicurso, tchau.

Comprar Casa é para Otário! Será mesmo?

Comprar Casa é para Otário! Será mesmo?

 

Olá pessoal, aqui é o Trovó! E esse vídeo eu acredito que seja o mais pedido do canal: será que compensa mais comprar ou alugar um imóvel? E essa semana eu li um artigo e olha o título: “Imóvel é para tonto”. Será mesmo? Muito bem, eu não vou te dar uma resposta, mas eu vou te dar a forma de pensar.

Compensa comprar um imóvel e quando compensa ou compensa alugar?

Para que você possa ter essa resposta, você vai precisar entender algumas coisas, comparar algumas coisas. Já vou pedir aqui, para o nosso editor colocar na tela para vocês, algumas vantagens e desvantagens de ter a casa própria financiada e morar de aluguel.

E, em cima disso, a gente vai criar uma linha de pensamento e no final do vídeo a gente vai comparar, de formas numéricas, o que vale mais a pena: se é comprar um imóvel financiado ou se é o aluguel!

Primeiro: vantagens da casa!

1 – Realização Pessoal

Você compra uma casa própria, é a realização pessoal. Porque, infelizmente, a sociedade mede o seu sucesso de que forma? Ou tendo um carrão ou tendo uma casa própria. Se você tem uma casa própria passa a sensação de bem-estar.

Isso é super importante, tá?

2 – Estabilidade

Outra vantagem de ter a casa própria é a estabilidade, a tranquilidade e saber que a casa é sua. Você não precisa ficar mudando o tempo todo, isso também é super importante.

3 – Valorização

Outra vantagem: existe a possibilidade de valorizar o seu patrimônio. Hoje em dia, estamos aqui no final de 2016, outubro, novembro e logo o ano acaba, ein bonitão… Os imóveis hoje estão muito baratos em comparação a 1 ano e meio atrás. Então, aí pode ser uma oportunidade para a compra, tá?

Desvantagem de ter a casa própria – porque não é só vantagem!

1 – Falta de Liquidez

Falta de liquidez, ou seja, se você precisar do dinheiro, você não consegue vender a casa em num passe de mágica, não.

Historicamente, no nosso país a média para você vender uma casa é em torno de um ano. Então, se você não se planejar e precisar do dinheiro rápido, você não vai conseguir. Vai demorar um pouquinho.

2 – Dificuldades para Mudanças

Outra desvantagem: você vai ficar preso naquele bairro. Você vai falar “Putz, eu não aguento mais. Enjoei. Enjoei da cara do vizinho. Enjoei da praia. Agora montaram um prédio aqui, uma república, está a maior barulheira e, poxa, o que é que eu faço agora”?

E pode acontecer do bairro mudar. Com o tempo hoje é assim. E daqui à 10, 15 anos pode acontecer muita coisa, tá? Então, isso aí também pode ser importantíssimo!

3 – Pagamento das Parcelas

Outro problema de você financiar um imóvel – esse é o pior: corre o risco de você não conseguir honrar com as parcelas do financiamento. Esse é o ponto principal, prestem a atenção no que eu vou falar agora!

O argumento que me falam é o seguinte: “Ah, quando eu estou pagando aluguel, eu estou pagando algo que não é meu e o imóvel eu estou pagando algo que é meu”.

Não senhor, não senhora! Essa não é a justificativa! O imóvel só vai ser seu quando você quitar o financiamento. É como se você estivesse adiantando 30 anos de aluguel. Se, no decorrer do percurso desses 30 anos, que é muito tempo (eu estou colocando a média de tempo de financiamento), você não conseguir pagar alguma parcela, você perde o imóvel e aquilo que você pagou, inclusive.

Então, o imóvel só vai ser seu ao final do financiamento, tá bom?

E agora a gente vai falar sobre o aluguel!

Qual é a vantagem do aluguel?

1 – Gasto Menor

O gasto do aluguel é menor. Para vocês terem uma ideia, um imóvel que custa mais ou menos 300 mil reais, para financiar costuma cobrar 1% do valor do imóvel, então, a parcela seria de 3 mil reais por mês. Para você morar no mesmo imóvel de 300 mil, o aluguel é cobrado 0,5% do valor do imóvel, então, é 1,5 mil reais.

