Ações do Carrefour (CRFB3) ou ações do Pão de Açúcar (PCAR3)? Saiba mais

ANÚNCIO

O momento da pandemia no mundo todo foi tão intenso que ficou conhecido como “crash do coronavírus” na bolsa de valores. O que aconteceu foi que muitos papéis se desvalorizaram. Porém, nem todo. As ações do Carrefour e do Pão de Açúcar seguiram em alta.

Isso porque eles fazem parte dos supermercados, que é um setor que é considerado de “itens essenciais”. Assim, os consumidores começaram a comprar mais desde o início da quarentena. E isso se deu por vários motivos.

ANÚNCIO

O fato é que quando se fala em supermercados na bolsa, a gente logo lembra de dois nomes de referência: PCAR3 e CRFB3. Ou seja, temos aqui as ações do Pão de Açúcar e as ações do Carrefour. Para quem não tem, fica a dúvida sobre qual é o melhor papel.

E é claro que essa resposta vai depender muito da individualidade de cada investidor. No entanto, começar por estudar as empresas é sempre a melhor alternativa. E é isso que vamos fazer aqui, nas próximas linhas.

Os dados são parecidos

Em uma primeira vista, os dados são bem parecidos. Isso porque o Pão de Açúcar teve um fechamento de 2019 com faturamento de R$ 61,5 milhões. Enquanto isso, o outro grupo fechou o mesmo ano com R$ 62,2 bilhões.

ANÚNCIO

Quanto ao lucro, a vantagem é do Carrefour. Assim, ele subiu de R$ 790 milhões para R$ 1,9 bilhão. E alguns analistas explicam isso avaliando que foi um resultado que veio diretamente da operação financeira da companhia. E levam em conta também o resultado negativo do Pão de Açúcar em outros países, com prejuízo de R$ 154 milhões.

Agora, vamos avaliar os caixas. Ambas as empresas se mantém bastante confortáveis nesse assunto. Porém, novamente, o Carrefour leva uma pequena vantagem: R$ 5,6 bilhões em caixa com dívida bruta de R$ 5,3 bilhões. O Pão de Açúcar tem: R$ 7,9 bilhões em caixa e dívidas de R$ 14,1 bilhões.

Agora, a explica tem a ver com o Market Cap de cada companhia. Assim, o Carrefour é negociado na B3 por R$ 41 bilhões. Já o Pão de Açúcar tem valor bem menor, de R$ 17 bilhões. Porém, nem todos analistas recomendam a compra desses papéis agora. Quer saber o motivo? Veja o próximo tópico.

Os cuidados

Os mesmos analistas que avaliaram as ações do Carrefour e do Pão de Açúcar dizem que é preciso muita cautela para comprar tais papéis nesse momento. Mas, nesse caso, o Carrefour sai em desvantagem.

O motivo é que o Pão de Açúcar vendeu todas as ações da Via Varejo e tem uma alavancagem mais elevada. Enquanto isso, o Carrefour deverá sofrer com a venda de produtos não alimentares devido à restrição das rendas das famílias nos próximos meses.

Mas, e os cenários forem positivos para daqui adiante? Vamos analisar agora o que o banco Safra recomenda. Afinal, ele atualizou os estudos sobre essas duas empresas do varejo na B3.

O que diz o banco Safra

Prevendo um cenário positivo para o restante de 2020, o Safra avalia que tem uma mudança a ser feita. Assim, ela se deve ao Pão de Açúcar: houve uma redução da margem bruta de longo prazo para a divisão multivarejo de 26% para 28%.

E eles explicam isso através do fato de que o aumento de desemprego e menor renda das famílias devem pressionar as taxas de inadimplência e restringir o crédito.

Do lado do Carrefour, eles avaliam que há uma maior exposição quanto à operação bancária. Logo, essa empresa deve sofrer mais com o cenário macro. Ainda assim, avaliam que “esperamos melhoria sequencial para Pão de Açúcar e Carrefour”.

Aliás, vale citar aqui ainda uma última avaliação. Espera-se um forte crescimento do Assaí, que é do Grupo Pão de Açúcar. Logo, as ações dessa companhia devem performar acima da média do mercado. Estima-se uma valorização de 47%. Do lado do Carrefour, estima-se uma alta de 39%.

O preço das ações do Carrefour hoje

Ações do Carrefour

E para finalizar essa matéria vamos falar um pouco mais dos preços das ações do Carrefour e, posteriormente do Pão de Açúcar. Lembre-se que já comentamos que a crise não afetou tanto assim o preço das ações – se comparado com outros setores.

Então, no caso do Carrefour, a gente tem um gráfico com um pico em 2000. Época em que a ação chegou a 78 euros. De lá para cá, o gráfico oscilou, mas em queda. Atualmente, a ação do Carrefour está avaliada em 13,83 euros.

E esse é um dos menores valores desde 1991, quando a ação era cotada a pouco mais de 7 euros.

O preço das ações do Pão de Açúcar hoje

O preço da ação do Pão de Açúcar é bem diferente do Carrefour. Se a atual ação do Carrefour está em 13 euros, saiba que no caso do Pão de Açúcar, ela passa dos 66,2 reais na atualidade. Obviamente, o gráfico é bem menor, já que as ações começaram em 2015.

O que aconteceu com as ações da Grendene (GRND3)? Vamos analisar

Nessa época, a ação valia 73 reais. O valor máximo foi em 2017, com 130 reais. E o menor é de 2016, com R$ 40. Mas, note que no caso do Pão de Açúcar, a gente tem um valor em reais e no caso do Carrefour é em euros, está bem?

Assim, 13 euros da ação do Carrefour hoje equivalem a 85 reais. Então, esse é um valor mais próxima dos R$ 66 reais do Pão de Açúcar. Por isso, os analistas comparam tanto as duas empresas, que também atuam no mesmo mercado.

ANÚNCIO