Quais as Ações mais Lucrativas para Investir na Bolsa de Valores em 2017?

ANÚNCIO

Consórcios, Planos de Capitalização, Previdência Privada e Poupança… Essas, infelizmente, são formas muito usadas pelos brasileiros que tem a finalidade de poupar dinheiro. E este artigo é especial por isso: nós vamos citar algumas ações que estão na Bolsa de Valores é que, com certeza, é garantia de sucesso em 2017.

Então, só leia esse artigo se você tem o perfil mais arrojado, se conhece o mercado, se vê nele uma grande chance de ganhar dinheiro e viver de juros. Se você está aprendendo sobre a Educação Financeira, já deve ter aprendido que alguns produtos bancários, como esses citados acima são meras formas de os bancos ganharem dinheiro e não você.

ANÚNCIO

Ah, nós não queremos enganar vocês, tá bom? Na Bolsa de Valores você pode sim perder dinheiro, mas isso se não souber o que está fazendo e comprar ações, simplesmente por comprar. A Bovespa, assim como todas as outras Bolsas de Valores do Mundo não é como um jogo da sorte ou do azar, ela é um mercado financeiro, que exige conhecimento, prática e muita dedicação.

Leia Também: Bolsa Argentina é a campeão e a Bolsa Brasileira é a 2ª Melhor de 2017

Justamente por isso, chama-se Renda Variável, logo, a rentabilidade pode variar. Porém, o que poucas pessoas sabem é que mesmo aquelas pessoas com perfil mais conservador também podem aplicar dinheiro nessa opção de investimento. Porém, isso é assunto para outro artigo, e não hoje.

ANÚNCIO

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

No TREINAMENTO INTENSIVO RENDA VARIÁVEL, eu trabalho desde as bases do Planejamento Financeiro até o investimento em Renda Variável. O Programa se diferencia de tudo que existe no mercado por dois pontos principais:

  1. Experiência e Método: Eu não sou um “guru” que vem ensinando algo que nunca apliquei ou testei. Eu usei o próprio método que criei para alcançar resultados expressivos. Além disso, centenas de alunos já vem aplicando o meu método com sucesso.
  2. Forte Ênfase no Acompanhamento: Além das vídeo aulas encontradas na área de membros, os alunos têm acesso a um sistema exclusivo, programado com os meus métodos. Um sistema feito para acompanhar cada operação do aluno e alertá-lo, caso ele tente fazer algo que fuja ao planejamento e técnicas ensinadas no Treinamento.

Ainda são realizadas aulas ao vivo a partir das necessidades apresentadas pelos alunos.

Entenda o atual momento e as perspectivas para a Bolsa de Valores

O atual presidente Michel Temer busca uma governabilidade suficiente para aprovar reformas para o futuro do país. Isso está no discurso dele, mas sem o apoio popular. A PEC do teto de gastos e a Reforma da Previdência estão aí e causaram o maior reboliço.

Isso não quer dizer que o cenário não vá apresentar boas oportunidades. É impossível generalizar todo o tipo de investidor em uma pequena caixa, os perfis são muito diferentes e as carteiras de investimentos também. Não há uma única solução para ficar rico e sim várias facetas no mercado do dinheiro.

Toda essa reflexão pode começar pelos números do Ibovespa, que teve valorização de 30% no último ano. Então, não há dúvidas que o mercado de renda variável será um dos mais atrativos em 2017, mesmo para os investidores de perfis diferentes.

Oras, quando a economia está aquecida, os investidores entram em consenso focados em comprar. O otimismo cria uma onda que faz a Bolsa de Valores operar em alto vapor, o que pode causar uma baixa em pouco tempo, também. Essa é a dinâmica.

Quer ver uma ação que vale ser pensada com muito carinho? A Vale, que teve ativos acumulados em mais de 130% no último ano. Acredite vocês: um ganho assim só é visto em cenários sobre o quais estamos vivendo.

