Quantos cartões de crédito é preciso ter para um bom controle financeiro?

ANÚNCIO

O assunto de agora é cartão de crédito. E antes que falamos qualquer coisa, diga você: quantos cartões de crédito você acha que deveria ter para manter um bom controle das suas finanças pessoas mensalmente?

  • Um cartão é suficiente?
  • 2 seria ideal para você comprar na loja e na internet?
  • Talvez 3 para aumentar o seu crédito no mercado?
  • 4 por que as lojas não cobram anuidade?
  • Qual é o número exato de cartões ideal para você?

Os cartões de crédito ainda são a bola da vez porque são produtos que garantem a facilidade e até mesmo a segurança durante uma compra.

ANÚNCIO

Então, sim, ele vai continuar sendo assunto a ser discutido aqui no blog por muito tempo.

Hoje é sobre a quantidade de cartões que a gente pode ter. Porque você sabe, atualmente, temos muitas opções: o sem anuidade, aqueles com benefícios em viagens, os com aplicativos, aqueles que tem limite, os pré-pagos e etc.

Então, qual seria o melhor equilíbrio no quesito quantidade de cartões?

ANÚNCIO

A resposta

E não vamos nos estender muito para dar essa resposta…

Aqui está ela: ter entre 1 e 3 cartões de crédito é o ideal para todo mundo.

E aqui estamos considerando que você possa usufruir de forma equilibrada e de forma saudável dos benefícios e das vantagens que eles proporciona.

Principalmente, sabendo que ele é o meio de compra de grande importância na vida das pessoas.

Agora, vamos entender quais os cuidados que se deve ter, tá bom?

Quantos cartões de crédito é preciso ter para um bom controle financeiro?

1 – Limite do Cartão

Um pouco de atenção em relação ao limite do cartão de crédito ou aos limites dos cartões de créditos para quem tem mais de 1.

Esse tal limite é que tem levado milhões de brasileiros à inadimplência.

Sim senhor e senhora: o cartão de crédito é o maior causador do nome sujo na vida de muita gente.

O que acontece é que a pessoa começa a comprar parceladamente e sem fim. É um mar de compras e de fatura depois. Só que o parcelado também tem que ser pago e aí começa a faltar dinheiro.

Quando eu parcelo em 10 vezes, eu estou comprometendo aquele orçamento nos meus próximos 10 meses subsequentes, entende isso?

Só que já no segundo mês eu faço parcelas em 10 de novo e aí elas começam a se acumular.

Imagina como fica o seu orçamento financeiro se você também faz isso.

2 – Consumo Inconsciente

Sem perder a ideia que trouxemos, considere que aquele orçamento vai ter muitas parcelas de várias compras. E o valor vai ser bem alto.

Quem tem uma fatura de cartão com valor alto sabe que quando isso acontece nunca sobra nada no mês né. E ainda temos outras contas a pagar.

Chamamos isso de facilidade de crédito.

É é o que o Brasil proporciona para muita gente e, por isso, nós estamos numa situação de pleno  desequilíbrio financeiro das pessoas por aqui.

Olha: ter cartão de crédito não é um problema, ter limites muito menos. Agora, saber usar  os limites desse cartão é que é um grande ponto a ser trabalhado para todas as pessoas.

3 – O Ideal

Mas, qual afinal seria o limite ideal?

Depende, né. Porque tem pessoas que são muito controladas e mesmo com limites maiores do que ela ganha, ela nunca gasta mais do que deve.

Mas, esse não é o caminho da maioria das pessoas brasileiras.

Então, a recomendação passa a ser outra: o limite de todos os cartões de crédito que você tem nunca deve passar os 30% do seu salário, obviamente.

Provavelmente o seu limite passa disso, né? Ninguém segue essa regra e, por isso, todo mundo está sofrendo na hora de pagar as contas.

Entenda que eu posso ter 3 cartões, mas os limites é que vão fazer a diferença no fim das contas.

Essa ideia dos 30% já é um bom começo para você não se perder e não se desequilibrar financeiramente.

Ah, aqui temos outra observação: para quem ganha 1 salário mínimo ou menos, o ideal é ter apenas 1 cartão de crédito.

4 – O Vencimento da Fatura

O vencimento do cartão deve respeitar o vencimento do salário.

Então, o vencimento do meu cartão tem que estar, ao menos, 10 dias após o meu ganho mensal fixo, que no caso é o salário.

Suponhamos que o seu ganho mensal vai cair lá no dia 30 e que esse cartão seja vencimento dia 10, se algum problema houver no seu salário ou no seu ganho mensal, você ainda tem condição de tomar uma decisão nesse tempo.

Por isso, esse é o ideal.

Porque aí dá até para buscar outro recurso para que você não deixe de pagar a fatura total porque se você não pagar a fatura total você cai nos custos de juros absurdos, maiores do mundo e o limite é o fim do poço.

Então, atenção redobrada para a data de pagamento do cartão: 10 dias após o recebimento do salário é o ideal, não esqueça.

5 – Mais de 1 Renda

Agora, um último cuidado é para quem acha que por ganhar mais de 1 renda por mês vai ter mais facilidade ou mais flexibilidade para o limite do cartão.

Isso pode até acontecer no seu pedido para o banco aumentar o limite, mas lembre-se que as contas vão vir no mês seguinte.

Além do mais, quem tem mais de 1 renda, geralmente, é autônomo e nem sempre essa renda a mais vai existir. Estamos falando de mercado e isso quer dizer que tem mês de bons retornos financeiros e mês de baixos retornos.

Portanto, é um risco usar o limite do cartão sem ter a certeza de que terá o dinheiro no mês que vem.

ANÚNCIO