10 conselhos de gente grande para não se endividar em 2019

Vai ano e vem ano e uma das promessas que mais se faz no mundo é“ficar rico”. Só que antes disso, um passo bastante importante que as pessoas deveriam tomar é sobre evitar as dívidas e evitar se endividar – porque isso é importante até mesmo para o processo de enriquecimento.

Então, aqui no blog também vamos ter dicas para enriquecer, só que hoje o foco é total em não ter dívidas, não criar novas dívidas, evitar as dívidas, evitar os juros, deixar de ficar no vermelho. Tá bom?

Se você é uma pessoa que ainda não tem todo controle financeiro que deveria, este conteúdo é para você mesmo. Se você quer aprender algo novo sobre como evitar as dívidas, então, esse conteúdo também é para você.

Leia e se achar conveniente, compartilhe com família e amigos!

1 – Análise Financeira

A análise financeira nada mais é do que fazer uma anotação de tudo que se ganha, mas especialmente tudo que se gasta em 30 dias, isto é, no mês.

Fácil, não é mesmo?

Somente após saber quanto e onde você está gastando dinheiro é que vai dar certo você evitar as dívidas.

E a regra vale para tudo nessa vida: o cafezinho, padaria, supermercado,energia elétrica, água, telefone… Enfim, todos os seus gastos.

Depois de 30 dias, aí sim, o consumidor deve totalizar esses gastos por tipo de despesas e vamos conversar com a família, também né. Porque sempre vai ter um setor ou outro que estamos gastando demais, bem mais do que deveríamos.

2 – Os Sonhos

E já que falamos em reunir a família, vamos aproveitar para falar sobre sonhos.

Inclusive, as crianças!

O ideal é colocar lá na mesa tudo que se deve, desde comes e bebes até mesmo os projetos da família, que pode ser viagem, pode ser a troca do carro, etc.

Coloque no papel, vamos anotar todos estes sonhos!

Chamamos isso de um agente motivador, que é quando todo mundo da família participa em prol de sonhos e desejos em comum. Assim, a união fica mais forte, já que o projeto é de todos!

É preciso também saber quanto custa cada sonho, tá bom?

Quanto vamos guardar e de onde vamos tirar? Aliás, em quanto tempo queremos realizar o sonho?

3 – O Orçamento Financeiro

Depois que fizermos a lista dos sonhos, agora é hora de equilibrar o orçamento financeiro. O que isso quer dizer? Quer dizer que é preciso priorizar porque não vai dar pra fazer tudo ao mesmo tempo, né.

É colocar os sonhos antes das despesas.

Para isso, é preciso que você analise os gastos (tópico 1).

É preciso que você controle o dinheiro que entra e o dinheiro que sai. Combinado?

O orçamento financeiro tem esta finalidade e você sabia que os sonhos vão estar protegidos daquelas despesas.

4 – Poupar Dinheiro

Seguindo nosso caminho para o sucesso e para o NÃO às dívidas, o outro passo é poupar.

Mas, o que é poupar dinheiro? É reter, é proteger, guardar, salvar.

É preciso pegar o dinheiro que foi reduzido dos gastos,estabelecer os seus sonhos e saber o quanto que você vai guardar para cada sonho.

Sabe aquela imagem dos potinhos de dinheiro? Pois é, certamente é mais ou menos isso e você deve ter vários potes para os seus sonhos mais variados.

Já colocar no orçamento aquilo que blinda os seus sonhos, que é a falta de dinheiro. Assim que recebe o salário, guarda aquela quantia para o sonho! Antes mesmo de pagar as contas.

É  esse o ponto!

Não estamos falando de investir, apesar de que isso seria totalmente indicado. Mas, no mínimo, você tem que ter um lugar seguro para guardar o dinheiro. E, por isso, a aplicação costuma ser uma ótima opção.

Isso porque poupar significa você guardar dinheiro para alguma coisa: é preciso carimbar o dinheiro que você economizou lá atrás para aqueles sonhos do poupar,

Portanto, poupar dinheiro tem essa finalidade: de proteger os sonhos.

5 – Gastar menos do que você ganha

Essa é uma frase antiga que você certamente já ouviu falar, não é mesmo?

E na real, esse é o segredo para realizar os seus sonhos.

Nunca, em hipótese alguma, se deve gastar mais do que se ganha.Logo, se você ganha um salário mínimo deve ter gastos menores do que isso. Não há segredo aqui. Se não tem dinheiro, não compra. Simples assim.

Por isso, a importância de priorizar os sonhos!

10 conselhos de gente grande para não se endividar em 2019

6 – O Cartão de Crédito

O cartão de crédito é responsável por mais de 80% dos inadimplentes hoje no Brasil. Por isso, o cartão tem que ter limites abaixo dos seus ganhos mensais.

O cuidado aqui se deve com o fato de que quanto maior o limite mais dinheiro a pessoa acha que tem. Mas, o limite do cartão não é o dinheiro que ela tem. Porque tudo que está no cartão terá que ser pago.

Agora, diga você: do que adianta um cartão com limite de R$ 10 mil se você tem salário de R$ 1 mil? Demoraria 1 ano para pagar tudo e isso sem não tivesse nenhum outro gasto.

Então, tente entender melhor o uso do cartão de crédito, que nada mais é do que uma forma de comprar e pagar parcelado.

7 – O Cheque Especial

Outra armadilha é o cheque especial, que aparece na sua conta, só que o dinheiro também não é seu, tá. O uso dele representa que você está no mau caminho porque está usando dinheiro do banco.

E, lógico que o banco vai te cobrar isso! E cobrar muito.

8 – A Reserva de Emergência

Um dos últimos passos e não menos importante é manter e ter uma reserva de emergência porque a gente tem a mania de achar que nada nunca vai acontecer com a gente, mas acontece!

Assim sendo, é preciso ter reservas para não ter problemas. Aliás, problemas vamos ter. É preciso ter dinheiro para sanar os problemas.

9 – As Despesas Essenciais

É preciso diferenciar as despesas que são essenciais das despesas que são supérfluas. Então, lembra de ver o que é prioridade, né? Agora, a dica é ver onde você está gastando dinheiro a toa, sabe?

A gente acaba pagando por serviços que nem usamos direito, como canais de TV, por exemplo. Faça uma varredura nas suas contas e veja o que está demais e o que não tem necessidade.

10 – Compre à Vista

O último tópico sobre dicas para não entrar em dívidas é justamente o de sempre optar pelas compras à vista, que além de tudo, ainda tema vantagem de gerar descontos e economia de dinheiro!

Aliás, os descontos que você pode obter são muito maiores  do que muitas aplicações financeiras no Brasil, acredita? Então, não adianta ficar investindo dinheiro se você não comprar a vista e parcelar tudo em anos e anos para pagar.