Lucros das empresas – 25 melhores ações pagadoras dividendos para 2018

ANÚNCIO

Os dividendos representam partes do lucro de uma empresa listada na Bolsa de Valores que são distribuídos aos acionistas como forma de bonificação por acreditarem na empresa.

Dessa forma, essas companhias listam seus lucros de duas formas: com o reinvestimento (financiamento seu próprio crescimento) ou com dividendos (compartilhados com acionistas – em dinheiro ou ações).

ANÚNCIO

O pagamento dos dividendos pode ser feitos periodicamente ou uma vez ao ano, conforme o estatuto de cada instituição.

O mercado de ações tem várias opções que podem fazer o investidor ganhar dinheiro e investir em empresas que pagam dividendos é uma delas. Algumas pessoas usam esse benefício para terem uma renda adicional durante o ano.

Por que investir em dividendos?

Normalmente, as ações que pagam dividendos são ótimas oportunidades para aproveitar o fluxo de pagamento e reinvestir na compra de ações adicionais. Essas ações são de empresas estáveis e maduras, logo, os preços tendem a aumentar no período longo.

ANÚNCIO

Claro que isso não é garantido, mas uma vez que essas empresas tem uma reputação confiável, a distribuição de dividendos é crescente.

Isso contribui, além de tudo, para a confiança dos investidores na relação entre o preço das ações e o dividend yield.

Como os Dividendos São Pagos?

A companhia listada na Bolsa de Valores oferece um pagamento dos lucros que pode ser feito trimensalmente, semestralmente ou anualmente. A data certa e o período sempre vão ser declarados, de forma oficial, pelo Conselho de Administração da empresa.

Aqui, já fica uma boa dica mostrando por que é importante conhecer uma companhia antes de comprar os papéis dela.

Note que mesmo sabendo quais são as melhores empresas para investir na Bovespa ou mesmo sabendo o que são dividendos, se você não conhecer, a fundo, a companhia, pode ser que a sua estratégia não dê certo.

Como é Calculado o Pagamento dos Dividendos?

Esse retorno, que aparece em forma de lucros, é feito ao investidor e deve ser calculado por meio do dividend yield da ação.

Viajou na maionese? Fique tranquilo que é fácil de entender – Dividend Yield é a representação dos dividendos pagos aos acionistas comparado ao preço das ações em determinado período.

Esse cálculo é feito pela divisão do dividendo anual por ação pelo valor atual da ação.

Assim sendo, o acionista vai receber os dividendos conforme a quantidade de ações da empresa que ele possui. Logo, se ele tem 50 ações e o valor pago por ação é de 2 reais, o investidor vai receber 100 reais.

Porém, também existe outra opção, feita em cima de uma porcentagem do dividendo.

Por exemplo, caso o percentual seja de 2% e a ação é negociada à 25 reais, então, o dividendo será de 0,50 reais por ação. Logo, faltará apenas multiplicar esse valor pela quantidade de ações que o investidor possui naquela companhia.

Com isso, é preciso notar também que na Bolsa de Valores existem muitas empresas que pagam dividendos e todas elas oferecem a vantagem ao investidor de conseguir aumentar o próprio patrimônio, através do que os especialistas chamam de Ficar Rico recebendo lucros periodicamente.

Ah, por sinal, depois que o Conselho de Administração da Pagadora de Dividendo agenda um período para o pagamento dos dividendos, é feito uma data de registro, ou seja, o dia na qual serão anunciados os titulares de participação qualificada, e, obviamente, também é feito o anúncio da data de pagamento dos dividendos.

Para sintetizar este tópico, fizemos uma breve linha do tempo, curte só:

Data de Declaração – é o momento em que o dividendo é anunciado pelo Conselho de Administração e inclui: valor do dividendo, data do registro e data do pagamento.

Data de Registro – é o dia em que a empresa vai registrar os seus acionistas para estabelecer a quem ela irá enviar os relatórios financeiros, procurações e outras informações.

Data Ex-Dividendo (ou Ex-data) – é uma data definida pela Bolsa de Valores e é importante porque vai separar qual investidor comprou ações antes do anúncio do dividendo e quais compraram depois.

Data de Pagamento – é a data prevista para que o dividendo declarado seja pago.

O que as corretoras aconselham sobre as empresas pagadoras de dividendos?

