Tudo o que você tem que saber sobre as ações da Pague Menos (PGMN3)

ANÚNCIO

Alguns analistas e comentaristas do setor financeiro dizem que há mais de 50 bolsas querendo fazer IPO na bolsa de valores. Recentemente, uma delas conseguiu êxito. Portanto, hoje vamos falar sobre ela mesmo: saiba tudo sobre as ações da Pague Menos na B3.

Para quem não sabe, essa é uma rede de farmácias, que ficou mais conhecida nesses últimos dias por ter que baixar o seu preço inicial da ação para o IPO. Assim, o dia de estreia terminou com o preço da ação em R$ 10,30, uma alta de mais de 21% – o preço inicial era de R$ 8,50.

ANÚNCIO

Atualmente, as principais concorrentes da Pague Menos na bolsa são: Panvel (PNVL3) e d1000 (DMVF3). Ambas tiveram queda em suas ações com o lançamento da Pague Menos na bolsa. Só que além disso, tem mais coisas sobre a Pague Menos que você deveria saber.

Por exemplo, que esse é um setor que ganhou força após a pandemia por ser um serviço essencial. Então, vamos acompanhar o que pode ser importante para você comprar ou não comprar uma ação da PGMN3 para a sua carteira. Bora lá?

A Pague Menos no mercado

Como anunciamos nas linhas acima, a rede de farmácias teve um bom resultado na pandemia, a se considerar a questão de estar em um serviço essencial para a população. E agora temos um dado da Associação Brasileira de Redes de Farmácias (Abrafarma).

ANÚNCIO

Ela diz que cerca de R$ 50 bilhões por ano são faturados pelas principais redes de farmácias do país. E de quem estamos falando? Da Pague Menos, que é a 3ª maior rede de todas. Antes dela, porém, vem: a Raia Drogasil e a Drogaria Pacheco.

Em termos de Pague Menos, saiba que ela tem 39 anos no mercado, sendo a única farmacêutica presente em todos os estados do país, além do Distrito Federal. Atualmente, são mais de 1.100 lojas em 327 cidades.

Tem alguns prêmios, como um Top of Mind de 2002. Faz parte do Farmácia Popular. E a última notícia importante foi em 2015, quando a General Atlantic comprou 17% da marca, por R$ 600 milhões. Ah, em 2018 ela inaugurou a maior farmácia da América Latina, em Fortaleza.

Mais sobre a Pague Menos

Na internet, a gente não demora muito para achar informações sobre a marca. Por exemplo, essa rede fica localização em Fortaleza, no Ceará – isso quanto à sede. O faturamento de 2019 foi de R$ 6,8 bilhões.

Também descobrimos que ela foi uma das pioneiras a adotar o conceito de drugstore no país. Dessa forma, passou a comercializar medicamentos, produtos de higiene, beleza e de conveniência, também. É o chamado autosserviço.

No ano de 2011 ia se fundir com a Ultrafarma, mas isso não aconteceu. No entanto, em 2015, o acordo com a Atlantic deu certo. A captação na bolsa foi de R$ 746 milhões no IPO.

E ainda dá para saber do programa de TV Sempre Bem, que foca em informações sobre toda a área de saúde, como beleza e bem-estar, por exemplo. O programa já passou pela rede Bandeirantes, mas hoje está no SBT. Ele é exibido todos os domingos, as 8h15.

Os projetos

Ainda antes de falar das ações da Pague Menos, vamos continuar comentando um pouco mais sobre a história da rede. Só que agora vamos focar na história que pode acontecer. O montante arrecadado no IPO será para o caixa da empresa.

Assim, os fins serão divididos em vários. Por exemplo, para a abertura de novas lojas, para a redução da alavancagem financeira, para a normalização de capital de giro, modernização do parque de lojas e dos centros de distribuição.

Ah, e ela também pretende investir em tecnologia e na Clinic Farma. Por fim, saiba que a ideia é estar em mais de 400 cidades do país, com mais de 1,6 mil lojas até o ano de 2022.

A cotação da ação da Pague Menos

Agora vamos focar mais nas ações da Pague Menos. Lembra que a gente falou que no começo tudo foi bom, com altas após o IPO? Então, o problema é que após isso tivemos uma queda substancial, que precisamos comentar aqui, conforme o gráfico do preço da ação da PGMN3.

Em 4 de setembro, o valor era de R$ 10,40. No entanto, foi caindo até que ficou em R$ 9,07 em 9 de outubro. Atualmente, sendo que hoje é 13 de outubro, o preço está em R$ 9,23. E o que isso tudo quer dizer sobre o preço? Não muita coisa, porque é apenas um começo.

Curiosidade – estrangeiros levaram metade das ações da Pague Menos

Agora, quase no fim da matéria, está na hora de darmos uma notícia que pode surpreender você. Sabia que quase metade das ações da Pague Menos foram compradas por estrangeiros durante o IPO?

ações da Pague Menos

É isso mesmo. A oferta foi de um lote primário. Conforme o anúncio feito, 48 milhões de ações, das 101 milhões que foram negociadas foram para eles. Depois, vieram os fundos de investimentos. E as pessoas físicas ficaram com 9 milhões de papéis.

ANÚNCIO