Bancos antecipam a restituição do Imposto de Renda… 3 motivos para não fazer isso!

Há quem diga que ocasião faz o ladrão. Mas não que o banco seja o ladrão, ok? Os principais bancos do país já colocaram as manguinhas de fora e estão oferecendo a antecipação da restituição do Imposto de Renda 2017. Logo, é possível pegar um empréstimo de 100% do valor da restituição, mas que seja limitado entre 5 e 20 mil reais, o que vai depender do relacionamento do cliente com o banco.

Então, o cliente faz um empréstimo e tem que pagar uma taxa de juros. Esses juros também são variáveis e vai depender do perfil do cliente frente à instituição bancária. No Bradesco, por exemplo, a taxa começa em 2% e no Santander pode chegar á 4,5% ao mês. Portanto, o ideal é não apenas comparar as taxas, como também procurar alternativas à esse empréstimo.

Quando faz a declaração do IR, o contribuinte precisa indicar uma conta corrente para o crédito da restituição, caso ela ocorra, e é nesse banco que será possível pegar o empréstimo. Logo, quando o seu dinheiro cair lá, vapt vupt, o banco pega, automaticamente.

Ainda que usar esse empréstimo para pagar dívidas que tem valores mais altos seja indicado, existem outros pensamentos que provam o porquê dessa antecipação não ser considerada uma boa escolha.

Você vai investir dinheiro em bancos? #3 Motivos para Não fazer isso se quiser Viver de Juros

Bom, antes, vamos falar apenas do lado bom disso, mas que tem que ser muito bem pensado.

“Por ser uma linha de crédito consignado, a taxa de juros é mais baixa frente à outros tipos de empréstimos. Por isso, vale a pena sacar o dinheiro apenas se for para pagar dívidas mais caras, como as do cartão de crédito ou do cheque especial”, diz o especialista do Banco Ourinvest, Mauro Calil.

Agora, os 3 motivos que mostram os porquês de não pegar essa antecipação.

3 motivos para não fazer isso

1 – Cair na Malha Fina: Quem toma o empréstimo baseado na restituição não está livre de riscos. “O maior risco é a pessoa cair na malha fina”, diz o professor Michael Viriato, do Insper. “A restituição pode demorar ou até nem sair. Daí, a pessoa vai ficar pagando juros e aquele empréstimo pode virar uma boa de neve”.

Além disso, os bancos estipulam uma data de vencimento para o empréstimo, no caso do Bradesco, por exemplo, o vencimento é 15 de dezembro de 2017 e no Banco do Brasil, o prazo se estende em um mês. Assim sendo, se a restituição não cair, você terá que acertar as contas com o banco do mesmo jeito, até a data estipulada.

2 – Usar o Dinheiro para Compras: Se você estiver pensando em antecipar o dinheiro para fazer compras, então, não é aconselhável. A melhor opção é a paciência. “Nenhuma compra é tão urgente que você não possa esperar 6 meses. Se não for uma emergência de saúde e você não tem dívidas maiores, o melhor é esperar”, diz Viriato.

Para Calil, “é preciso ter disciplina. Use o empréstimo para quitar dívidas do cartão de crédito e cheque especial, apenas. Esse dinheiro não tem que servir para alimentar um estilo de vida louco, para continuar gastando sem critério”.

Como economizar mais de 3,5 mil reais com o almoço?

3 – É bom para o banco: Como sempre, o banco não dá uma ponta sem nó. Ele faz essa antecipação porque o empréstimo possui uma garantia, que é a restituição do IR. Logo, o financiamento é quitado automaticamente, em parcela única, assim que o cliente recebe o dinheiro da Receita Federal.

Conforme o Itaú, em 2016, a procura de clientes pela antecipação registrou crescimento de quase 100% no volume de empréstimos contratados em relação à 2015. Já para o Banco do Brasil, foram mais de 500 milhões de reais emprestados nessa modalidade.

Ah, por sinal, se você usar o dinheiro antecipado para fazer compras ou gastar, saiba que esse é um dos primeiros indícios de que você nunca será rico, veja no final do artigo!