Percebam que estamos falando de um imóvel do mesmo valor, 300 mil, para alugar e, 300 mil, para comprar? Se você for financiar esse valor por causa dos juros, você vai pagar 1% todo mês. Então, 3 mil reais por mês para financiar. Se você for alugar esse mesmo imóvel, o valor já cai para metade, então, 0,5% dá 1,5 mil reais, metade do valor do financiamento, tá?

2 – Liquidez

Outra vantagem de morar de aluguel: você ter dinheiro em mãos se você precisar do seu dinheiro. Ele não vai estar empatado no imóvel. Você tem liquidez!

3 – Facilidade para Mudanças

Outra vantagem: você fala: “Meu Deus do Céu, subiram um prédio. O vizinho que mora aqui do lado é barraqueiro, barulhento, Rock and Roll, sei lá o que”. Você enjoou, então, você muda. Você não precisa ficar preso naquele lugar, você muda. Assim, como num passe de mágica.

Só que também tem desvantagens, tá?

Quais são as desvantagens do aluguel?

1 – Algo que não é seu

Você está pagando por algo que não é seu. Financiamento também só vai ser seu ao final dos 30 anos. Você vai reformar a casa que você está alugando? Você está reformando uma casa que não é sua!

2 – Reajuste anual

Outra desvantagem: aluguel tem reajuste anual. Geralmente é pelo IGPM e vai acompanhar uma taxa de inflação, tudo bem?

3 – Instabilidade

Outro motivo: tem instabilidade! Se o dono da casa falar assim, por algum motivo: “Ah Trovó, estou precisando da minha casa”. Aí você precisa cair fora. Ele praticamente chuta a minha bunda. Você tem que trocar de casa!

4 – Fiança

Outra desvantagem: se você não tiver um fiador, vai precisar de um auxílio fiança. Vai precisar desembolsar mais para que a imobiliária possa liberar para você, tá?

Essas são as vantagens de morar na casa e a desvantagens de morar na casa própria. As vantagens de morar de aluguel e desvantagens de morar de aluguel.

Conhecendo isso, agora vamos para os números, levando em consideração que eu já posso adiantar para vocês: se você é solteiro e não tem filhos, não compensa, nesse momento, você entrar em um financiamento, tá? Não compensa, o que compensa é você estar alugando!

Agora, a conta que eu quero fazer para vocês é a seguinte – o que compensa mais: eu alugar ou eu morar numa casa própria financiada?

Vamos imaginar, então, um financiamento de uma casa de 300 mil reais. Então são 3 mil reais por mês. Se você vai alugar ao invés de financiar, pensa comigo, se você está disposto a financiar um imóvel de 300 mil, a conta serve para qualquer valor, você está disposto a pagar 1,5 mil reais e vai te sobrar 1,5 mil reais, você concorda?

O que você faz com esse 1,5 mil reais que sobrar? Você investe! Ao invés de você botar esses 3 mil na parcela do financiamento, você pega 1,5 mil bota no aluguel e os outros 1,5 mil você investe. Um aumento de juros de 1% ao mês, sendo uma Renda Fixa e uma inflação calculada aí em 7% ao ano. Em 14 anos, você consegue juntar os 300 mil, aí você vai lá e pum! Compra o imóvel à vista, mesmo morando de aluguel.

6 Dicas para Entender Como Calcular os Juros Compostos. 

As pessoas falam assim “Trovó, mas se eu morar de aluguel não vai sobrar dinheiro”.

Sobra sim! Sobra metade do valor do aluguel porque o financiamento é 1% do valor do imóvel e o aluguel e 0,5%. O problema é que você vai ter que pegar os mesmos 3 mil que você gastaria no financiamento e investe 1,5 mil e os outros 1,5 mil paga o aluguel. E, ao final de 14 ou 15 anos, você vai ter os mesmos 300 mil e vai conseguir comprar o imóvel à vista, mesmo pagando aluguel por 14 anos.