Quer outra? A Petrobras, que mesmo envolvida em escândalos políticos, conseguiu acumular alta de 110% e agora, com a mudança na gestão da empresa, os frutos vão começar a ser colhidos ainda mais rapidamente, já que deve-se criar aí, uma gestão de transparência.

Veja como a Petrobras promete Movimentar o Mercado de Ações. Bônus: as 13 multinacionais brasileiras mais promissoras

A Petrobras reduziu a importação de gás natural da Bolívia em uma boa representação, aproximadamente 45% do volume máximo diário do que é contratado com a estatal boliviana YPFB. O motivo é a queda da demanda interna da oferta nacional, disse a Petrobras, à Reuters. Nos últimos anos, essa importação esteve em torno de 30 milhões de metros cúbicos/dia.

“A queda na importação reflete a redução conjuntural da demanda brasileira termelétrica e do mercado industrial, somada ao aumento da oferta de gás nacional, e está de acordo com as obrigações e direitos da Petrobras em seus contratos”, disse a empresa.

Veja como a Petrobras promete Movimentar o Mercado de Ações. Bônus: as 13 multinacionais brasileiras mais promissoras

Day Trade em Alta em 2017

As operações que são feitas diariamente na Bolsa, chamadas de Day Trade, vão continuar sendo boas opções em 2017, já que o cenário ainda mostra uma distancia muito grande com a estabilidade. Estratégias rápidas que contam com uma análise técnicas eficiente, resultam em oportunidades de excelente retorno de capital.

O que pode mudar no cenário de 2017?

A instabilidade deve se manter. A Polícia Federal vai continuar com a Operação Lava Jato e os desdobramentos podem impactar diversos setores públicos e privados. O Novo Governo será acompanhado de perto também pelos populistas, o que nos levar a crer uma grande volatilidade na Bolsa de Valores.

Por outro lado, após 2 anos de recessão econômica, estima-se que o Brasil terá a retomada de alguns indicadores. O fato é que, se você mandar bem no conhecimento, poderá ganhar dinheiro, de alguma forma. Quem vem acompanhando o mercado financeiro há alguns anos sabe, muito bem, que 2017 será, sem dúvidas, um ano de oportunidades.

A compor essa informação está a positividade dos indicadores da Bovespa no 1º mês do ano que liderou o ranking de investimentos no país, com alta de mais de 7% em termos nominais e de 6,8% se descontado o IPCA. O SMALL CAP também foi bem e subiu 11,5%, seguido pela alta do índice de dividendos da bolsa (IDIV), que subiu 8,6%.

Como Ganhar Dinheiro com Ações Small Caps: As #4 Melhores Small Caps para Investir em 2017

No 1º trimestre de 2017, as Small Caps acumularam ganhos de 16%, um valor que representa o dobro da alta registrada pelas ações das companhias que compõe o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo. Isso faz com que as Ações das Small Caps em 2017 continuem sendo uma boa alternativa aos investidores que aplicam na BM&FBovespa.

Como Ganhar Dinheiro com Ações Small Caps: As #4 Melhores Small Caps para Investir em 2017

Os 5 Melhores Setores para Investir em 2017

Antes de falarmos sobre as ações, propriamente ditas, vamos aos setores. E aqui não há muita conversa não! O 1º deles é o setor bancário, que vai ano e vem ano, está sempre ali, no topo, listando várias instituições como empresas que mais lucram. Aliás, não é para menos: enquanto tiver gente pagando juros, com dívidas e financiamentos, os bancos vão lucrar mesmo.

1 – Setor Bancário

Mas, voltando o foco pra cá, o setor bancário, mesmo que tenha passado por grandes mudanças nos últimos tempos, tem mostrado superioridade com o intermédio de fusões e aquisições, o que evidencia uma concentração maior do setor.

