Aprenda como ficar rico com O Professor, de La Casa de Papel

O Professor de La Casa de Papel é um dos personagens principais da série espanhola – isso se não for o principal, né. O nome dele é Sergio Marquina e o nome do ator é Álvaro Morte.

Tanto é que a série toda começa com o personagem. Veja um trecho da sinopse principal da série, que hoje é distribuída pela Netflix: “um homem misterioso que atende pelo nome de El Professor está planejamento o maior assalto do século”.

Aprenda como ficar rico com O Professor, de La Casa de Papel
Foto: (reprodução/internet)

E aí que ele é importante por vários motivos e alguns deles você vai descobrir abaixo, quando a gente começar a falar mais sobre as características do personagem, que atuou excepcionalmente nas 3 temporadas da série.

Aliás, a ideia é citar as características do personagem por um único motivo: te mostrar como é possível usar essas qualidades na sua vida pessoal e financeira, na busca pela estabilidade financeira e também pela prosperidade.

O objetivo

O Professor tem um objetivo desde o início. Claro que esse objetivo muda na 3ª temporada. Mas, ainda assim, falamos de objetivo. E a grande questão é que os objetivos são todos bem traçados.

No começo, na 1ª temporada, o objetivo é bem simples: “o maior assalto do século”. Ou, como está na sinopse: “o objetivo é se infiltrar na Casa da Moeda da Espanha e imprimir 2,4 bilhões de euros”.

Só que isso não basta, claro. O Professor pensa em tudo e o seu objetivo é muito bem traçado, passando pela escolha do local e de um plano perfeito, como veremos abaixo.

E também como está na sinopse: “Eles precisam de 11 dias de reclusão, sendo que vão lidar com mais de 60 reféns e as forças da Polícia de Elite local também”.

O plano perfeito

O seu plano perfeito inclui muito estudo, como é mostrado na série. A ideia inicial vem do pai e passa por ele e pelo irmão. Juntos, eles estudam tudo sobre o plano, desde a planta da Casa da Moeda, que será roubada até mesmo a escolha da equipe – como veremos abaixo.

A questão é que isso tudo é importante para a vida financeira: a escolha do objetivo e o planejamento para que se alcance esse objetivo, obviamente.

Vamos citar um simples exemplo para você entender: uma viagem para daqui 12 meses pode ser a meta enquanto que o planejamento vai passar pela escolha do lugar, hospedagem, passagens e até mesmo como juntar o dinheiro para isso.

A busca pela equipe

Aprenda como ficar rico com O Professor, de La Casa de Papel
Foto: (reprodução/internet)

A partir do plano, o Professor começa a pensar na formação da sua equipe. E aí, o interessante é saber usar a parte boa de cada pessoa. Afinal, são personagens com temperamento forte.

Quem assistiu alguns episódios sabe bem do que estamos falando. Temos, por exemplo, a Tóquio, que é uma das personagens que mais causam nas cenas. Ela é o tipo que sempre pensa positivamente, mas nunca pensa muito, sabe?

Diferente do Berlim, que é frio e calculista, obviamente. Tem ainda aqueles que são mais jovens e apesar de seguirem o plano acabam sempre cedendo às emoções, como é caso do Rio e do Denver.

E nesse time ainda tem o fortão que aguenta todos os trancos, que é o caso do Helsinki, que atua junto com o seu amigo Oslo, que também tem essa característica. Já Nairóbi é o tipo de personagem forte que sabe o seu papel na equipe e não abre mão disso.

E no decorrer das gravações ainda aparecem outras partes da equipe, como Bogotá, Palermo, Estocolmo, Moscou e outros.

O que mais impressiona é ver como cada um tem papel importante no grupo e no plano. Na sua família, se alguém não está a fim de que o plano dê certo, com certeza, ele ficará desfalcado e pode não acontecer como o planejado, né?

Frio e Calculista

Trouxemos esse tópico porque vale dizer que o Professor é sempre um personagem frio e calculista. Isso é essencial na vida de quem se preocupa com as finanças. Seja na hora de enriquecer principalmente de juntar dinheiro ou de realizar objetivos, também.

E aí que o Professor tem a sua versão mais bem humorada, que é o Berlim. Mas, ainda quando se fala de um plano perfeito e de toda a execução, ambos são muito frios e calculistas. Talvez, você não precisa de tanto, mas ser emotivo demais pode não ser a melhor saída.

Por último, vamos falar sobre os imprevistos, que sempre vão acontecer na nossa vida financeira e para ficar rico teremos que lidar com isso, assim como na série.

Os imprevistos

Os imprevistos acontecem durante os assaltos. Assim como sempre acontecem na nossa vida também. Agora, podemos diferenciar que são vários tipos de imprevistos, sendo os racionais e os emocionais.

Racionais

Os racionais podem ser aqueles que acontecem quando algum membro da equipe acaba não seguindo o protocolo que foi combinado, por exemplo. E aí, o Professor precisa se adaptar.

Emocionais

Entre os imprevistos emocionais mais fortes durante a narração da trama, temos que citar o relacionamento do Professor com a Raquel, que é a gente policial encarregada do caso no Assalto à Casa da Moeda.

Ou, como a sinopse diz: “El Profesor acaba se apaixonando pela policial”.

Como resolver?

Se os imprevistos acontecem e já são até mesmo esperados, como resolver? Primeiro é preciso ter sempre uma carta na manga e pensar em um Plano B. E, por mais que gere efeitos colaterais, isso faz surgir novos resultados.

Na vida pessoal financeira, vale a mesma ideia: você precisa ter um plano B sempre. Por isso é que a reserva de emergência é sempre uma ótima opção para todo mundo. Ela ajuda que o plano não seja cancelado ou abortado.