Como Ganhar Dinheiro Extra com os Aluguéis de Temporadas em 7 Passos

ANÚNCIO

Você tem mil motivos para Juntar Dinheiro todos os dias e, independente de quais sejam eles, o esforço é fundamental para conseguir chegar à meta no final do mês.

Porém, existem meses que as contas vão ficar bem apertadas e os gastos vão aparecer de forma desenfreada, mas, para estes momentos, existe uma saída: alugar coisas na qual é possível ganhar um dinheiro extra.

ANÚNCIO

A verdade é que o ideal mesmo é economizar dinheiro a ponto de fazer sobrar salário todo fim de mês. Porém, quando isso não é possível, a alternativa que resta é conseguir aumentar o salário mensal, de alguma forma.

Por exemplo, se você mora em uma cidade turística, pode pensar em alugar os seus conhecimentos sobre ela, atuando como um guia turístico em um horário que não atrapalhe o seu serviço diário. Para isso, basta indicar os melhores passeios, bares e contar um pouco da história sobre o local.

Outra forma de ganhar dinheiro extra é reservando parte do seu tempo para cuidar de animais de estimação. Você pode leva-los para passear, dar comida e carinho. Principalmente nas férias e nos finais de semana, muitas pessoas que viajam não gostam de deixar seus bichinhos solitários.

ANÚNCIO

Se você tem amor por eles, pode ganhar dinheiro com isso.

Se você tem muita “bugiganga” em casa e não as usa, pode pensar em repassá-las também. É correto doar as roupas, os livros e tudo mais o que tiver. No entanto, se pensar a grosso modo pode ofertar tais produtos por valores justos, afinal, isso será bom para você e para quem está pagando menos pelo produto.

Ainda pensando no período de férias, o que estamos agora (JULHO), também é possível levar em conta o fato de poder ganhar dinheiro extra com o aluguel de espaços e cômodos ou mesmo casas, já que o período é considerado de alta temporada.

10 Passos Certos para Ganhar Dinheiro com o Airbnb?

Esses sites especializados podem te ajudar a conseguir bater a sua meta no mês, no entanto, é preciso ter regras bem claras e estar registrado em sites e aplicativos confiáveis.

Há pesquisas que mostram que o aluguel de temporada pode render até 47% a mais do que um aluguel comum, portanto, essa é uma ótima chance de conseguir manter o cronograma financeiro mensal. E é exatamente sobre esses alugueis que vamos falar neste artigo, confira!

Entenda o Novo Mercado de Aluguel de Temporada

O aluguel é um modelo de investimento bastante antigo, porém tem ganhado nova forma. A princípio, alugar um imóvel era a certeza de dinheiro extra. Com o tempo e o boom mobiliário, investir em imóveis passou a não ser tão vantajoso assim.

Agora, com essa reformulação, o mercado tem se mostrado lucrativo novamente, justamente por causa do aluguel de temporada.

Isso aconteceu com o surgimento de plataformas online que “auxiliam” a busca e o encontro desses locais, tal qual o Airbnb. Eles fazem a intermediação do negócio entre o inquilino e o proprietário, o que torna o processo menos burocrático, mais confiável e mais lucrativo.

Além disso, nesse novo modelo, os tipos de locações são os mais variados, indo desde os imóveis residenciais em grandes centros urbanos até os cômodos menores, que têm preços menos acessíveis.

  • No final do artigo vamos falar sobre uma forma mais eficaz de ganhar dinheiro do que com o Aluguel de Imóveis

Conforme informações do Infomoney, a renda com a locação de temporada pode ser até 47% maior do que a locação tradicional, sendo que o valor mensal médio é de 2,8 mil reais enquanto que no tradicional, o valor fica em 1,4 mil reais, conforme prazos de contratos.

7 Passos para Conseguir Ganhar Dinheiro Extra com os Aluguéis de Temporadas

No entanto, para conseguir esse dinheiro extra, é preciso seguir alguns fatores que acompanham o setor. Selecionamo-los, leia.

1 – O Imóvel

Conforme pesquisas, o melhor imóvel para se alugar é o residencial entre todos os ativos dessa classe, sendo que as casas podem continuar sendo usadas pelos proprietários enquanto são alugadas.