Fora isso, a estrutura permite a participação de bancos estrangeiros, o que gera expectativa de aumento na eficiência do setor. Aí, dentro de setor, podemos listas as seguintes ações:

  • BBAS3 (Banco do Brasil): Que é controlado pelo Governo Federal e atualmente é o maior banco da América Latina em termos de ativos.
  • ITUB4 (Itaú Unibanco): É um dos maiores grupos empresariais do país e tem uma formatação atual com a fusão das instituições Itaú e Unibanco.
  • BBDC4 (Bradesco): É o 2º maior banco privado do país e tem a maior abrangência dentre as instituições financeiras particulares no Brasil, com atuação em todos os municípios.
  • SANB11 (Santander): É o 3º maior banco privado do pais e tem mais de 21 milhões de contas-correntes.

Além deles, outros bancos também possuem capital aberto, tais como ABCB4 (ABC Brasil), ITSA4 (Itaú, holding do Itaú), BBTG11 (BTG Pactual).

Empresas de Capital Aberto somam lucro de R$ 25 bilhões e entre as 6 primeiras, 4 são bancos

Os ganhos de 313 empresas de capital aberto no terceiro trimestre do ano totalizaram um lucro líquido de 24,9 bilhões de reais, uma alta de 14% ante os 21,7 bilhões de reais do mesmo período de 2015. Entre os maiores lucros estão: Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Santander!

Quais as Ações mais Lucrativas para Investir na Bolsa de Valores em 2017?
Reprodução: Google

2 – Setor de Energia

O Setor de Energia também é um forte concorrente à gerar altas na Bolsa de Valores porque demonstra um objetivo maior de suprir a energia elétrica no país, através, possivelmente, da inserção social de vários programas e administração, mesmo em um momento delicado como esse 2017.

A geração de novos empregos, a evolução econômica, o aumento da arrecadação e a diminuição da inflação dos preços são algumas características que nos levam a crer que o setor terá alta. Algumas companhias a ser observadas são:

  • CMIG3 (Cemig): Que atua em toda cadeira de energia elétrica, desde a geração, até a transmissão e a distribuição.
  • LIGT3 (Light): Presente em 31 municípios do Rio de Janeiro.
  • ELET6 (Eletrobras): Que é uma sociedade mista controlada pelo Governo Federal e que atua nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. As ações são negociadas até mesmo na Bolsa de Nova Iorque e na Bolsa de Madrid, nos Estados Unidos e na Espanha, respectivamente.
  • ENBR 3 (Energias BR): Uma holding que atua na área e está em 11 estados nacionais.

Outras empresas do setor são: CPFL Energia (CPFE3), Copel (CPLE6), Trans Paulista (TRPL4), AES Tietê (GETI4), Equatorial (EQTL3), Eztec (EZTC3), Eletropaulo (ELPL4), Cesp (CESP6), Tractebel (TBLE3), Taesa (TAEE11), Alupar (ALUP11), Eneva (ENEV3).

8 Mandamentos para Ter uma Meta Financeira bem Definida

Acredite você ou não, mas a nossa vida é regrada pelo dinheiro. Logo, quem tem controle sobre ele, tem o poder e a chance de realizar todo o resto aqui citado. Mas, note: falamos quem tem controle sobre ele e não falamos nada, em nenhum momento, sobre quem ganha pouco dinheiro.

8 Mandamentos para Ter uma Meta Financeira bem Definida

3 – Setor de Consumo

Os fabricantes e distribuidores de consumo rápido, como os embalados, também são indicados pelos especialistas, já que são denominados por grandes empresas nacionais e multinacionais que buscam marcar presenta no mercado vertical especial. As principais empresas listadas desse setor são:

  • Brasil Foods (BRFS3): É uma das 10 maiores empresas de alimento do mundo e detém marcas como Sadia, Perdigão, Batavo e Qualy.
  • JBS (JBSS3): Tem 70 anos de história e se consolidou como o maior produtor de proteínas do mundo, atuando, principalmente no processamento de bois, porcos, carneiros e aves.
  • Natura (NATU3): A Natura é a maior empresa brasileira do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, tanto na produção quanto na venda direta desses produtos.
  • Ambev (ABEV3): É a companhia de bebidas da América e é a 4ª maior cervejaria do planeta e líder no mercado latino americano.
  • Cielo (CIEL3): A Cielo surgiu em 1995 quando os bancos se uniram para criar a Companha de Pagamentos, que se transformou na Cielo ano final de 2009.
  • Lojas Americanas (LAME4): É um a das maiores redes de varejo.

