5 dicas para aprender a ficar rico sendo um motorista no Brasil

ANÚNCIO

Você até pode achar que dirigir um carro no Brasil não tem nada a ver com ficar rico. Mas, abaixo, nós vamos te provar que um assunto pode ter tudo a ver com outro. Os mesmos ensinamentos de um pode ser usado no outro.

Mesmo porque se você tirou carteira de motorista por aqui, você passou pelos exames teóricas, pelos treinamentos práticos e sabe como é dirigir nas ruas do país, certo? Então, sim, a partir disso dá para aprender a ficar rico. E abaixo você vai descobrir como.

ANÚNCIO
ficar rico
Foto: (reprodução/internet)

1 – Estudo da Teoria e da Lei

A primeira coisa que se faz quando vai tirar carteira de motorista é estudar a teoria. Todo mundo tem as aulas do cursinho, que ensinam as leis de trânsitos. Por lá, a gente aprende sobre as placas, as siglas e tudo mais que é importante.

A ideia da teoria é ótima: dar uma base para quando formos dirigir na prática.

Na educação financeira é a mesma coisa: a gente tem que estudar o mercado para saber o que a gente quer na vida. Você tem que saber que tem formas inteligentes de poupar dinheiro, por exemplo. Assim como existem dicas ótimas para investir melhor.

ANÚNCIO

2 – Conhecimento do Veículo

Conhecer o veículo é importante porque cada tipo de veículo funciona de um jeito, obviamente. Tem aquele com direção hidráulica ou mecânica. Tem outros com câmbio automáticos ou manuais. Tem os freios a disco, botões de controle, etc.

Nas finanças, tem produtos da renda fixa e variável. Tem os de menos riscos e mais arriscados. Tem produtos bancários e tem ações na bolsa. Como os veículos, também há muitos tipos de investimentos para serem escolhidos.

E eles variam conforme os valores, os riscos, os tipos, etc.

3 – Levando para a Prática

Aí, após o cursinho, o que a gente faz? Vamos para as aulas práticas. Aí é que o bicho pega, né. Tem que aprender a dar partida no carro, engatar marchas, frear, estacionar… E, lógico, dirigir dentro da teoria que aprendemos inicialmente.

No mercado financeiro, a prática é quando a gente tem que acumular o dinheiro para investir. Porque a gente conhece de investimentos, mas não temos recursos, portanto, é preciso ter. Aí, entra o trabalho de poupar, economizar, reduzir custos… É por a mão na prática mesmo.

4 – Mudança de Plano

A gente até poderia ter parado por aqui, mas devemos entender que a vida as vezes nos leva para caminhos diferentes. A gente tirou carta e compramos um carro. Mas, aí, vimos que esse não é um bom carro, né.

O que fazemos agora é procurar outro, melhor. Ou que seja mais econômico ou que ande mais ou que tenha menos manutenção, mais novo, etc.

Em finanças, muitas vezes fazemos escolhas erradas ou que não estão com os melhores resultados esperados. Aí, como trocar de carro, a gente tem que trocar de aplicação também. O melhor talvez seja esperar o vencimento, mas depois dá para trocar.

5 – Tomada de Decisão Imediata

Por último, esse tópico é para mostrar que no trânsito, mesmo que saibamos de tudo, as vezes temos que tomar uma decisão rapidamente, imediatamente. Tudo para evitar acidentes, por exemplo.

Um carro vindo na contramão pode nos fazer entrar na calçada, por exemplo. Isso é errado, mas é uma tomada de decisão imediata, espontânea, rápida demais.

Para quem vai investir na bolsa, saiba que isso também vai acontecer em algum momento. Aí, nos dois casos, o que vai diferenciar uma boa atitude de outra não tão boa é a experiência e o quanto você se dedicou aos estudos.

Portanto, todos os passos anteriores se tornam importantes agora, nesse momento de rápida decisão. Aliás, muitas vezes, a decisão certa é até mesmo esperar o melhor o momento. Seja o melhor momento para desviar ou para vender as suas ações.

Bônus: saiu na mídia

Já aproveitando o assunto do carro, você sabia que o nosso blog saiu no Infomoney em 2017? E o motivo foi que o site mais conhecido do mercado financeiro quis contar a história de uma pessoa que vendeu um carro para investir na bolsa de valores.

É claro que no início essa história não deu muito certo – e ele perdeu tudo.

Mas, como contamos nos passos acima, com uma boa teoria e muita prática ele conseguiu dar a volta por cima e conquistar o seu primeiro milhão de reais.

Veja um trecho: “A independência financeira não virá do dia para a noite. Só consegui a minha após muito trabalho e foco”.

A matéria está no ar e você pode ler neste link.

ANÚNCIO