7 Dicas Para Ficar Milionário: Os Passos Certos Para Alcançar o seu Primeiro Milhão

ANÚNCIO

Hoje nós vamos conversar sobre o caminho para você chegar ao seu primeiro milhão de reais no mercado financeiro!

Aliás, só de estar buscando informações em um congresso de finanças como esse, já dá para ver que você está caminhando na estrada certa. Mas atenção, uma estrada pode te levar a vários lugares!

ANÚNCIO

Inclusive, algumas pessoas podem sugerir alguns atalhos que podem acabar complicando a sua viagem. Outras pessoas falam de caminhos bem fáceis sobre os quais você já ouviu falar diversas vezes ou que, pelo menos, parecem ser muito bons.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Por isso, que fique bem claro, eu vou conversar com vocês hoje sobre o caminho que eu trilhei. É um caminho que você também pode percorrer e, como conseguinte, chegar ao seu primeiro milhão de reais – ou dólares! Aproveite e se inscreva no nosso Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos.

Eu percebi, ao longo de toda a minha caminhada, que algumas etapas são específicas e extremamente necessárias. É preciso ter atitude e mentalidade específica em cada uma dessas etapas.

ANÚNCIO

Por sinal, eu Descobri o Motivo de Você não Ser Rico.

E é justamente sobre isso que vamos conversar hoje.

Como eu cheguei ao Meu Primeiro Milhão!

Mas, antes de entender melhor tudo isso, você precisa conhecer um pouquinho da minha história… Quando eu tinha 20 anos, eu pensava exatamente como todo jovem da minha idade: eu queria ter um bom salário, o carro do ano, uma casa própria, viajar e conhecer o mundo inteiro.

De 5 Mil Reais à 1 Milhão de Reais! Será possível? Meus alunos foram desafiados! Veja aqui!

Entre todos, eu tinha um sonho especial, que me fazia sonhar acordado o tempo todo: ter uma casa na praia!

Reprodução: Google
Reprodução? Google

É preciso saber também que eu não nasci em um berço de ouro, por isso, eu fui pelo caminho que acreditava ser o único acessível para alcançar meus objetivos: estudar e ter uma formação acadêmica em uma boa universidade.

O resultado disso é que eu fiz um ótimo curso, inclusive com estágio internacional no meio do caminho. E consegui criar um currículo que eu achava perfeito para minha vaga.

Eu estava certo de que as empresas brigariam para ter um profissional como eu, além de imaginar que meu salário seria altíssimo. Eu estava muito próximo de alcançar cada um dos meus sonhos e trabalhando com algo que me empolgava. Diga-se de passagem: eu era apaixonado por animais de fazenda.

Mas, logo que eu me formei, veio a minha primeira decepção.

Mitos Sobre o Mercado Financeiro!

Na minha cabeça, ter estudado numa universidade estadual – uma das mais conceituadas do país – e ainda falando inglês fluente, faria eu sair para o mercado de trabalho ganhando um valor absurdamente alto. Já a realidade, não assinava a mesma ideia e foi bem mais dura comigo!

Quantas entrevistas de emprego, quantas expectativas, quanta ansiedade e a resposta final era sempre a mesma: um famoso e educado não.

De todas, uma entrevista em particular, me marcou muito. Era uma multinacional e a vaga era para alguém que viajaria o mundo inteiro representando tal empresa. Depois de uma longa seleção, eu estava entre os 4 finalistas que passariam para a entrevista final.

E entre esses 4, havia um candidato extremamente político, por isso, eu queria ser o primeiro a passar pela entrevista. E adivinhem só o que aconteceu… Eu, infelizmente, acabei sendo o último a ser entrevistado. Mesmo assim, quando chegou minha vez, eu entrei na sala confiante porque eu sabia que eu estava bem preparado para aquela vaga.

A entrevista me pareceu ótima e, logo que terminaram as perguntas, o entrevistador olhou para mim e disse que até aquele momento eu era o melhor candidato, mas que provavelmente a vaga iria ficar com o primeiro entrevistado.

