5 Frases de Músicas que falam muitas verdades sobre o Dinheiro

ANÚNCIO

Dinheiro na mão é vendaval, é vendaval. Na vida de um sonhador, quanta gente se engana… E cai da cama, com toda aquela ilusão que sonhou. E a grandeza se desfaz quando a solidão é mais, alguém já falou.

Mas dinheiro na mão é vendaval, dinheiro na mão é solução e solidão.

ANÚNCIO

Essa introdução poderia ser escrita para representar qualquer um dos brasileiros. Brasileiros que tem sofrido com a tal crise financeiro-econômica. Brasileiros que tem sofrido com as contas do fim do mês, com os boletos bancários, com os juros altos de cada produto.

Mas, não!

Essa introdução é só a letra de uma música do Paulinho da Viola, chamada de Pecado Capital.

ANÚNCIO

E será que as músicas podem nos ensinar algo mais sobre o dinheiro?

Para o Caetano Veloso, dinheiro não amarra não, mas formosura. Dinheiro não, pele escura, dinheiro não, carne dura, dinheiro não. Para a Rita Lee, como bom brasileiro, de precisar mesmo, ela só precisa do dinheiro.

Afinal, se fosse um carro seria um fusca, se fosse comida seria fruta, se fosse bicho seria um gato pingado, mas, de feiticeiro que não transforma meu rato em dinheiro.

O Tim Maia também não quer dizer, só amar. Afinal, quando a gente ama não pensa em dinheiro, só se quer amar, se quer amar, se que amar. Mas os Titãs disseram que acima da lei de Deus está o dinheiro, amor verdadeiro, amor por dinheiro.

5 Frases de Músicas que falam muitas verdades sobre o Dinheiro
Reprodução: Google

E por fim, vale fazer a interrogação tão bem postada por Martinho da Vila:

Dinheiro, para que dinheiro”?

O dinheiro não compra o sentimento e pode ser visto com o mau do século. O fato é que a falta de dinheiro pode trazer sérios problemas. Então, sobre as músicas e o dinheiro, será que há alguns ensinamentos que podemos usar como fins positivos?

Como aprender sobre o dinheiro com as letras musicais?

1 – “Eu vejo o futuro repetir o passado […] O tempo não para” – Cazuza

Para Martin Iglesias, escritor da área financeira, olhar o passado pode ser um norte para um futuro, no entanto, nem sempre as consequências vão ser as mesmas. Ele diz que utilizar uma análise gráfica baseada apenas na evolução passada para prever o comportamento futuro pode ser útil sim, se o foco é o sucesso financeiro.

Mas, cautela é a palavra de ordem.

“Muitas pessoas e muitos investidores começam a investir na bolsa usando a análise gráfica, mas ela não é para principiantes, e sim para analistas técnicos profissionais”.

Logo, o histórico de investimentos é importante, porém o futuro é imprevisível… Afinal, o tempo não para!

2 – “Nada vem de graça, nem o pão, nem a cachaça” – Zeca Baleiro

Jurandir Macedo, que é consultor do Itaú Unibanco concorda e faz uma analogia ao trecho pensando na recente história da economia.

“Esses jovens aprenderam o que a hiperinflação dos anos 60, 70 e 80 não deixou que seus pais aprendessem. A tarefa de prover educação financeira, que os pais deveriam dar aos filhos, mudou de mão. Agora são os filhos que ensinam os pais”, analisa.

3 – “Quando eu não puder pisar mais na avenida. Quando as minhas pernas não puderem aguentar levar meu corpo junto com o meu samba, o meu anel de bamba entrego a quem mereça usar” – Edson e Aloísio

Martin diz que a letra pode remeter à aposentadoria. “Para mim, a música reflete a inevitabilidade da aposentadoria, do momento de não poder continuar gerando recursos e à necessidade de se preparar para este momento”.

Logo, todos precisam pensar em um plano previdenciário e quanto antes fizerem isso, mais fácil será garantir o futuro.

Uma das alternativas é o Tesouro Direto, com o título NTN-B Principal, que é a longo prazo. “Além do Tesouro Direto, também recomendo aos jovens investir em carteiras mistas, com peso importante em renda variável, 30% é um bom número”, diz Fernando Meibak, da Moneyplan.

Tesouro Direito: Descubra o Jeito Certo de Ganhar Dinheiro com o Tesouro Prefixado (LTN)

Tesouro Direto! Não é de hoje que estamos falando dele: o bonitinho investimento do Governo Federal! É tão popular quanto à poupança, rende mais e é de fácil acesso. Bom, não vamos ficar aqui falando sobre as vantagens porque você, com certeza, já conhece (se não conhece ainda, leia agora: Como Investir em Renda Fixa – O Guia Definitivo).

Mas, o artigo de hoje é especifico para falar de um dos investimentos do Tesouro Direto: o Tesouro Prefixado LTN.

Se você é iniciante, conheça essa opção de investimentos que vem ganhando o coração dos brasileiros. Se você é experiente, confirme a teoria de que o Tesouro Direto veio para desbancar a popularização da poupança! Esse artigo precisa ser lido hoje, aproveite!

Tesouro Direito: Descubra o Jeito Certo de Ganhar Dinheiro com o Tesouro Prefixado (LTN)

4 – “Ele tá de olho na butique dela […] Severina, minha filha, não vai na onda de Pedro. Olha, ele só tem interesse em você, sabe porquê? Porque você tem uma butique, minha filha” – Genival Lacerda

Não entendeu a relação? Então substitua Pedro pelo nome de um banco e butique pelo seu dinheiro, assim a relação estará estabelecida.

Para o coordenador de mestrado em Economia da Fundação Getúlio Vargas, Ricardo Ratner Rochman, quem investe com frequência está exposto aos fraudadores, interesseiros e também às propagandas enganosas, algumas, inclusive, vinda de grandes instituições financeiras.

“Com as informações erradas, muitos acabam investindo em empresas que parecem ter grande potencial, mas que acabam falindo e fraudando todos os seus resultados”.

5 –“Dinheiro na Mão é vendaval” – Paulinho da Viola

Lembra-se da frase que citamos no início do texto? Pois é… Para Ricardo Rochman, da FGV, é muito difícil ganhar dinheiro e muito fácil perder.

“Deve-se tomar muito cuidado com as decisões de investimento, pensar com muita calma, tomar cuidado com dicas dos seus amigos, cuidado com dicas do próprio pessoal de mercado. Alguém que aprece muito confiável pode ter outros interesses e leva-lo a perder dinheiro”, afirma ele.

Você também vai gostar de: O que podemos aprender com o filme “Karatê Kid”

O que podemos aprender com o filme “Karatê Kid”

O Filme Karate Kid é um clássico de artes marciais dos anos 80. O enredo se passa pela história de um jovem lutador que deseja aprender caratê, e para tal, aceita os ensinamentos de um mestre. O sucesso foi grande e a comovente narração continua popular até hoje.

De tanto sucesso, o filme teve continuação, com as partes II, III e IV, mas que, infelizmente, não tiveram o mesmo êxito. Uma década depois, o filme teve outra continuação e mais 10 anos depois, houve uma regravação do 1º filme.

O Site ManualDoHomemModerno fez uma lista com 5 lições que podem ser aprendidas no filme Karatê Kid e, consequentemente, podem também ser usadas no Mercado Financeiro. Então, na real, vejam o que podemos aprender com o Sr. Miyagi e Daniel San.

Leia Agora!!!

Com informações do Vagalume e Exame

ANÚNCIO