Se você for financiar o mesmo imóvel, que hoje vale 300 mil, ao final do financiamento você pagou 500 mil por causa dos juros e não vai levar 15 anos vai levar 20 ou às vezes 30 anos para pagar. Então, essa é a conta que é super importante que vocês saibam fazer.

Então, eu Trovó, hoje não tenho mais imóvel próprio. Eu comparei as vantagens e desvantagens e para mim, na situação que eu estou hoje, não compensa. Então, eu moro de aluguel. Vamos dizer assim: eu posso morar em uma casa que vale o dobro do valor, tá? E o restante eu pago de aluguel.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos!

A minha diferença de hoje é estar em uma situação super confortável. Por quê? Quem paga o meu aluguel não é o meu dinheiro é o juros que rende!

Eu pego o meu capital invisto e então eu pago meu aluguel. Eu não estou descapitalizando, meu próprio capital paga esse aluguel. Agora, para chegar nesse nível tem que ter um planejamento e começar a subir.

Então, para vocês concluírem: compensa comprar uma casa própria? Compensa se você pensam em constituir uma família, comprar uma casa próximo ao seu emprego, mas financiar por 30 anos compensa? Não.

Morar de aluguel compensa? Se for para você pegar metade do dinheiro que você ia pagar na parcela do financiamento e investir, tiver disciplina, dai você mora de aluguel por 14 anos e aí você vai e bum, compra seu imóvel à vista. Você não vai ficar preso 30 anos com o banco. É como eu falei: enquanto você não terminar de pagar o financiamento, o imóvel não é seu!

Leia Também: 3 Motivos para “Pixar Fora” de Financiamento de Carro

Eu peguei aqui um exemplo real de um financiamento de carro de 2009 que fala de uma pequena entrada de R$ 7.000,00. Então fui na tabela FIP e pesquisei o valor do carro.

A vista, o Captiva 2009 vale R$ 36.000,00. Eu peguei o valor das 48 parcelas de
R$ 890,00 mais os R$ 7.000,00 de entrada e a soma dos valores foi para
R$ 49.720,00.

A diferença é absurda entre o valor que vale e o que você vai pagar no carro. E ainda tem outro problema, o carro sofre depreciação.

As 6 melhores dicas para ter mais dinheiro em 2017

“O que significa isso, Trovó?”

Ao contrário de um investimento em que a tendência é você ganhar juros e aumentar o valor, no carro tende a perder valor com o passar do tempo e esse valor médio é na casa dos 10% ao ano .

Então a cada ano que passa, o seu carro desvaloriza 10% e, ao final de 5 anos
mais ou menos, o valor do carro que custava R$ 36.000,00 a vista, passa a ser
R$ 21.200,00.

O problema é que o carro valia R$ 36.000,00 mas você pagou ao final do tempo
R$ 49.720,00. Como daqui há 5 anos seu carro estará valendo R$ 21.200,00 a sua perda financeira será de R$ 28.500,00.

Eu estou dizendo que você acabou de perder R$ 28.500,00 em 5 anos. Por isso eu digo para você “Pixar Fora” de Financiamento de Carro, nada de pagar juros, pois é hora de começar a receber juros.

Workshop Gratuito e Online

Oi, aqui é o Trovó!

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir este vídeo e compartilhar com os amigos!

Um abraço e até o minicurso, tchau.

Você é otário ou quer Ficar Rico?

Você é otário ou quer Ficar Rico?

 

Como é que o pobre fica rico?

Esse, vamos dizer assim, é o tipo de reclamação que a gente recebe o tempo todo nos comentários do nosso canal. “Ah é muito fácil, Trovó, quem é rico ganhar dinheiro e para quem é pobre só sobra as contas para pagar, não sai do lugar”.

Vamos clarear um pouquinho a sua mente sobre isso aí, tá?

Primeiro, se você é pobre e quer ficar rico, a primeira coisa que você tem que fazer é se afastar da manada, literalmente. O que é manada? São as pessoas que ficam lhe puxando para baixo e que tem aquele pensamento – aquela limitação, aquela crença – limitante na cabeça.