O motivo? Ele se justificou dizendo que aquele candidato estava passando por dificuldades, pois tinha acabado de engravidar a namorada.

Enquanto eu tentava entender a lógica daquela escolha, ele continuava com um argumento super furado de que a empresa estaria cumprindo o seu papel social ao ajudar o outro candidato.

Eu saí da sala com um misto de tristeza e revolta. Eu tinha me preparado por anos para essa vaga. E o estágio que eu fiz lá fora foi pensando nessa vaga. E tudo isso – tudo isso – foi jogado fora simplesmente porque eu não tinha engravidado a pessoa que estava comigo naquela época.

Hoje, felizmente, eu posso rir disso, mas naquele momento foi uma frustração gigantesca.

Foi a partir de então que eu percebi que se eu seguisse por esse caminho, o meu futuro seria decidido por um entrevistador qualquer, que poderia escolher qualquer critério que passasse pela cabeça dele para dizer que eu não serviria para alguma vaga, desconsiderando, assim, todo o meu esforço.

Eu fiquei pasmo, arrasado e tudo que eu havia planejado não estava me levando aonde eu esperava. Nesse momento, o meu pai me matriculou em um curso sobre finanças, algo que, até então, eu odiava. Aliás, eu sempre odiei matemática. Mas ele insistiu: “Filho, pare de choramingar e vá encher seu baú de conhecimento”!

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Eu fui, mesmo que contra a minha vontade. Depois, eu simplesmente me apaixonei por essa área de conhecimento e comecei a fazer um curso atrás do outro na área de finanças. Eu fiz exatos 15 cursos em um período de, mais ou menos, um ano.

Posteriormente, eu larguei o emprego, que já não era mesmo o emprego que eu queria, no entanto, era o único que eu havia conquistado naquela ocasião. Consequentemente à isso, eu vendi meu carro – era uma saveiro 97, se eu não me engano – apliquei o dinheiro e comecei a investir os 14 mil reais que eu tinha conseguido com a venda.

Aqui foi o meu primeiro erro: nunca se deve vender nenhum bem para poder investir! Porque patrimônio se acumula!

7 Passos para Viver de Juros!

Assim que eu comecei a operar no mercado financeiro, logo de cara, eu perdi 3 mil reais. Eu me assustei, parei de investir, voltei a estudar sobre o assunto e comecei a ler de tudo: DVDs, livros e todas as coisas que você pode imaginar que tem relação com a Bolsa de Valores.

Conheci, até mesmo, os investidores que hoje se julgam como “gurus do mercado financeiro” e, depois de muito estudar e aprender, eu comecei novamente a aplicar o meu dinheiro.

E por 2 anos, eu foquei em conhecer melhor a bolsa de valores. Nessa época, eu fiquei patinando, entre dar aulas de inglês – no qual eu havia adquirido conhecimento da época da faculdade – e ajudando o meu pai na fazenda. Até que, aos poucos, as coisas começaram a engrenar.

Foi aí, e depois de muito patinar, que eu consegui enxergar o mercado de investimentos da minha própria forma. E isso mudou tudo. Meu capital passou de 14 mil reais em 2000 para 300 mil reais em 2006. Já em 2007, ele deu um salto para 700 mil reais.

E esse momento é o momento que a gente chama de grande tacada. É aqui que você tem que estar dominando o assunto, ter manejo de risco, ter controle emocional e muita disciplina. E é o momento exato para você conseguir alavancar o seu capital de verdade. Somente aqui.

Como Investir Dinheiro para Ficar Rico em 2017 em 6 Passos.

E foi justamente aqui que, em exatos 25 dias, eu havia faturado um milhão de reais.

Quem já é um investidor, sabe muito bem que é impossível forjar esses dados direto do site da corretora, como vocês estão vendo. Pouquíssimas pessoas vão ter coragem de fazer isso.

Porque, na real, como funcionam os cursos que existem hoje em dia? É assim: o cara vende um curso para ele poder se auto alavancar.  Ele, via de regra, não conseguiu atingir a independência financeira. Já eu, fiz o caminho totalmente inverso, primeiro eu consegui a minha independência financeira e só depois comecei a ensinar.