Aqui, nesse tópico, vale ressaltar que as principais empresas citadas estão passando pela Operação Carne Fraca, que ocorreu há alguns dias, o que culminou na perca de pontos e uma queda significativa nos últimos. Então, mesmo o setor sendo indicado, as empresas precisam ser cuidadosamente analisadas, principalmente com foco na gestão.

Outras companhias do setor são Marfrig (MRFG3), Hering (HGTX3), Grupo Pão de Açúcar (PCAR4) e Guararapes (GUAR3).

4 – Setor de Construção

Todo tipo de infraestrutura, a confecção de obras, casas e edifícios, as fundações de máquinas, estradas e aeroportos… Tudo faz parte do setor de construção, que é considerado na indústria como um setor que transforma matérias-primas em outros produtos. As principais empresas são:

  • Rossi Residencial (RSID3): Que atua focada em imóveis de alto padrão em São Paulo.
  • MRV (MRVE3): A MRV Engenharia é a maior incorporadora e construtora do Brasil no segmento de empreendimentos residenciais populares.
  • PDG (PDGR3): Fundada em 2003 desenvolve para diversos segmentos e diferentes públicos.

Outras empresas do setor são: Cyrela (CYRE3), Gafisa (GFSA3), Tecnisa (TCSA3), Lopes Brasil (LPSB3), Mils (MILS3) e Direcional (DIRR3).

Quais as Ações mais Lucrativas para Investir na Bolsa de Valores em 2017?
Reprodução: Google

5 – Setor de Siderurgia

O setor siderúrgico passou por um momento conturbado nos últimos meses visto pelo mercado Chinês que teve menor crescimento e diminui a demanda de importação. Assim mesmo, o Brasil se tornou um dos maiores exportadores de aço bruto no mundo, principalmente devido ao custo baixo na produção, que é alavancado, também, pelo nível elevado de matéria prima.

Os reflexos desse pensamento nos leva a imaginar uma boa oportunidade para empresas como:

  • Companhia Siderúrgica Nacional (CSNA3): Uma produtora integrada de aços planos no Brasil.
  • Usiminas (USIM5): É um dos maiores grupos do Brasil e atua de forma verticalizada ao longo da cadeira do aço, com atividades na área de mineração, logística, bens de capital e centro de serviços.
  • Gerdau (GGBR4): É líder no segmento de aços longos nas américas e uma das principais fornecedoras do mundo.
  • Ferbasa (FESA4): Produz ferro cromo e é líder no segmento, está entre as 500 maiores empresas do país.

20 Empresas com Maior Reputação de 2016 na Bolsa de Valores

A pesquisa foi feita pela Reputation Dividend, em parceria com a MZ, e apontou as 20 melhores reputações entre as empresas listadas no Ibovespa, o principal índice da Bovespa. Conforme o estudo, o valor de reputação é o resultado da confiança que a companhia inspira entre os investidores quanto aos retornos financeiros esperados.

Colocação – Companhia – Prêmio de Reputação (%) – Valor da Reputação (Bilhões de Dólares)

  1. Ambev – 43 – 35,682
  2. Klabin – 39 – 2,316
  3. Weg – 37 – 2,435
  4. Cielo – 36 – 7,273
  5. Ultrapar – 36 – 3,934
  6. Raia Drogasil – 35 – 1,703
  7. Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista – 32 – 746 milhões
  8. Embraer – 32 – 746 milhões
  9. CCR – 30 – 2,251
  10. Lojas Americanas – 28 – 1,612
  11. Porto Seguro – 28 – 689 milhões
  12. BRF – 27 – 3,091
  13. TOTVS – 24 – 325 milhões
  14. BB Seguridade – 24 – 3,937
  15. Hypermarcas – 24 – 1,2
  16. Tractebel – 23 – 1,582
  17. Renner – 23 – 869 milhões
  18. Itaú Unibanco – 22 – 10,936
  19. BM&FBovespa – 18 – 1,498
  20. Bradesco – 15 – 5,957

