10 motivos para ter um cartão Credicard Zero e auxiliar as finanças

ANÚNCIO

Todo mundo que acompanha o blog sabe que não gostamos muito de indicar cartões de crédito porque infelizmente, no Brasil, temos a cultura de não saber usá-lo de forma consciente e o resultado nada mais é do que dívidas e dívidas.

Mas, hoje viemos aqui com outro viés: mostrar um cartão de crédito que pode ser importante para quem quer ter um melhor controle das finanças. E claro, isso parte de saber usá-lo conscientemente.

ANÚNCIO
10 motivos para ter um cartão Credicard Zero e auxiliar as finanças

Fizemos um textão bem bonito aqui falando sobre o cartão, os motivos para solicitar, como usar e o que ele tem de diferente dos seus principais concorrentes. Leia e se achar que ele pode ser útil para você, solicite!

O Credicard Zero

Esse é um cartão de crédito digital que chegou com o diferencial de não ter taxa de anuidade e oferecer descontos em várias formas e lugares.

Assim, se tornou uma alternativa bastante viável frente ao Nubank. O Credicard Zero apareceu para rivalizar com o Digio, que também é sem anuidade.

ANÚNCIO

Bom, vamos falar do Credicard Zero – ele é controlado diretamente através de um aplicativo de celular (assim como os seus rivais) e isso agrada o público que quer ter comodidade ao usar um cartão de crédito.

Quem quer um produto livre de burocracia ou papelada, encontra no Credicard uma boa opção. Um dos diferenciais oferecidos por este cartão é que ele possibilita um cartão extra para poder dividir o limite com outros membros da família!

Como funciona o Credicard Zero?

Qualquer pessoa pode solicitar o cartão Credicard Zero independente de ser correntista do banco Itaú ou não (que é a empresa que está por trás do Credicard Zero).

Então, um dos primeiros motivos (1) para ter o cartão é que não necessariamente você precisa ter uma conta corrente no Itaú, já que você consegue isso sem ser correntista.

Outro motivo positivo (2) é que ele vem com a bandeira é da Mastercard, o que o torna muito semelhante ao Nubank.

Segundo a empresa, o pedido dura menos de 5 minutos para ser feito. Lembrando que não tem complicações e nem burocracia. Tudo é feito em alguns cliques e esse é mais um benefício (3).

No pedido online, basta fornecer informações relativas à sua renda, ao seu emprego, colocar seu endereço e outros dados pessoais como qualquer outro cadastro.

O processo é completamente digital e não é necessário enviar documentos físicos após passar por essas etapas. O pedido entra em análise e caso for aprovado, o cartão vai ser enviado para o endereço informado em até 20 dias úteis.

Outro motivo para solicitar o cartão da Credicard (4) é que ele vem com um limite compatível para cada pessoa, sendo que é acordado durante o cadastro e estuda os critérios para aprovação – que são de responsabilidade do Itaú Unibanco.

Então, tem gente que é aprovado pelo Itaú e tem pessoas que não é aprovada. O que acontece em todos os concorrentes do cartão.

O Credicard Zero pode ser controlado por um aplicativo sem a necessidade de comparecer à agências físicas para resolver questões, independentes de quais seja. Mais uma vantagem de ter um cartão digital (5).

O aplicativo em questão é o mesmo usado em outros cartões Credicard e nele está a Central de Ajuda disponível 24 horas por dia e também está ali o histórico de compras, os boletos, as consultas de limites e bloqueios temporários entre outros serviços.

Os limites e o cartão extra

Sobre os limites e cartões adicionais do Credicard Zero também há benefícios. Por exemplo, o Credicard Zero trabalha com limite de crédito entre R$ 1 mil e R$ 35 mil. O que é um ponto importante porque ele se adequa ao seu perfil (6).

Por enquanto, não tem previsões de cartões com limite inferior a isso, mas o produto tem um diferencial em relação ao seu principal concorrente Nubank, que é o seguinte: a Credicard permite ao cliente solicitar um cartão extra.

Por que ter um cartão extra (7) é bom? Porque dá para dividir o limite total de crédito entre 2 pessoas. Assim é possível deixar os cartões, por exemplo, com os filhos ou então com a esposa.

E aí, isso facilita muito o controle financeiro doméstico ou pessoa ou mesmo a mesada.

Tudo isso fica estabelecido dentro do aplicativo, onde o titular pode estabelecer um teto de gastos mensais para cada um deles – lembrando a unidade permanece gratuita mesmo com a adição de um 2º cartão.

As taxas de anuidade e os juros do cartão

Agora, o mais importante e que todo mundo quer saber é sobre as taxas. Porque você já ouviu falar que não tem a anuidade (8), né.

A vantagem está justamente no fato de que se evita ter gastos com as taxas cobradas pelo uso anual ou pela assistência, que é comum de serem cobradas por grandes bancos.

Agora, em caso de atraso no pagamento das faturas ou o uso dos juros rotativos, também temos uma vantagem (9), que é o fato de que a taxa de juros é de apenas 9,9% ao mês, o que é bem baixo se consideramos a média de 14% cobrada no mercado nacional.

Além disso, existem diversos serviços opcionais que caso contratados podem gerar cobrança, mas que ainda assim são cobranças mais baixas do que aquelas que os concorrentes praticam no mercado (10).  

Alguns exemplos: R$ 5, 50 pelo aviso de compras por SMS, R$ 9,9 pela 2ª via do cartão de crédito por perda e R$ 15 pela avaliação emergencial de crédito.

Programa de Pontos! – Bônus

Por fim, ainda vale citar que a Credicard tem um programa de pontos próprio, que dá descontos de até 40% em lojas parceiras, como a Decolar.com, a Netshoes, Magazine Luiza e assim por diante.

Além do programa de pontos da Mastercard, que se chama Surpreenda, que também tem várias lojas como parceiras. No Cinemark, por exemplo, dá para comprar 1 ingresso e ganhar outro idêntico para ver filmes em diversas salas de todo país.

ANÚNCIO