A equipe da Rico afirmou que “com a agente intensa na política nacional e a elevação das tensões geopolítica entre Coreia do Norte e EUA, a surpresa é o anúncio da privatização da Eletrobras, que trouxe otimismo para as estatais”.

Já para a XP Investimentos, há cases resilientes e que ainda devem colher bons benefícios com a melhora econômica.

“O fato de o Carrefour estar exposto a um segmento por natureza mais resiliente, o de consumo básico, nos leva a acreditar que os fluxos da empresa serão mais resilientes se comparados a outras empresas do setor de consumo”.

Lucros das empresas – 25 melhores ações pagadoras dividendos para 2018
Reprodução: Google

Confira todas 25 empresas pagadoras de dividendos citadas pelas corretoras

Os pesos nas carteiras não foram considerados. Mas, com as citações, acredita-se que essas ações que pagam dividendos serão as mais aconselháveis para o próximo ano.

Para formar a lista abaixo, consideramos as opiniões da já citadas XP Investimentos, Rico Corretora e também da Santander, Planner, Bradesco, BB Investimentos, Citi.

  1. Transmissão Paulista (TRPL4)
  2. Sanepar (SAPR4)
  3. Banrisul (BRSR6)
  4. Telefônica Brasil (VIVT4)
  5. Carrefour (CRFB3)
  6. Gerdau Metalúrgica (GOAU4)
  7. Itaúsa (ITSA4)
  8. Copasa (CSMG3)
  9. Itaú Unibanco (ITUB4)
  10. CCR (CCRO3)
  11. Tupy (TUPY3)
  12. B3 (BVMF3)
  13. Smiles (SMLE3)
  14. Braskem (BRKM5)
  15. Cosam (CSAN3)
  16. Localiza (RENT3)
  17. Ecorodovias (ECOR3)
  18. Kroton (KROT3)
  19. Sabesp (SBSP3)
  20. São Martinho (SMTO3)
  21. Klabin (KLBN11)
  22. Marfrig (MRFG3)
  23. Vale (VALE3)
  24. Natura (NATU3)
  25. Via Varejo (VVAR11)

As ações que mais pagaram dividendos em 2017, conforme a Economática

O levantamento mostrou que nos últimos 12 meses, a media de dividend yield das ações negociadas na bolsa de valores brasileira foi de 1,34% – a menor desde 1995.

Porém, há algumas exceções, que aparecem como as mais citadas como melhores pagadoras de dividendos.

O indicador é interessante, só que não deve ser a única referência na hora de escolher uma ação. Confira a lista feita pela economativa.

  1. Estácio
  2. Smiles
  3. Taesa
  4. Hypermarcas
  5. Vale
  6. Engie
  7. Itaúsa
  8. Santander
  9. Vale
  10. Cemig

Como Conseguir enxergar uma supervalorização para ganhar dinheiro na bolsa de valores?

Estratégia! E decidir por uma estratégia não é nada fácil. O que se deve pensar é em investir em ações quando a perspectiva é de baixa. Isso pode criar uma boa oportunidade: comprar por um preço menor e vende-las por um preço mais alto posteriormente.

Porém, nem sempre isso vai funcionar, assim como existem outras regras para se investir na Bolsa de Valores.

E essa é justamente um dos pontos positivos da bolsa de valores: a versatilidade do mercado, que, mesmo em cenários negativos, pode gerar estratégias que resultem em lucros para o investidor.

Portanto, para identificar uma oportunidade no mercado de ações, é importante que o investidor conheça as suas empresas, as suas sociedades. E, posterior à isso, trace estratégias eficientes sobre esses investimentos financeiros.

Com isso, ele terá um favorecimento para conseguir lucros e bons resultados, MESMO EM ÉPOCAS DE CRISE.

Se você leu o artigo até aqui notou que um cenário negativo, um cenário de crise, um cenário desfavorável não é desculpa para você continuar com medo de investir dinheiro na bolsa de valores.

Se o investidor segue uma estratégia bem estruturada, é possível lidar com qualquer panorama geral, mesmo os aparentemente mais desafiadores, e isso é possível quando os riscos são minimizados, por exemplo.

Desde que o investidor consiga proteger o capital, a trajetória tem tudo para ser bem-sucedido rumo ao objetivo de Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores em época de crise!

Com informações da rico, tororadar, infomoney

ANÚNCIO