Para evitar confusões, no entanto, o mais recomendável é verificar as regras do contrato e observar se há a inclusão de serviços, como o de limpeza.

Outra coisa importante é “preparar para receber pessoas diferentes”, sendo que é necessário ter ambientes privativos, onde as pessoas poderão guardar os pertences pessoais, por exemplo.

“O importante será seu imóvel trazer uma experiência para quem vai morar ali e que você poderá cobrar por isso”, disse o especialista ao Infomoney.

Também há de se levar em conta que o imóvel certo não existe, porém o mais aconselhável é começar pelas propriedades mais tradicionais, que tem retornos garantidos. Logo, leve em consideração comprar uma propriedade que goste, fuja das premium e leve em conta aquele que não precisa de reformas.

2 – A Localização

Pode ser para o trabalho, para o lazer, para passar um final de semana com a família, com a esposa, sozinho… Independente do motivo, há sempre um lugar especial para você.

Porém, as regiões metropolitanas costumam ter maior demanda de público, o que necessita, obviamente, de mais dedicação.

Bairros que abrigam universidades costumam ser muitos exigidos diariamente, já que podem ser o lar de muitos estudantes e executivos profissionais da educação.

Já eventos grandes, como Fórmula 1 ou Lollapalooza, também demonstram boas oportunidades, mas em períodos específicos do ano.

Quando falamos em localização, não há dúvidas de que São Paulo é o maior centro do Brasil. Afinal, a cidade tem um dos melhores mercados para aluguel de temporada tanto na área financeira, como na empresarial e comercial. E, não à toa, concentra 75% das feiras e eventos que acontecem no país.

Como Ganhar Dinheiro Extra com os Aluguéis de Temporadas em 7 Passos
Reprodução: Google

3 – A Sua Oferta

De que adianta você ter o melhor lugar do mundo se ninguém souber dele? A boa divulgação é essencial e importante para o seu negócio imobiliário vingar. Invista em fotografias de alta qualidade e cartões de visita, se for o caso.

Em recentes comentários, os criadores do Airbnb afirmaram que perceberam que, no início, alguns negócios não davam certo porque a plataforma oferecia fotos de má qualidade. A questão foi solucionada e o faturamento mais que dobrou.

Uma ideia para ofertar seu espaço é apostar em várias plataformas, além do Airbnb, como a Booking, Sampa Housing e Alugue Temporada, entre outras.

4 – Cuidados Jurídicos

O Brasil é conhecido pela cultura, futebol, praia e feijoada, mas não só isso. Ele é famoso também pela sua burocracia, portanto, quando for alugar o seu imóvel faça tudo nos conformes da lei, mesmo que isso lhe custe muito dinheiro, mesmo porque a dor de cabeça que pode vir não tem preço.

Essas plataformas que citamos fazem a intermediação entre o proprietário e o locatário, o que garante que qualquer acontecimento seja coberto pelo seguro garantido. Porém, é importante se atentar à segurança do aluguel.

Faça contatos com as informações pessoais do locador e do locatário, saiba o valor a ser pago, a forma do pagamento, as obrigatoriedades do pagamento das outras despesas, e todas as outras informações. Confira todas as cláusulas do contrato e proteja-se de futuros danos.

Dica: Para saber tudo sobre a legislação brasileira acerca do aluguel de temporada, baseie-se no artigo 48 da Lei 12.112 de 9 de dezembro de 2009.

5 – Finanças em Ordem

Esse passo pode parecer óbvio e realmente é, mas nunca é demais lembrar. Afinal, investir em uma propriedade não é o mesmo que comprar uma.

“A transição é muito mais arriscada. Não dá para saber como os inquilinos do seu imóvel irão trata-lo e quantas reformas ou gastos extras serão necessários durante as transições”, afirma Drew Hendricks.

Se você é quem vai alugar o espaço, saiba que ter uma estabilidade financeira é fundamental para garantir as emergências do local, que é de extrema importância para fazer o negócio prosperar.

Note também que o dinheiro do aluguel não deve ser posto junto com as finanças pessoais. “Você está administrando um negócio, então, crie uma conta bancária destinada exclusivamente para receber os lucros deste investimento”, diz Hendricks.