Como Ganhar Dinheiro na Bolsa de Valores (Apenas para quem quer arriscar mais em 2017)

Empresas que vão entrar e sair na Bolsa de Valores em 2017

Seca! Essa é uma boa definição para a Bolsa de Valores nos últimos tempos! Quase não houve IPOs na Bolsa, essa que é a verdade. Agora, para 2017, algumas companhias prometem abrir capital e movimentar o mercado financeiro. A aposta é que esses “incentivos” possam girar mais de 10 bilhões de dólares.

Primeiro, note as empresas que vão entrar na Bovespa!

  • Unidas: Anunciou no final de novembro e já pediu o aval da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar IPO. A operação será para ofertas primárias e secundárias.
  • Movida: Também é uma locadora de veículos e também já registrou IPO. A listagem no Novo Mercado foi anunciada nas últimas semanas.
  • Hermes Pardini: Foi anunciada no meio de dezembro que a rede de laboratórios vai realizar a abertura de capital que atua fortemente em Minas Gerais e em Goiás. Os recursos vão auxiliar a expansão para aquisições de novas unidades.
  • Carrefour: A Brasileira deve abrir o capital no segundo semestre deste ano. Em outubro passado a companhia contratou o Credit Suisse para liderar a operação.
  • XP Investimentos: Conforme a Bloomberg, essa é a 3ª maior corretora do país e organiza o seu IPO para o segundo semestre do ano, com a finalidade de que os recursos seja usados para financiar o crescimento da empresa.
  • Bio Ritmo: É uma rede de academias que está no grupo Pátria, a qual realizou o único IPO de 2016.
  • IRB Brasil Re: O Conselho de Administração da empresa optou por esperar o IPO para 2017 devido à crise de 2016.

Quanto às empresas que vão deixar a bolsa ainda em 2017… Elas têm motivos variados para fazer o OPA, como mudanças na estrutura societária, aproveitamento no desconto dos preços das ações ou o simples fechamento de capital.

O fato é que elas não são poucas, veja: Brinquedos Estrela, Unipar Carbocloro, Banco Indusval, Indústria Azulejos Bahia, Prumo Logística, Banco Paraná, Dommo Empreendimentos Imobiliários e Jereissati Telecom.

Bônus: Melhores Rendas Fixas para aplicar em 2017

Outra pauta atual é a queda de juros que acontece durante a reunião do Copom e tem a meta de chegar ao final do ano com apenas 1 dígito. Esse indicador faz com que o melhor investimento em Renda Fixa, conforme analistas, seja em títulos Públicos, tais como o Tesouro Direto.

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

O Tesouro Direto é uma modalidade que tornou-se muito popular em 2016, quando bateu recordes de investidores, mesmo porque os títulos são de baixos valores iniciais e tem boas rentabilidades. A tendência deve-se manter em 2017. Veja algumas opções!

  • Tesouro Prefixado: Tem alto ganho de capital, que é proporcionado pelo papel atraiu milhares de investidores. Agora, com o aquecimento econômico e queda dos juros, os holofotes deverão se voltar aos pós-fixados.
  • Tesouro Pós-Fixado: São papéis conhecidos por terem a rentabilidade atrelada à um indicador econômico, como a Selic e o CDI. Então, mesmo que a Selic baixe e os títulos também baixe, eles nunca vão sofrer coma inflação, por isso, é considerado um investimento seguro.

Já do lado dos bancos, alguns investimentos também surgem como boas opções. Tais como os Certificados de Depósito Bancário (CDB), que é muito usado para diversificar a carteira de investimentos e é casado com boas rentabilidades, na maior parte dos casos.

As Letras de Crédito também mantém a mesma ideia, a única diferença é que não tem a taxação do Imposto de Renda, porém, tem valor inicial para investir mais alto, a partir de 20 mil reais.

Com informações do Dinheirama, ToroRadar e Abril

 

 

ANÚNCIO