Desde quando você cresceu você escuta a mesma coisa: “Poxa, você precisa estudar, fazer faculdade, ter um bom salário, comprar uma casa, ter um bom plano de aposentadoria para quando você envelhecer você não sofrer”. Só que o que mais temos hoje são idosos passando um aperto danado no nosso país e o que mal eles ganham, serve para pagar os remédios e o plano de saúde.

Então, você só vai conseguir ser rico pensando diferente da maioria e isso é muito difícil. Se você pensar igual à maioria sabe o que vai acontecer? Você vai ser pobre. A maioria da população é pobre. Isso é estatística, pessoal. 90% da população é pobre. Então, se você continuar fazendo exatamente o que todo mundo faz, não tem como você ser rico, você vai ser pobre.

“Ah aquele cara abriu um comércio e está ganhando dinheiro, vou fazer igual”.

Você vai ser pobre. Por que sabe quem vai ganhar dinheiro? Quem sai da caixinha, quem revoluciona, quem faz coisa diferente, quem tem ideias. Não adianta copiar as outras pessoas, você não vai conseguir fazer igual, não vai. Você tem que ter iniciativa. Para de copiar as pessoas, para de copiar o que a maioria faz. A maioria é pobre, se você quer ser rico, você não pode copiar a maioria.

É muito simples na minha cabeça, isso. Nossa! Para de copiar a maioria, pare de ficar escutando conselho de quem não consegue chegar lá. Você vai ter que mudar a chavinha que fica na sua cabeça. Todo santo dia tem 10 novos brasileiros que alcançam a marca de 1 milhão. Bom, se têm 10 brasileiros que alcançam por que não ser você?

Brasil insere 208 mil pessoas entre os 10% mais ricos do mundo.

O que eles têm diferente de você? Você acha que deram sorte? Eles fazem coisas diferentes. Eles procuram ideias. Hoje, para você ganhar dinheiro, basta você ter ideia e força de vontade. Você não precisa nem ter dinheiro, basta ter ideia e força de vontade e começar a receber juros. 90% desses milionários começaram do zero absoluto.

“Ah Trovó, é muito fácil: é só você casar com uma pessoa rica”.

Se você tiver o dom da lábia e for o Don Juan aproveita esse talento, faça isso. Faça, aproveita! Se você tem o dom da lábia e tem a cara de pau de conseguir casar com uma pessoa por dinheiro, faça isso.

Ganhar na loteria é para poucos e o menos provável: receber herança. Também pouquíssimas pessoas vão receber isso aqui tudo. Isso aqui não passa de um conto de fadas. A população se prende a isso porque quando você é criança é isso que você escuta: se você não casar com uma pessoa rica, não ganhar na loteria, não receber herança não tem como você ser rico, filho.

4 coisas sobre dinheiro que deveriam ser ensinadas na escola.

E você vai colocar isso como uma limitação na sua cabeça. E sabe o que vai acontecer? Você vai continuar pobre, vai invejar quem é rico e vai achar a vida inteira que aquilo não é para você. Que você é um azarado! Isso aqui é o menos provável. Isso aqui é conto de fadas, só acontece na história da Disney.

A minoria das pessoas passa por isso, a maioria tem ideias, a maioria investe, a maioria recebe juros. A mágica dos juros compostos faz toda diferença para você aumentar patrimônio. Esse é o pulo do gato!

Outro ponto: se você é pobre e quer ficar rico vai ter que controlar suas finanças independente de quanto você ganha, não tem jeito. Se você quer ganhar dinheiro, primeiro você tem que parar de perder dinheiro e a forma mais rápida de parar de perder dinheiro é parar de pagar o mínimo da fatura do seu cartão.

Se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão – me desculpe o que eu vou te falar, mas eu vou repetir – se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão, você nunca vai ser rico sabe por quê? Porque toda vez que você paga o mínimo da fatura do seu cartão, você está pagando juros.