6 – Conheça o Mercado

Para ter bons retornos financeiros, você precisará entender como funciona o mercado e saber qual a hora certa de comprar e alugar, buscando sempre as melhores condições.

A regra número 1 é ler tudo sobre o setor e procurar ajuda de especialistas sempre que surgir alguma dúvida. Com o tempo, você vai ter o feeling do mercado imobiliário.

7 – Conheça os Inquilinos

Na hora de alugar a propriedade, evite usar o lema “quem chegar primeiro leva”. Conforme Hendricks, “é preciso ter certeza que ele vá pagar o aluguel todos os meses e que tratará do seu imóvel da forma correta.Isso requer um processo de seleção que permitirá que você encontre ótimos inquilinos”.

Nada funciona melhor do que o famoso processo de seleção, que devem focar a segurança e o conhecimento dos inquilinos, que vão facilitar as chances de o acordo dar certo.

“Iniciar no mundo do mercado imobiliário será mais desafiador do que você imagina, mas, ao dominar esses aspectos básicos, você estará pronto para o próximo passo, lucrar”, diz Drew Hendricks.

Forma mais eficaz de ganhar dinheiro do que com o Aluguel de Imóveis

Como mostramos, é possível ganhar dinheiro com o aluguel de imóveis. No entanto, com o boom imobiliário, isso tem se tornado cada vez mais difícil. Com a tecnologia, as pessoas voltaram a acreditar no mercado.

Mas, talvez você ainda não tenha notado que existe uma forma bem mais simples de ganhar dinheiro com imóveis. Quer Saber Como? Então, leia esse tópico com bastante atenção.

  • “Com Imóveis você Nunca Perde Dinheiro”

Isso é o que os apoiadores das pessoas que investem em alugueis de imóveis dizem. Mas, será verdade? Nem sempre. Existem épocas, como essa atual, de crises políticas e econômicas, que o que mais tem na rua são casas e apartamentos com a placa “Aluga-se”.

Isso quer dizer que o proprietário pode ficar muitos meses sem receber o tal aluguel.

Mas não é só isso. Tem há gastos com manutenção, documentação, etc.

Confira abaixo outras “inverdades” sobre o mercado imobiliário e descubra qual é a forma mais simples de ganhar dinheiro com os imóveis.

Motivos para Não Investir em Imóveis

Uma casa não gera lucros! Pronto, esse seria um motivo suficiente para você não fazer essa bobagem. Por que não gera lucros? Oras, porque só gera gastos. Pega o lápis e o papel aí… Vamos lá: Valor do Condomínio, IPTU, Água, Luz, Reformas…

Bom, melhor parar né, porque em uma dessa vai que o chuveiro queima.

valorização, ela realmente existe? Não! Sabe por quê? Bem, esse é um assunto para mais tarde, no fim do texto, mas vamos te contar bem rapidinho para você não ficar muito curioso.

É assim ó: você compra um apartamento hoje de 200 mil reais. Até aí tudo bem, né? Então, daqui há um tempo ele valoriza e vai para 300 mil reais. Aí você vai cair matando e dizer que lucrou 100 mil reais. E você está certo.

Só que, como falamos, tem um jeito muito mais fácil de conseguir ganhar ainda mais dinheiro. Pensa cá comigo: você pega esses 200 mil reais e investe em alguma aplicação, sei lá, vamos citar a LCI, por exemplo, que não tem nem Imposto de Renda.

(Conheça um pouco mais sobre a LCI e a LCA).

Então, você deixa seu dinheiro lá, esses 200 mil, investidos pelo mesmo tempo que você deixou o apartamento para valorizar. Tenho certeza que seu lucro será maior e DETALHE: você não precisou pagar IPTU, nem limpeza, nem condomínio, nem nada. Você só investiu! É simples, não é?

Como Fazer Dinheiro com Imóveis

Você tem 1 milhão de reais e quer comprar um imóvel para fazer dinheiro. Sua ideia é aluga-lo por 7 mil reais mensais (Levando em conta um aluguel de 0,7% do valor do imóvel, o que é raro hoje em dia, já que o mais comum é usar 0,4%, mas… Vamos ser otimistas).

Pronto, você acha que está lucrando 7 mil reais por mês, certo? Agora, vamos pensar na COMPARAÇÃO com a poupança, que teve rendimento de 0,68% nos últimos meses… Então, no mês, você teria uma renda de 6,8 mil reais, ou seja, um valor muito próximo do seu aluguel, concorda?

