Descubra qual é a diferença entre o cadastro positivo e o cadastro negativo

ANÚNCIO

No conteúdo de hoje, a gente vai citar as principais diferenças entre o cadastro negativo e o cadastro positivo, que é muito comum em órgãos de defesa ao crédito, como o SPC e o Serasa. Afinal de contas, muitas pessoas têm tido dúvidas sobre este assunto.

E foi pensando nisso, que a gente trouxe o tema à tona. A nossa ideia geral é falar das diferenças e explicar cada uma dessas coisas: cadastro positivo e cadastro negativo. Mesmo porque elas afetam a sua vida – para melhor ou para pior, né.

ANÚNCIO

Descubra qual é a diferença entre o cadastro positivo e o cadastro negativo

Este é um daqueles textos que pode mudar muito sobre o que você considera do mercado financeiro. Ainda mais se você é uma daquelas pessoas que temem o SPC e o Serasa. Na verdade, eles podem ser bem vistos, viu. E você vai descobrir os motivos, nas próximas linhas.

O cadastro negativo!

Vamos começar falando do cadastro negativo. Ele contém informações detalhadas sobre a inadimplência dos consumidores. Ou seja, é um cadastro que já existe há muito tempo no Brasil e disponibiliza várias informações valiosas apenas sobre dívidas vencidas e não pagas das pessoas.

ANÚNCIO

Basicamente, temos que concordar em dizer que se o seu nome está no cadastro negativo, como é de se imaginar, isso não será nada bom para você.

E isso vale tanto para as empresas (pessoas jurídicas) como para os consumidores (pessoas físicas). Logo, esse cadastro pode ser consultado por empresas que pretendem realizar negócios ou simplesmente fazer um empréstimo e conceder crédito a consumidores e a outras empresas também.

Entenda que quando você vai solicitar o financiamento em uma revenda de carros, quando vai pedir empréstimo no banco ou quer um cartão de loja, o seu nome é consultado. E se ele estiver negativado, aí pode ser que a empresa negue a você esse crédito.

Em resumo, o que sabe é que através do cadastro negativo é possível saber se uma empresa ou uma pessoa está ou não em situação irregular. Se estiver irregular, quer dizer que está em situação de inadimplência.

Agora, por outro lado, não é possível ter uma visão mais completa do histórico de pagamento realizado e nem da capacidade de assumir novos compromissos. Ok? Então, é só para saber se você ou qualquer outro consumidor está devendo ou com dívidas.

Dessa forma você já sabe sobre o cadastro negativo e o positivo, o que é?

O cadastro positivo!

Já o cadastro positivo, ao contrário do negativo, não considera somente a inadimplência, mas ele considera também os compromissos assumidos e os pagamentos realizados. Isso pode ter sido feito por empresas e por consumidores.

Então, já podemos considerar, sem dúvidas alguma, que temos aqui uma informação um pouco diferente. A grande diferença entre o cadastro positivo e o cadastro negativo é o fato que o cadastro positivo pode ser muito mais justo com o consumidor.

Isso porque ele vê várias coisas e não apenas as dívidas. Assim sendo, ele vai analisar se você paga suas contas certinho, apesar de ter uma dívida, por exemplo. Lógico que não é porque você não pagou uma conta, que você não paga as outras, né?

Dessa forma, se você está pagando a maioria dos seus compromissos, ele vai analisar por esse lado, sim. O que é diferente do cadastro negativo, sendo que ele vai ver só se você está devendo e não leva em consideração se você paga as outras contas.

É por isso que hoje em dia recomenda-se muito que as pessoas façam o cadastro positivo, que está disponível também em sites e empresas como o SPC e o Serasa. Tem muita gente que tem o nome sujo e tem medo de fazer, mas ele é bem mais justo do que o negativo, como vimos acima.

Basicamente, o cadastro negativo analisa as dívidas e o cadastro positivo analisa se você paga certinho e se você tem um histórico bom com as suas contas. Para isso, ele analisa várias informações para poder ver se compensa ou não conceder um crédito para você.

Como esses cadastros podem ser bem vistos?

Descubra qual é a diferença entre o cadastro positivo e o cadastro negativo

Se você é uma das pessoas que sempre tremem na base ao ouvir falar desses cadastros (o cadastro negativo e o cadastro positivo), saiba que eles podem ser vistos com bons olhos, sim.

Isso porque, por exemplo, em ambos os casos, eles servem para dar uma segurança maior para quem presta algum tipo de serviço ou oferece algum tipo de crédito. Especialmente, para quem vende parcelado.

Ele acaba sendo uma forma de se fazer uma estimativa sobre o comprador. E isso dá ao vendedor uma ideia se ele vai receber ou não vai receber daquela pessoa ou daquela empresa que ele está vendendo o produto ou serviço dele. Entende?

Apesar de o SPC e o Serasa serem empresas muito temidas, elas acabam sendo boas quando a gente olha por esse lado, do empreendedor. Ainda mais para quem está começando um negócio novo ou para quem vai se tornar MEI, esses cadastros acabam sendo ótimas maneiras de fechar acordos e contratos mais confiáveis e mais concretos.

Onde fazer o cadastro positivo?

Você que é consumidor pode fazer o cadastro positivo em vários sites. Um dos mais confiáveis é o do Serasa Consumidor. Inclusive, por lá dá para você ver exatamente como esse serviço funciona.

Veja o que o Serasa diz:

“A lei 12.414/2011 foi alterada. A inclusão no Cadastro Positivo tornou-se automática. Além disso, é uma forma bem-sucedida em mais de 70 países. No entanto, apenas o seu score estará disponível no mercado. A menos que você autorize a consulta dos dados abertos do seu histórico de crédito”.

Para saber mais, acesse a página do Serasa Consumidor.

ANÚNCIO