Já falei isso aqui, em outros vídeos, a diferença entre a pobreza e a riqueza é que na riqueza você recebe juros e na pobreza você paga juros. Se você está pagando juros, está caminhando para a pobreza e quem que está enriquecendo é o banco. Então, controla as finanças!

“Qual é a regrinha para controlar as finanças, Trovó”?

Para você não se perder, pega 70% do seu salário líquido – não é o bruto porque tem desconto: uma parte vai para o governo e isso faz parte da regra do jogo, não adianta você chorar. Então, o que você tem que considerar? Tem que considerar o seguinte: é o seu salário líquido, independente do valor, pega 70% disso e aprenda a viver com esse dinheiro.

Se você não consegue viver com 70% do valor do seu salário para pagar as contas, você nunca vai ser rico, nunca. Aprenda a viver em cima do seu padrão de vida. Se você quer melhorar o seu padrão de vida, aprenda a viver no seu padrão. Se você quer ter um estilo de vida que não é compatível com o seu salário, você nunca vai ser rico. Isso é super importante, tá?

Já sabe o que são dívidas. Descubra!

Outro ponto: 20% do seu salário líquido você tem que guardar para uma emergência porque ela vai acontecer uma hora. Você vai bater o carro e não vai ter seguro, outra hora você vai ter um divórcio e você vai ter que pagar alguma coisa, vai ter que pagar pensão, outra hora você vai perder o emprego e vai precisar do dinheiro de emergência.

Essas dificuldades da vida vão acontecer, vão acontecer e quando você não tem reserva de emergência, sabe o que é que vai acontecer? Você vai ter que fazer um empréstimo do banco e aí quando você empresta dinheiro do banco você paga juros e se pagou juros vai continuar pobre. Então, você não pode depender de banco. O banco não está aqui para te ajudar, o banco está aqui para enriquecer e ele vai enriquecer em cima de pessoas que não tem controle de finanças. Então você não pode ser assim.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos.

Se existem pessoas que conseguem porque que você não consegue? Onde é que está a sua dificuldade? “Ah, eu não sei por onde começar”? Então, siga essa regra aí!

E 10 % você investe! Só vai conseguir aumentar de patrimônio recebendo juros. Isso é muito claro, anota na parede de sua casa: só vai conseguir ficar rico recebendo juros e não pagando. Pagou juros, não vai sair do lugar, vai ficar pobre.

Você vai pegar 10% do seu salário e vai investir em empresas que estão valorizando e não desvalorizando. Essa é outra burrice que a gente aprende quando criança que tem que comprar coisa barata. Coisa barata! Vou esperar ficar barato que é bom! Tomem cuidado com: comprar barato é bom! Tem uma diferença enorme entre uma coisa ser barata e uma coisa ser desvalorizada.

Temos um vídeo específico e bem curtinho explicando detalhadamente como é possível poupar 10% do salário. Veja aqui.

Como Investir Ações?

Se você comprar uma coisa que é desvalorizada a tendência e ela ficar cada vez mais barata e você vai perder dinheiro, então, o barato é diferente de desvalorizado. Vou dar um exemplo para vocês: empresa barata é muito diferente de empresa desvalorizada.

Coloquei aqui para vocês duas ações de duas empresas. Olha que interessante: a primeira empresa aqui é a empresa A. O preço da ação custava 50 reais e quando chega a 30 a população pensa assim: “Nossa, está barata vou comprar porque se voltar a 50 eu quase dobro o meu patrimônio”.

Então, esse é o pensamento de uma pessoa pobre. Por quê? Ela aprendeu, desde criança, que só vale a pena comprar coisas baratas.

Aí a empresa chegou a 35 reais e aí daqui a pouco “boom”, caiu para 20! “Nossa, agora está muito barata. Essa empresa chegou a custar 50 e agora está 20. Meu Deus do Céu, eu tenho que aproveitar e comprar essa ação de qualquer jeito. E vou comprar a 20 porque se ela voltar a 50 eu quase triplico o meu capital”.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Aí ela sobe mais um pouquinho e cai para 18. ”Nossa, se eu tivesse mais dinheiro eu ia investir tudo aqui. Queria ter mais dinheiro”. E aí você vai e fala para o seu amigo: “Cara, você tem dinheiro aí? Porque tem uma empresa aí que está muito boa e ela está muito barata. Se tem um carro, vende o carro, vende a casa, cara. Compra essa empresa, ela está 18 reais. Na hora que voltar para 50 reais, você vai lavar a égua. E está barato. Caiu mais: 15 reais. 10 reais. Vamos comprar que está barato. 5 reais, está barato. 2,50”.