7 DICAS PARA FICAR RICO RAPIDAMENTE

Agora, VAMOS FALAR DE BONS NEGÓCIOS, imagine esse montante (1 milhão de reais) investidos em uma aplicação que se baseia no CDI, então, sua renda mensal seria de 10 mil reais! Uoooooo! Aí sim, e isso sem ter que ter dor de cabeça com inquilinos ein!

Agora, se for um produto que renda um pouco mais que o CDI, seu lucro pode chegar à 15 mil reais por mês, OU SEJA, o dobro do aluguel da casa!

E aí, compensa comprar um imóvel e quando compensa ou compensa alugar?

Para que você possa ter essa resposta, você vai precisar entender algumas coisas, comparar algumas coisas. Já vou pedir aqui, para o nosso editor colocar na tela para vocês, algumas vantagens e desvantagens de ter a casa própria financiada e morar de aluguel. Veja no vídeo abaixo:

Entendeu? Se você conhece o mercado financeiro, se conhece as aplicações disponíveis, sem sabe sobre taxas, rentabilidades e prazos… Você, literalmente, já sabe que investir em imóveis não é um bom investimento, definitivamente.

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo!

Aliás, se você ainda não “manja” muito das Rendas Fixas, tem que ler o nosso Guia Definitivo, que ensina como Investir em Renda Fixa. Veja como foi feita a divisão dos capítulos: CAPÍTULO 1: INVESTIMENTOS, CAPÍTULO 2: RENDA FIXA, CAPÍTULO 3: TIPOS DE RENDA FIXA, CAPÍTULO 4: VANTAGENS DAS RENDAS FIXAS e CAPÍTULO 5: COMO APLICAR NA RENDA FIXA. Gostou? Baixe gratuitamente! 

Fundos Imobiliários

Como estamos falando de imóveis, vamos falar um pouco também dos fundos imobiliários que são essas alternativas de investimentos que nós temos para aumentar de patrimônio.

Afinal, como acabamos de ver, comprar um imóvel à vista ou parcelado é perder dinheiro. Os fundos aparecem aqui, então, como aplicações financeiras que fazem o processo contrário.

Para chegar ao cume da montanha, que é a independência financeira, você vai precisar investir. Ninguém consegue esse feito sem fazer isso. Bem, apresentamos-lhes os FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário), que possibilitam adquirir cotas de imóveis (shoppings, galpões, salas comerciais, etc) e geram rentabilidade com o seu aluguel.

Os lucros são distribuídos mensalmente e podem variar conforme a receita obtida. Normalmente, o aporte inicial é de 100 reais.

Como Ganhar Dinheiro Extra com os Aluguéis de Temporadas em 7 Passos
Reprodução: PixaBay

Sobre esses fundos, com a queda da Selic, houve um favorecimento. Assim, em 2016, os fundos imobiliários ficaram com uma boa recuperação e para 2017 a perspectiva é de ganhos.

Índice de Fundos Imobiliários (Ifix) subiu 32,3% em 2016 ante os 5,4% em 2015 e o resultado foi considerado muito bom mesmo porque ficou muito próximo ao Ibovespa (Índice da BM&FBovespa), que subiu 38,9% na ocasião. Já o Índice Imobiliário subiu 32,7%.

“Uma queda na Selic reduz as despesas financeiras das empresas, ajuda a reaquecer a economia e aumenta a demanda de empresas e varejistas por espaços em escritórios, shoppings e galpões. Tudo isso ajudará a valorizar a cota dos fundos compostos por esses tipos de empreendimentos”, comenta o presidente da consultora Siila Brasil, Giancarlo Nicastro.

Em contraposição, o mercado imobiliário permanece enfraquecido pelo excesso de imóveis comerciais e pela baixa demanda, que repele novos desenvolvimentos.

O setor de prédios corporativos tem vacância no patamar de 20% em São Paulo e 30% no Rio de Janeiro, com aluguéis pressionados nas duas praças, conforme pesquisa da Cushman & Wakefield.

Com informações do GuiaBolso, Infomoney e MaisDinheiroMaisVida

ANÚNCIO