Carro novo ou usado?

ANÚNCIO

Carro novo ou usado… Qual a melhor opção que a gente tem hoje no mercado? O nosso texto de hoje é totalmente educativo e vai te ajudar a pensar sobre a escolha de ter um carro novo, 0 KM ou de comprar um usado, com alguns quilômetros rodados.

Como é bom adquirir o carro da gente, não é verdade? A gente saber que hoje temos os aplicativos que as pessoas podem pedir um carro, um táxi, uma carona. Só que ter o próprio carro é algo cultural, que vai trazer a sensação de liberdade – para ir e vir quando quiser!

ANÚNCIO
Carro novo ou usado?

A ideia aqui é saber se é melhor comprar um carro zero quilômetro ou se é comprar um carro usado? Você tem algum palpite? Vamos analisar por partes e isso facilitará muito o entendimento!

O sonho de ter um carro

Independentemente se ele é novo ou se ele é usado, considere que para você que vai comprar o seu primeiro carro, esse vai ser um carro novo!

Ele é novo porque é um carro que você está adquirindo, portanto, é novo para você mesmo que não seja novo de fábrica.

ANÚNCIO

E esse carro usado tem 5 ou 10 mil quilômetros rodados? Não importa porque a primeira vez que você entrar nele e se sentir-se o dono dele, então, esse pode ser o seu novo carro.

Tudo começa pelo sonho de ter seu carro e que pode ser 0 KM ou usado. Mas, o mais importante é você saber porque você quer esse carro. Entende isso?

É um desejo, por uma necessidade, conforto?

Todos esses motivos são importantes para você realmente fazer um análise e definir qual carro comprar.

O carro 0 KM

Agora, é lógico que você comprar um carro zero da concessionária tem cheiro de novo, tudo zero, você tem a garantia por um tempo. Essa é uma vantagem.

Além de ser um carro novo que você certamente ficará mais tempo com ele.

E um ponto importante é que quando você compra de uma concessionária 0 KM você tem a PROCEDÊNCIA muito bem definida, pelo motivo de que saiu de uma concessionária.

O carro usado

Agora, quando a gente vai para um carro usado você precisa ficar muito atento à essa garantia que, obviamente, não existe.

O primeiro fato é que se vende muitos veículos de forma irregular, atualmente, no Brasil.

Ou seja, aquele carro pode ser até um carro clonado e sim, muitas vezes pode acontecer isso.

Por isso, é importante que você faça sim – sem dúvida alguma – uma pesquisa muito bem definida e que tenha um despachante para que ele possa realmente fazer a pesquisa e saber se esse carro está em ordem.

Ah, e não se esquecer de levar naquele mecânico de confiança, para analisar a parte mecânica e elétrica dele, já que isso efetivamente pode apresentar problemas com o carro no futuro.

Mas, de maneira geral, fazendo isso você tem o amparo desse profissional que conhece: seja do seu despachante como também aquele mecânico de confiança!

Os valores!

É lógico que um carro novo custa muito mais do que um carro usado.

Aí, muita gente prefere comprar os carros usados porque já tem um valor inferior.

Por exemplo, quando você tira o carro da concessionária, você imediatamente é o primeiro dono dele.

Só que aí, esse carro, se você quiser vender, ele já tem lá no dia seguinte em média 10% de depreciação.

Porque você não está comprando mais a concessionária, você está comprando de um terceiro. E isso desvaloriza demais no valor do carro. O resultado é a depreciação de, ao menos, 10%.

E isso faz toda a diferença!

Tem muita gente que compra sim um carro semi novo, que é esse carro que já saiu da concessionária e que tem até 2 anos de uso. Só que ele está muito bem conservado e lógico, a pessoa vai pagar até 30% a menos por conta disso.

30% de um valor integral é bastante economia de dinheiro.

Isso faz uma diferença significativa!

A atenção fica para a garantia desse carro porque tem carro que tem até 5 anos de garantia e isso também faz diferença porque quando você vai fazer as revisões, você tem lá um carro sempre seminovo. Entende?

Ou seja, atualizado e revisado para que você possa ter o melhor desempenho e também uma melhor utilização desse carro.

Faça as contas!

Junto com tudo isso, você precisa saber qual é o seu orçamento financeiro e  principalmente qual o valor da manutenção que esse carro dará para você todos os meses.

Não é certo comprar um carro seminovo simplesmente porque é mais barato. Se ele for um carro que consome muito pode ser ruim para você. Ou se for um veículo que não vai atender o que você precisa.

Você pode começar a fazer as contas sabendo que um carro custa para o seu proprietário mensalmente 2% sobre o valor desse carro. E esse valor é de custo de manutenção e outros gastos.

Portanto, um carro de R$ 30 mil vai custar  600 reais todos os meses.

Então, qual o carro comprar: o novo ou usado?

O mais importante que você faça uma análise financeira daquilo que falamos aqui e principalmente que ele esteja de acordo com o seu padrão de vida, com o seu custo de vida atual.

Porque nem sempre o mais importante é o valor desse carro, mas, sim, o custo da manutenção.

ANÚNCIO