Tenha essas 5 atitudes para tirar sua empresa do vermelho em 2019

ANÚNCIO

A cada novo ano que se inicia, novas promessas são feitas. Para você que nunca investiu no próprio negócio, essa pode ser a sua chance. E, para você que tem a empresa, mas está no vermelho, saiba que esse ano também pode ser a sua virada de chave!

O ano é bom, o ano vai ser bom… E o fato é que esse ano deve ser proveitoso para você. Se você quer tirar a sua empresa do vermelho, saiba que tem jeito. Leia esse conteúdo antes de fechar as portas, ele pode mudar a sua forma de ver a situação!

ANÚNCIO

Mesmo porque a nossa ideia hoje é falar com vocês, empreendedores, que são cada vez mais numerosos no Brasil.

Por outro lado, essa avalanche de novos empreendedores fez com que se criasse também um mercado onde falta a bagagem de experiência para gerir um negócio próprio.

O resultado é que muitas vezes esses empresários vão parar em uma situação de prejuízos e acúmulo de dívidas, que pode acabar com empreendimento.

ANÚNCIO

A nossa ideia é te ajudar com isso respondendo a pergunta:

Como sair desse cenário de dívidas empresariais?

É fato que uma administração de uma empresa com problemas financeiros requer foco totalmente diferente daquela de uma empresa rentável.

Enquanto um visa o lucro, o outro quer acabar com as dívidas. Hoje, vamos falar sobre essa 2ª parte, que é sobre acabar com as dívidas da sua empresa!

– Quando a empresa vai bem só precisamos indicar um mínimo de tempo para acompanhar os principais indicadores e agir com foco naqueles que estão fora do esperado.

– Já quando ela tem problemas financeiros é preciso ter atenção total á resolução dos problemas já existentes para controlá-los e pintar uma realidade de sustentabilidade financeira.

Apesar de parecer bastante lógico, poucos empreendedores conseguem fazer isso e falham ao não perceber que esse é o ponto fundamental para essa virada acontecer.

É por meio de uma mudança total de atitude e a adoção de uma nova postura que conduza a um negócio mais favorável.

Tenha essas 5 atitudes para tirar sua empresa do vermelho em 2019

Os 5 passos para a sua virada financeira empresarial

Pensando em tudo isso é que hoje vamos listar as 5 estratégias fundamentais para tirar uma pequena empresa de um cenário de prejuízo e endividamento.

Saindo daqui, o próximo passo é rumo à sustentabilidade financeira e lucros!

1 Entenda a situação da sua empresa!

A primeira e mais importante estratégia é que diz que você deve abraçar uma situação como essa.

Sim, é isso mesmo: não adianta fazer vistas grossas, entende? É preciso acreditar nisso, ver o que realmente está acontecendo. Só assim poderá ser dado o primeiro passo.

Então, dica número 1: enfrentar o problema!

E pare de se enganar. Comece a encarar as coisas com a urgência que elas têm. Isso é fundamental para criar eficiência dos processos, melhorar as negociações e conduzir a empresa com base em atitudes práticas e objetivas!

Agora, atenção aqui: enfrentar a situação significa que nenhuma negociação deve ser mais importante do que a sobrevivência do seu negócio.

2 – Estabeleça um corte radical dos gastos!

O passo número 2 já é bem prático, né.

O conselho aqui é que você realmente sente em cima do caixa, informe os colaboradores e os clientes sobre o que a empresa está passando – use palavras como “reorganização financeira”.

E isso pode levar eles a entender que alguns processos serão interrompidos.

Aí, após esse aviso, o que você faz? Passe a acompanhar todas as entradas e saídas do caixa – sem exceção!

Estude cada movimentação, reavalia a necessidade de cada fluxo de saída de caixa e elimine vistos organizacionais que foram criados a partir de decisões pouco conscientes.

O foco é tomar atitudes conscientes. Não é sair por aí cortando todo gasto, mas fazendo cortes inteligentes para aumentar o fluxo da empresa. Entende?

O importante é notar que isso vai ajudar a não só acabar com endividamento atual, mas também com acúmulo de dívidas futuras.

3 – Desista dos clientes que não valem a pena

Se mesmo em situações rentáveis precisamos selecionar cliente para equilibrar os caixa, por que agir de forma diferente em uma situação de endividamento?

Não tem muito segredo, não: aaça as contas e mantenha apenas o que for mais rentável no seu radar. Essa ideia de ajudar colaboradores ou fornecedores não vai lhe cair bem nesse momento.

Assuma o compromisso de colocar as finanças em ordem e retomar a lucratividade. Se tiver que demitir um funcionário para contratar outro mais proativo, então, faça isso, por exemplo.

Desista dos piores clientes e foque apenas nos que geram bons resultados, também.

O objetivo da sua empresa é dar lucro e essa deve ser sempre a máxima que você deve perseguir a manter um bom negócio.

4 – Diferencie os seus credores

Pode ser que esteja na hora desfazer acordos previamente estabelecidos, o que acha disso?

Você vai descobrir que é na dificuldade que aprendemos a separar os parceiros dos oportunistas.

Enquanto alguns credores se mostraram rigorosos exigindo o cumprimento de todas as obrigações contratuais, outros vão se posicionar de maneira mais flexível valorizando histórico da relação e as perspectivas de longo prazo.

Valoriza essa postura: se não puder pagar a todos privilegie os parceiros e deixe o seu advogado cuide do resto.

5 – Contrate um bom advogado

Ah, e se falando em advogado, saiba que existem motivos para uma empresa se afundar em dívidas.

Endividamentos nasce a partir de vendas mal feitas, créditos mal negociados, acordos mal assessorados e por aí vai.

E para não aumentar os problemas o ideal é ter ao seu lado o especialista em contratos e normas que ajude a você a identificar acordos que podem ser defeitos e auxiliar nas negociações de contratos mais completos.

É muito comum empreendedores deixando de priorizar a contratação de um bom advogado devido aos custos que teriam que arcar com ele.

Mas, acredite: os prejuízos consequentes com essa não contratação sempre serão maiores do que os custos que teria ao fazê-lo. Pense nisso.

ANÚNCIO