Em resumo pessoal, em 7 anos, eu consegui transformar uma saveiro em quase 2 milhões de reais. E eu posso dizer que em 2007 eu tive o réveillon da minha vida na tão sonhada casa de praia.

Detalhe: eu consegui isso antes dos 30 anos, tá? Eu fui uma das 5 pessoas – pessoas físicas – no Brasil que conseguiu atingir 1 milhão de dólares antes dos 30 anos. Poucos conseguiram realizar isso.

Para conhecimento de todos vocês, ainda acho justo que saibam que eu cheguei lá sem casar com uma mulher milionária, sem ganhar na loteria, sem ganhar herança e sem ter um QI (Quociente de Inteligência) elevado. Eu tive apenas muita força de vontade e sempre acreditei que era possível.

E eu segui alguns passos certos. Passos esses que eu vou passar para vocês, agora.

Como Ficar Milionário?

Com certeza, as perguntas que vocês estão fazendo são mais ou menos assim:

  • “Como você chegou lá, Trovó”?,
  • “Qual foi o processo”?,
  • “Outra pessoa pode repetir o que você fez”?,
  • “Quais são os passos”?.

Enfim, Como Ficar Rico?

Bom, é exatamente sobre isso que eu vou falar agora.

Por isso, papel e caneta na mão e se segure firme na cadeira!

Antes de qualquer coisa, há um ponto importante que você precisa saber sobre a fórmula do sucesso financeiro:

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Conhecimento e teoria!

Curso, DVD, livro ou até mesmo uma palestra representa apenas 25% do sucesso. Ou seja, se você tiver apenas teoria, independente da fonte – pode ser o maior palestrante do mundo, o maior livro do mundo, o melhor DVD do mundo – a chance de você perder dinheiro é de aproximadamente 75%, tá?

Então, opa! É hora de frear!

Outro ponto do sucesso importantíssimo:

Controle emocional e planejamento financeiro!

Também representam 25% do sucesso!

Perceba que controle emocional e a disciplina têm o mesmo peso que o conhecimento teórico, então, se você tem muito domínio sobre um assunto, mas o seu emocional está completamente descontrolado, de nada vai adiantar.

Se você é um cara frio, consegue ter disciplina, mas não domina o assunto também não adianta muita coisa.

Ambos, então, representam 50% do total. Esses 2 aí – somando controle emocional e teoria – representam metade do seu sucesso financeiro.

Veja como fazer o melhor Planejamento Financeiro Pessoal usando a Técnica dos Envelopes.

E os outros 50%, de onde vêm? Vem do acompanhamento de um tutor – ou mentor ou alguém – que domine o assunto do mercado de finanças.

Durante todo o período que você coloca a mão na massa, se não tiver esse acompanhamento, muito dificilmente você vai conseguir chegar lá. Por isso, não saiam torrando o dinheiro na bolsa por melhor que tenha sido o DVD, o livro, etc.

Se assim o fizer, lembre-se que você terá apenas 50% de chance de sucesso! Então, não faz sentido nenhum arriscar, tá bom? Eu acredito fielmente nessa minha opinião e acho que isso deveria ser dito desde o primeiro capítulo ou módulo de qualquer curso disponível.

Eu comentei sobre os muros na palestra do dia 7 e para quem estava lá: parabéns pela iniciativa. Já para quem não estava, vou comentar muito rapidamente aqui.

Essas são as etapas para você alcançar a sua independência financeira. Imaginem que são muros que vocês vão ter que ultrapassar ao longo da carreira para que o seu patrimônio possa crescer, estamos certos?

7 Passos Para Atingir Sua Independência Financeira.

Qual é o nível mais crítico? A dívida sem controle!

1 – Controlar as dívidas

“Trovó, eu não sei se eu estou nesse ponto pode esclarecer pra mim”?

Claro! Dívida sem controle: imagine aí que você ganha 2 mil reais por mês e sua dívida seja por volta de 20 mil reais. Se a sua dívida é 10 vezes maior que o seu salário, provavelmente você está aqui em baixo, no primeiro muro.