Vocês estão percebendo o que está acontecendo? Está barato desde os 30 reais e o que está acontecendo? As pessoas estão comprando uma ação que está desvalorizando, estão se prendendo a preço e não estão conseguindo enxergar o geral que a cada ano que passa o preço da ação só desvaloriza.

Então é muito ruim você comprar o barato porque o barato ele pode ser 30 reais ou pode ser 1 centavo. E como é que você sabe se a empresa é boa ou não? Poxa, olha o preço: está valorizando com os anos ou desvalorizando? Pô, está desvalorizando então isso não é uma empresa barata, isso é um empresa que está desvalorizando.

E você nunca vai investir em uma empresa que está desvalorizando porque esse aqui é um pensamento pobre porque você vai comprar, comprar e comprar e você nunca mais vai conseguir ter lucro. Vai torrar todo o seu dinheiro numa empresa porcaria dessa por quê? Porque você cresceu acreditando que tem que comprar barato para receber dinheiro.

8 Papéis para investir em 2017

Olha para a empresa B!

Aa empresa B custava 20 reais e aí subiu para 30 aí agora caiu para 25, está barato. “Nossa, mas custava 20”. A visão do pobre: está caro. “Eu tinha que ter comprado a 20. Está tarde, agora já foi”. Aí a empresa foi para 35 reais. “Poxa vida porque que eu não comprei a 20”. Aí a empresa caiu para 30. Teve um desconto aqui, um desconto enorme aqui, de 35 para 30 e um super desconto.

Você tem que comprar, imagina se você for numa loja e perguntar assim: “Quanto custa esse remédio aí”? Custa 35 reais! “Você faz por 30”? “Ah, eu faço”. Você não compra? É um baita desconto, quase 10% de desconto. Nem no comércio você dá 10% de desconto.

Aí você não compra a 30 reais, está muito caro. Aí, de repente, vai lá para 40 reais. Aí você fala: “Por que eu não comprei a 30”. Aí de novo tem desconto: 35 reais. Poxa, de 40 para 35 é um baita desconto, é quase 10% de novo de desconto. E vai e vai e vai…

Então, eu posso compra a empresa até 40 reais. Não tem problema nenhum pagar 40 reais na empresa porque ela está valorizando com o tempo. Valorizando, então, independente do quanto eu estou pagando – pagando barato ou caro.

Analisando friamente agora, o que é melhor comprar: a empresa do lado esquerdo – à dez reais – ou comprar a empresa do lado direito – à 40 reais? As duas estão baratas.

A diferença é que o lado direito – a empresa B – ela está valorizando com o passar dos anos. Eu posso comprar a 40, que ela tem uma grande expectativa de chegar à 60, 50, 55.

A de 10 reais, eu posso comprar ela agora, ano que vem ela vai custar 5 e se eu compra a 5 no outro, vai custar 2,50 porque eu estou vendo claramente a desvalorização por mais barato que ele esteja. Às vezes é melhor comprar numa empresa mais cara porque ela tem potencial de valorização.

Então, a partir de agora, preste a atenção no que eu vou falar: empresa desvalorizada, você vai ficar longe é pensamento pobre e a empresa que deu desconto no preço da ação aí vale a pena.

Desconto: a empresa custava 30 foi para 25, isso foi um desconto e a empresa não está desvalorizando.

16 ações que mais valorizaram na Bolsa de Valores

Vocês percebem que o preço está tendendo a subir com o passar dos anos? Então, eu não preciso comprar a 20 para ganhar com essa ação, posso comprar a 25, ganharia dinheiro. Se eu comprasse a 30, eu também ganharia dinheiro, ganharia menos do que se tivesse comprado a 25, mas tudo bem, ganhei dinheiro. Se eu comprasse a 35, eu também ganharia dinheiro. Se eu comprar a 40 eu também vou ganhar dinheiro.