Pegou o Dinheiro Restituído? Saiba onde investir

No ano passado, mais de 40% das pessoas que declararam o IR recebem até 500 reais de volta, conforme a Receita Federal. O número é alto, se comparado à anos anteriores e, na prática, mostra um dos efeitos da falta de correção da tabela do IR pela inflação na última década.

O Professor Alexandre Cabral, do Laboratório de Finanças da Fundação Instituto de Administração (FIA), lista algumas opções de investimentos para quem vai ter a restituição do governo.

Se o valor for de até 5 mil reais, a indicação é para o Tesouro Direto já que se o dinheiro ficar lá por mais de 2 dias já se torna mais rentável do que a poupança, ele garante. Além disso, a aplicação mínima é de 30 reais e supondo que seja possível investir 500 reais, então, o mais indicado é o Tesouro Selic, que rende o juro básico.

Por sinal, conforme Vitor Hernandes, o Tesouro é indicado para todas as ocasiões, já que serve como reserva de emergência também, por ter muita liquidez.

Outra opção é o Certificado de Depósito Bancário (CDB) e a Letra de Crédito Imobiliário (LCI), que são títulos emitidos pelos bancos, mas só vale para quem tem mais de 5 mil reais para investimentos.

Tudo o que você precisa saber para Investir em CDB (Certificado de Depósito Bancário)

10 amostras de que você nunca será rico

A lista abaixo foi listada pelo site Bussiness Insider e mostra que, diferente do que muitas pessoas pensam, para ficar rico não basta trabalhar duro e economizar dinheiro. É preciso ir além, veja como!

1 – Trabalhe de Maneira Inteligente: Apenas trabalhar duro não é suficiente, é preciso fazer o dinheiro trabalhar por você. Como fazer isso? Investindo dinheiro. Seja em ações ou em um plano de aposentadoria. Logo, o dinheiro vai gerar mais dinheiro por si só, sem correr riscos.

2 – Pense em Economizar: e não apenas em ganhar mais. Poupar dinheiro é um fator determinante para ficar rico. Se você quer criar o hábito de uma pessoa rica, tem que se preocupar em cortar gastos e se concentrar em fazer mais dinheiro.

3 – Não compre aquilo que não pode pagar: Essa é uma mania típica do brasileiro, mesmo que o artigo tenha sido escrito por um site americano. Se você gasta mais do que ganha, nunca será rico, simplesmente. Mesmo que tenha aumento de salário, vai continuar gastando mais. Agora, se sobra dinheiro e você investe, então, poderá ter mais ganhos reais.

4 – Aprenda a viver com um salário estável: Enquanto a maioria das pessoas se preocupa com as horas trabalhadas, as pessoas ricas optam pelos resultados que entregam e são, em grande parte, autônomas. Quem trabalha por horas pode ficar rico sim, mas isso levará mais tempo.

5 – Investir dinheiro: Quando mais cedo começar a investir dinheiro, melhor será e mais rápido o processo de enriquecimento. Pense, por exemplo, na aposentadoria e faça um investimento baixo, o que já será suficiente. Os ricos investem cerca de 20% do que ganham no ano, apenas.

6 – Persiga o seu sonho: Para ser rico tem que estar contente com que você faz e ter determinação para perseguir o objetivo. Muitos cometem o erro de buscar o sonho de outra pessoa, geralmente dos pais e isso os tornam infelizes.

7- Saia da Zona de Conforto: Se quer Ficar Rico, acostume-se com as incertezas da vida. As pessoas ricas enfrentam o medo diariamente e correm riscos, todos, calculados, a fim de terem maiores ganhos.

Aprenda a Investir Dinheiro sem Correr Riscos!

8 – Tenha Metas: Assim, tudo será mais fácil, então, escreva em um pedaço de papel quais são as suas metas: comprar uma casa, viajar, estudar fora, etc. Depois, trace os planos para alcançar tais metas. E os prazos também são importantes. Nunca fique sem meta!

9 – Poupe Dinheiro antes de gastar: Se fizer o contrário, vai caminhar para o sentido oposto da riqueza. A lógico é: investir primeiro, porque é quando você paga a si mesmo e gastar depois, com o restante das contas.

10 – Sim, você pode: Ficar Rico. Enquanto você achar que não tem capacidade ou que Deus foi injusto com você, você nunca será rico de verdade. Pense grande.

Com informações da UOL