Carteira de estudante digital – saiba como emitir a sua sem sair de casa

ANÚNCIO

A ID Estudantil ou carteira de estudante digital é uma nova forma que os estudantes possuem para comprovar que estão matriculados em alguma escola. A ideia do governo federal, com o lançamento dessa ferramenta, é trazer mais facilidade e benefícios.

Entre as vantagens de ter a carteira de estudante digital no celular está o fato de que isso não terá custo algum ao interessado. Aliás, dá para baixar o aplicativo de celular gratuitamente na Apple Store ou no Google Play Store.

ANÚNCIO

Além do mais, com a ID Estudantil, os estudantes brasileiros cadastrados nas escolas credenciadas pelo MEC (Ministério da Cultura e Educação) vão poder pagar meia-entrada em vários eventos. Por exemplo, shows, cinema, teatros, etc.

Por que ter o app da ID Estudantil

Para início do texto, vamos considerar que você já conhece as principais vantagens desse documento digital. No entanto, o que pode te motivar de verdade a fazer o cadastro é o fato de que esse é um documento com validade em todo território nacional.

Por isso, você não tem mais que ficar levando carteirinha de estudante na carteira. Com o celular, você pode apresentar o seu documento. “Basta baixar o aplicativo e preencher os dados solicitados”, diz o governo, no Google Play.

ANÚNCIO

Dessa forma, será feita uma análise com o cruzamento das informações pessoais. Assim, se você for aprovado vai ter o seu documento digital. Além do mais, ele é gratuito e pode te permitir benefícios, como o pagamento de meia entrada em eventos.

Nas próximas linhas vamos falar mais sobre como ter esse documento, como baixar o aplicativo e alguns cuidados que precisam ser tomados. Leia.

Quem tem o direito a ter a ID Estudantil

Antes mesmo de emitir a sua carteirinha, o ideal é você saber se tem o direito, não é mesmo? Considere que todos os estudantes matriculados nos níveis e nas modalidades de ensino previstos na lei podem ter o documento.

A lei de destaque é a 9.394, que é de 1996. Os alunos de pós-graduação lato sensu ou stricto sensu não tem direito ao documento digital. Aliás, é importante saber que para solicitar a ID Estudantil vai ser preciso apresentar o CPF.

Inclusive, quem não for maior de idade vai precisar apresentar os documentos do responsável legal também. E vamos falar mais disso no próximo tópico, acompanhe.

Como obter a carteira de estudante digital

Para quem quer solicitar o documento sem precisar sair de casa, saiba que há vários canais. Mas, o mais indicado é acessar a plataforma do MEC. Lá, sobre a emissão, há 4 dicas: para quem já tem a Carteira de Motorista, para quem não tem, para dependentes e para menores de idade.

De qualquer modo, em todos os casos, a pessoa interessada vai precisar seguir uma espécie de passo a passo. Ele se inicia com o download do app gratuito no celular. Assim, dá para encontrar o aplicativo na App Store ou no Google Play.

Em seguida, vai ser preciso acessar a conta que você tem no site do governo federal. Inclusive, se não tiver essa conta, você poderá criar gratuitamente também. É um cadastro simples, que exige apenas o envio de informações pessoais ou de comprovações.

Carteira de estudante digital – saiba como emitir a sua sem sair de casa

Por último, o interessado pode abrir o programa e adicionar a ID Estudantil. Também vai ser preciso ler todos os termos e condições antes de finalizar o processo. Inclusive, a fotografia é feita pelo celular mesmo, sendo que vale para a validação biométrica facial do programa.

Ainda sobre a fotografia, aqui vai uma dica para você evitar erros. “Esteja em um lugar bem iluminado e faça a limpeza da lente da câmera antes de tirar a fotografia. Além disso, mantenha o seu rosto centralizado e evite inclinar o aparelho”.

Sobre baixar o app grátis

Esse tópico é apenas um adendo do que foi mencionado acima. Aliás, o motivo tem sido disseminado pelo próprio governo para evitar fraudes e que os estudantes tenham o aplicativo incorreto, que tem acontecido de forma constante.

“Alertamos que os usuários verifiquem se o aplicativo que está baixando é da loja oficial da ID Estudantil”. A dica é para evitar baixar aplicativos que podem levar você de forma indevida para outros programas.

Aplicativo SNE – saiba como pagar as multas de trânsito com até 40% de desconto

Outro detalhe importante de ser considerado é que o aplicativo ainda pode ser melhorado. Assim sendo, se você fizer o download e ver a possibilidade de melhorias, o ideal é entrar em contato com o desenvolvedor para fazer tais sugestões.

O e-mail direto para contato é o idestudantil@mec.gov.br. Leve em conta que ao todo já foram feitos mais de 1 milhão de instalações apenas no Google Play. E a última atualização é de dezembro do ano passado, com a melhoria da captura dos documentos, por exemplo.

O uso da carteira de estudante digital no transporte

Para finalizar o conteúdo, é muito importante que o estudante considere que o governo federal não liberou o uso desse documento para o transporte público. Porém, há informações de que isso poderá acontecer no futuro.

Como já foi mencionado no início do texto, a ID Estudantil dá direito à benefícios em eventos culturais. Veja o que está no site do governo: “O passe estudantil não tem previsão nessa lei do transporte, pois ele geralmente é disciplinado por leis estaduais ou municipais”.

ANÚNCIO