E isso porque não vou considerar como dívida um financiamento de carro nem de casa. A dívida da qual estamos considerando aqui é o cartão de crédito e o cheque especial.

Então, a primeira coisa que você tem que fazer não é querer aprender estratégias da bolsa de valores! Esquece isso porque esse muro está lá na frente. O primeiro ponto é aprender a controlar essa dívida, tá?

Eu não vou detalhar esse ponto especificamente agora, mas quem tiver interesse é só acessar a trovoacademy.com. Lá tem um e-book gratuito sobre isso.

2 – Sair do Vermelho

Próximo muro: “Continuo com dívida, Trovó. Mas, agora a minha dívida está controlada, ou seja, eu ganho um salário e desse pago alguns financiamentos, algumas contas. Está controlado e raramente eu fecho no vermelho”.

Perfeito, você parou de sangrar.

O que é sangrar? É quando você fecha o mês no vermelho.

“Mas o problema é que eu não consigo guardar dinheiro”.

Esse é o próximo muro!

3 – Poupar o Salário

Esse é o muro do “sair das dívidas e começar a poupar salário”. Para ser claro, funciona assim: de tudo o que vocês recebem, a partir de agora, vocês vão poupar 10%.

Por que você deve poupar essa porcentagem? Para Investimentos! Sim, você tem que investir esses 10% do seu salário líquido! (Saiba como Poupar 10% do Seu Salário). Isso aí tem que fazer. Não tem como chegar lá – no 1 milhão – sem investir no mínimo 10% do seu salário, tá?

Como Economizar: 33 Maneiras de Juntar Dinheiro Rápido.

Passou desse muro… Qual é o próximo, agora?

4 – Conhecimento Básico

Você precisa conhecer, pelo menos, o básico de indicadores econômicos, tais como Inflação, Selic, Comportamento da Poupança, etc. E não precisa entrar em assuntos muito aprofundados sobre a economia.

Observação Fundamental: tem que seguir essa etapa, essa sequência… Se vocês atropelarem qualquer um desses muros, o resultado com certeza vai ser o fracasso financeiro.

5 – Renda Fixa

Depois dessa etapa, já aqui no muro azul claro… Agora sim, você vai começar a investir. Mas, investir onde? Renda Fixa é a primeira etapa!

O que é Renda Fixa?

Essa é a fase que vocês vão aprender a emprestar dinheiro para o banco e para o governo. Ou seja, vocês vão parar de pagar juros e começar a receber juros!

Saiba quais são Os Tipos de Rendas Fixas e descubra como Escolher a Melhor Renda Fixa. Ah, você também quer saber quanto vai receber na Renda Fixa, não é? Pois, veja aqui.

Depois que você aprendeu a investir em Renda Fixa, aí sim, vocês estão prontos para ir para o mercado de Renda Variável, o famoso mercado de ações.

Aliás, nós criamos um teste para você saber qual é o seu Perfil para Investir. Será que é poupador, devedor, moderado ou investidor? Veja no vídeo abaixo:

6 – Mercado de Ações

Aqui são diversas estratégias, que vão depender do capital que vocês têm.

Aprenda Como Comprar Ações na Bolsa BM&F Bovespa em 3 Passos.

E, com o tempo e aprendizado, você vai aprendendo a dominar algumas estratégias, assim como eu aprendi. Por exemplo, como controlar o risco. Depois disso, e algum momento, a gente vai precisar ultrapassar mais um muro. O último muro : que é o que eu chamo de “a grande tacada”.

7 – Independência Financeira

Foi nesse passo que eu mostrei para vocês no meu extrato. Esse momento, foi o momento que eu achava que era interessante e já tinha o conhecimento, já tinha a disciplina, já tinha controle emocional, um planejamento muito bem feito para poder, nesse momento, dar uma alavancada, tá?

Somente aqui. E, com certeza, esse último passo é a independência financeira!

Pessoal, cada um desses muros é detalhado no nosso e-book, que é gratuito e está disponível lá no nosso site www.trovoacademy.com.

Então, não pulem etapas, por favor!

