Aprenda a usar o cartão de crédito como aliado do orçamento

ANÚNCIO

A comodidade e a segurança de não precisar andar com dinheiro nas bolsas e carteiras é um dos grandes motivos para que as pessoas optem em usar essa forma de pagamento. No entanto, nem todo mundo sabe como usar o cartão de crédito como aliado.

Aí, o que acontece é um problema: ele se torna, bem rapidamente, o vilão do orçamento. E tanto é verdade que é o maior causador de dívidas na vida de tantas famílias brasileiras. O problema surge quando alguém se torna refém dele, com dívidas que aumentam a cada mês.

ANÚNCIO

Por isso, é importante saber usar seu cartão de crédito como um aliado para auxiliar no equilíbrio do seu orçamento – e não o contrário. Aprenda agora algumas dicas para fazer essa utilização corretamente.

Entenda a operação do cartão de crédito

A primeira coisa que deve saber para que o cartão de crédito se transforme em um aliado do orçamento é a forma com ele é utilizado. A operação de um cartão de crédito tem uma ordem a ser seguida. Sim, não basta digitar a senha e sair usando por aí, não.

Quando se faz um cartão, a instituição financeira escolhida por você irá utilizar alguma bandeira, entre as mais famosas estão Mastercad e Visa, para que lhe ofereça um limite mensal para gastar até o fechamento da fatura.

ANÚNCIO

Após o pagamento desse valor, o seu limite será liberado novamente para o mês posterior. Para a definição desse valor, o banco ou qualquer lugar que você faça a sua solicitação irá fazer uma avaliação do seu salário e bens para chegar a um valor condizente com sua realidade.

Saiba gastar somente o que puder

A premissa sobre a utilização de um cartão é muito boa. Mas, somente se não ultrapassar esses limites. Inclusive, é aí que os problemas começam. Por que a pessoa tem uma renda de R$ 2 mil, cartão com limite de R$ 3 mil e ela gasta mais do que ganha. A conta não fecha.

O comum quando estoura o limite ou não tem dinheiro suficiente para toda aquela fatura é pagar apenas o valor mínimo. Isso gera problemas para qualquer pessoa no mundo todo. Já que esse pagamento acaba fazendo com que você pague juros exorbitantes.

Se você nunca passou por isso, continue assim, ótimo. Por outro lado, saiba que é uma situação muito difícil de remediar porque esses juros podem chegar até 300% ao ano. Ou seja, sua dívida aumenta 3 vezes em apenas 12 meses.

Por exemplo, caso sua dívida seja de R$ 500, vai subir para R$ 1.500 neste período. E se já estava complicado pagar o primeiro valor, considerar o triplo vai ser ainda mais difícil.

A nossa sugestão é usar seu cartão somente quando for realmente preciso ou para parcelar compras maiores, como geladeiras. Além disso, tenha um controle de quanto está gastando. E, por fim, evite pagar apenas o mínimo da fatura, você já entendeu a armadilha que pode cair.

Cuidado com o gasto invisível

Dá para usar o cartão de crédito como aliado. E uma das dicas mais importantes para isso é você considerar o que é “gasto invisível”, que tem sido muito falado no mercado.

Outro cuidado para ter seu cartão como um aliado e não como um fator que lhe gerará dividas é saber que mesmo sem usar dinheiro físico, você ainda estará gastado ao passar seu crédito nas compras. O seu crédito terá que ser pago e não é algo invisível, que vai desparecer, ok?

cartão de crédito como aliado

Isso parece bem obvio, né? Mas, não é. Os especialistas afirmam que existe um efeito psicológico que o faz acreditar que não está gastado efetivamente e acaba se perdendo em seus gastos mensais. E acabam só percebendo o tamanho no rombo quando chega fatura.

Nesse caso, a nossa dica é toda vez que fizer uma compra, consultar no aplicativo do celular do banco para conferir quanto já gastou e qual valor ainda tem disponível. Caso estiver em dúvida ou já estiver com o limite estourado, evite as compras.

Siga algumas regras básicas para o uso do cartão

Por fim, se você já entendeu que para ter o cartão de crédito como aliado você precisa respeitar o seu limite de crédito e pagar a fatura em dia, aqui vai mais algumas regrinhas básicas que podem lhe ajudar ainda mais com isso.

50% do total – mesmo você tendo um valor fixado para o limite do seu cartão, procure não ultrapassar 50% dele, pois se tiver algum problema ou gasto imprevisto terá onde recorrer na necessidade.

Descubra qual é o melhor jeito para quitar a fatura do cartão de crédito

Compras pontuais – gaste o seu crédito apenas em compras pontuais, maiores e planejadas. Não fique usando no seu dia a dia, salvo casos de emergências. É justamente essa facilidade de passar tudo no cartão que acaba gerando os problemas financeiros.

Saiba quando é melhor usar o cartão de crédito e quando não se deve

Um único cartão – tenha apenas um cartão de crédito. Escolha aquele que se adeque melhor ao seu estilo de vida. Você não precisa criar um cartão novo em cada loja que for comprar algo. Se pagar uma fatura por mês já não é uma tarefa fácil, imagina várias?

Aprenda como ter o limite do cartão de crédito disponível em dinheiro

Planilhas financeiras – para ter um controle exato dos seus gastos você pode fazer uma planilha. Inclusive, existem aplicativos que fazem isso gratuitamente e muito facilmente.

Descubra como ganhar dinheiro extra com o cartão de crédito

Outras formas de pagamento – se mesmo com todas essas dicas, não está conseguindo diminuir o uso do cartão, talvez seja melhor procurar outro método para efetuar pagamentos. Faça um teste: fique um mês sem o cartão e veja como vai se sair.

ANÚNCIO