Olha a valorização que eu tive: de 40 para 55, então, o importante é comprar quando tiver desconto. Optem por empresas que estão valorizando com o tempo. Parem de achar que empresa barata é empresa boa. Esse é pensamento pobre.

Perfeito? Então, o que você vai fazer com os 10% do seu salário? Você vai investir em empresas que estão valorizando e quando que você vai entrar? Quando essa empresa estiver valorizando e lhe der desconto, aí você entra comprando.

Está dado o recado, então. Esse é o caminho para você conseguir sair da pobreza e ir para a riqueza. Faça isso todo mês com 10% do seu salário em empresas que estejam valorizando, no momento que houver um desconto. Tá bom? Um abraço e até o próximo vídeo.

Entendendo a Bolsa de Valores

Sabe por que o mercado de ações é um dos mais indicados para enriquecer? Porque esse mercado financeiro funciona muito bem mesmo diante da crise. Antes que vocês pensem em me dizer que “eu posso perder todo o meu dinheiro com as ações”, eu vou logo afirmando que isso não vai acontecer, se você for um bom estrategista que tenha controle financeiro.

Pode acontecer, realmente pode. Mas, assim também como acontecer os acidentes fatais de trânsito. Eles existem e acontecem todos os dias, mas você não deixa de dirigir, não é? Simplesmente porque entende quais são as causas daqueles acidentes. Na Bolsa de Valores, quando você entender o mercado, você diminui os riscos e passa a ter boas probabilidades de lucro.

No Brasil, a compra e venda de ações acontece na BM&FBovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). Essas negociações são feitas por meio das corretoras habilitas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Lembretes: não há valores exatos para serem investidos e comprar ações. Mas, se for para começar com valores baixos, é indicado começar investindo em fundos, já que os custos não serão tão altos. Vamos falar mais sobre os tipos de investimentos abaixo.

Agora, vamos entender um pouco sobre a Bolsa de Valores: em resumo, é um mercado online de negociação de ações e produtos. Foi criada com o intuito de arrecadar recursos para as próprias empresas. Hoje, quem tem participação nessas empresas, recebe parte dos lucros da mesma, já a empresa capta dinheiro à um preço mais baixo do que se fizesse um empréstimo bancário, por exemplo.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Para entrar no mercado de ações, você precisa escolher uma Operadora de Valores: normalmente, Bancos ou Corretoras de Valores.

Ela será sua intermediária e responsável pelos seus investimentos. Depois, durante as transações, seu contato será feito com analistas dessa corretora.

E você também pode investir pela internet, através do Home Broker, uma ferramenta que informa as cotações das ações, ordens de compra e venda de ações. Aqui, é importante estar atento á palavras como Ativo, Quantidade, Preço e Validade.

Os custos para investir na bolsa de valores são: a corretagem – quando você compra e venda ações – e a taxa de custódia – valor cobrado mensalmente pela corretora para guardar suas ações. Você também vai precisar pagar a tributação do Imposto de Renda, que normalmente é de 15% sobre o ganho de capital de ações.

* A isenção do IR ocorre apenas para vendas de até 20 mil reais no mês.

Caso tenham interesse em saber mais detalhadamente como o Mercado Financeiro de Ações é o melhor investimento, acessem esse link.

E entenda tudo sobre a Bolsa de Valores no link.

Curso Online e Gratuito

Oi, aqui é o Trovó!

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir e compartilhar com os amigos!

Novo Aplicativo: SR Invest

Novo Aplicativo: SR Invest

 

Hoje tem novidades! Hoje vou falar para vocês sobre mais uma novidade que a gente está tendo: é e o novo aplicativo chamado SR INVEST!

E a primeira novidade é que é free, gratuito, não precisa pagar nada não! É grátis! Para acessar o aplicativo, é só entrar no Google Play e clicar no SR INVEST! “Trovó, não tem para IOS”? Calma, você está bem, né! A Apple é mais chatinha para liberar o aplicativo. Ela leva em média uns 30 dias. Então, daqui 30 dias deve estar disponível para IOS!