Erros Mais Comuns que Inibem Você de Ficar Milionário

A maioria dos investidores cometem alguns erros. E eu vou citá-los!

1 – Enriquecimento Rápido

Alguns investidores acham que vão enriquecer rápido! Não façam isso. Risco e ganho caminham de mãos dadas! Quanto maior é o ganho e menor o tempo, maior o risco! Não tem como ganhar muito em um prazo muito curto, arriscando pouco.

Isso não existe no mercado financeiro!

2 – Mesma Estratégia

Essa é crucial para muitos investidores! Eles acham que vão usar a mesma estratégia em cada uma das fases!

Para vocês entenderem, eu vou entrar um pouco na fase de Renda Variável, no muro lá de cima, tudo bem?

“Trovó, não tenho dívida, poupo 10% do salário e entendo um pouco sobre poupança, inflação etc. E vou começar a investir”.

Ok. A primeira pergunta que faço é: em que faixa de capital você está? Porque dependendo dá faixa de capital é uma estratégia que você vai usar.

“Ah, eu li em um livro uma estratégia que usa a média”.

Tá, perfeito! Em que momento que eu vou usar isso? Você acha que com 5 mil e um milhão é a mesma estratégia? Claro que não! Isso não existe! São estratégias totalmente diferentes! Oportunidades totalmente diferentes!

A bolsa de valores não foi feita para ficar tirando dinheiro todo mês. Ela existe para acumular patrimônio! Não tem que sair nada da bolsa, somente entrar, tá?

Qual é, então, a fórmula do sucesso? Injeção de capital, ou seja, você tem que ter um patrimônio, um montante, para poder começar. Independente do valor! Daqui a pouco eu vou falar quais são as faixas de capital… Quer ver?

Como Investir em Ações Online.

“Trovó, eu tenho 100 reais para começar”.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Ótimo! Você faz um aporte. Depois desse aporte inicial, você vai injetar todo mês 10% do seu salário. Então, você começa com um montante maior e a partir daí, sem falhar nenhum mês e sem retirar nada todo mês, você coloca 10% do que você ganha!

Isso é o que você vai usar para investir!

Essa é a fórmula do sucesso!

Olhem esse gráfico… Imaginem que fosse um curso de caratê, tá? Na bolsa acontece da mesma forma! Sempre que você vai começar uma arte marcial, você começa pela faixa branca, lá embaixo. Então, você aprende um tipo de estratégia específica para mudar de faixa.

E aí, qual é o objetivo? Mudar de faixa, almejando a faixa preta e isso que você quer no mercado financeiro!

É a mesma coisa!

Você vai mudando de faixas. Patamar a cada patamar e com uma estratégia específica, que você tem que seguir para atingir o seu primeiro milhão. Então, vocês começam a perceber que… A pessoa pode começar endividada e ir pagando as suas dívidas até conseguir aumentar seu patrimônio.

Então, as faixas: a primeira que a gente pode considerar é a de mil reais a 10 mil reais.

Então, quem está nessa faixa de patrimônio tem um tipo de estratégia e essas faixas vão subindo. Para chegar a um milhão de reais, não é de uma vez. Você tem que concluir etapas e quanto maior o capital, quanto mais o capital de vocês for crescendo, mais complexa é a estratégia e mais acompanhamento vocês tem que ter porque o risco fica cada vez maior.

Então, sem acompanhamento não tem como crescer!

Pode anotar porque é praticamente impossível!

Risco Zero

A gente vai abrir uma turma de treinamento intensivo – não é curso, lembra que eu falei para vocês? Curso é 25% do sucesso só.

É uma turma de treinamento intensivo com acompanhamento para investidores que estejam na faixa de 10 mil a 50 mil reais! A gente vai ensinar estratégias específicas para esse tipo de acompanhamento.

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos!

Acesse o nosso site. Você vai encontrar um e-book que complementa tudo que conversamos hoje e após o download, você vai receber detalhes sobre esse programa.

Ou então, faça o seu cadastro no banner aqui embaixo, é mais fácil.

 

ANÚNCIO