Bom, o que o aplicativo tem de novidade?

Antes, é preciso se cadastrar. Vocês vão começar a preencher os seus dados, inclusive inserindo qual é a faixa de capital que vocês têm para investir. Se o seu capital for alto ou baixo, não importa, uma vez que você preencher qual é a sua faixa de capital, você terá no aplicativo, em tempo real, as melhores recomendações que existem no mercado naquele momento.

Educação Financeira: O que falta para sairmos das dívidas e sermos bons investidores?

Capital de investimento, seus dados pessoais e uma vez que você fizer o cadastro, aí sim, você vai estar apto a navegar no aplicativo!

A primeira novidade do aplicativo é com relação às melhores oportunidades de Renda Fixa que existem. Isso é fantástico! Por quê? Muita gente, inclusive aqui do canal ainda investe em Renda Fixa através do banco e você vai perceber que as taxas são ridículas!

Leia Também: Renda Fixa continuará a ser atraente em 2017. 

Diariamente o aplicativo vai atualizar para vocês quais são as melhores rendas fixas baseadas no seu capital!

Não precisa ter conta em todos os bancos do aplicativo, na verdade o ideal é que você abra conta em uma corretora intermediária onde você consiga acessar todas essas oportunidades do aplicativo.

Se você quiser investir em uma delas, vai aparecer as abas, tudo certinho, como fazer e lembrando que quem quiser falar com um assessor direto pelo aplicativo é só digitar o DDD (12) 9-9739-7655! Esse é o celular, com WhatsApp, para vocês estarem se comunicando com as melhores rendas fixas!

É fantástico porque ela vai pegar a melhor renda fixa independente do banco. Independente se o banco é bom ou ruim! Não importa! Porque todas as rendas fixas que o aplicativo mostra têm garantia do Fundo Garantidor de Crédito, que é de até 250 mil!

E se o seu banco falir? Entenda mais sobre o Fundo Garantidor de Crédito!

Outro ponto positivo do aplicativo são os indicadores econômicos!

Você vai conseguir saber exatamente quanto está a Selic, quanto está o Dólar, quanto está a Inflação. São várias matérias sobre investimento, que vai estar em outro campo do aplicativo, que você vai conseguir ver com facilidade.

Na parte de treinamento, vai estar todos os vídeos do Trovó do Youtube! Então, se você não está conseguindo acompanhar as atualizações do youtube, você clica na aba treinamentos, dentro do aplicativo, e ali vão estar todos os vídeos atualizados para você!

Outra aba importante é com relação à comparação!

“Trovó, o que rende mais é uma LCI de 92% ou e um CDB de 115%”?

3 aplicações financeiras para investir com o seu salário extra!

Você vai lá, digita no aplicativo essa comparação entre a rentabilidade da LCI e a rentabilidade do CDB e o aplicativo já converte qual é que vai dar mais lucro, inclusive considerando o Imposto de Renda, que o CDB cobra e a LCI não! Aliás, essa é uma dúvida corriqueira, que todo mundo tem!

O aplicativo vai ter muita atualização ainda, inclusive, futuramente a gente vai ter a parte de Renda Variável, a parte de palestras ao vivo – isso vai ser muito legal, a parte de automatização de estratégias, os robôs.

Então, aguardem novidades, tá!

Tem que fazer direto pelo celular, por enquanto não tem via web!

Qualquer sugestão vai ter o e-mail do SR INVEST na parte de sugestões, vocês podem deixar suas sugestões!

As atualizações vão acontecer constantemente!

Espero que vocês se divirtam!

E a parte básica de investimento: o que é Tesouro Selic, o que é Renda Fixa… Tudo isso vocês vão ter dentro do aplicativo!

Eu espero que vocês curtam e aproveitem essa novidade!

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso! Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom? E não se esqueça de curtir este vídeo e compartilhar com os amigos!

Um abraço e até o minicurso, tchau.